O que é armazenamento em nuvem?
O armazenamento em nuvem permite que os usuários salvem dados e arquivos em um local remoto que é acessível pela internet pública ou por uma conexão dedicada em rede privada.
Assine a newsletter da IBM
fundo azul com listras verdes
O que é armazenamento em nuvem?

O armazenamento em nuvem permite que você salve dados e arquivos em um local externo que você acessa através da internet pública ou de uma conexão de rede privada dedicada.Os dados que você transfere para armazenamento externo se tornam responsabilidade de um provedor de nuvem terceirizado. O provedor hospeda, protege, gerencia e mantém os servidores e infraestrutura associada, garantindo que você tenha acesso aos dados sempre que precisar.

O armazenamento em nuvem oferece uma alternativa econômica e escalável para armazenar arquivos em discos rígidos locais ou redes de armazenamento.Os discos rígidos do computador só podem armazenar uma quantidade finita de dados. Quando os usuários ficam sem armazenamento, precisam transferir arquivos para um dispositivo de armazenamento externo. Tradicionalmente, organizações criavam e gerenciavam redes de área de armazenamento (SANs) para arquivar dados e arquivos.Entretanto, a manutenção de SANs é cara, pois à medida que os dados armazenados aumentam, as empresas precisam investir na adição de servidores e infraestrutura para acomodar a crescente demanda

Os serviços de armazenamento em nuvem oferecem elasticidade, o que significa que você pode aumentar a capacidade à medida que seus volumes de dados aumentam ou reduzir a capacidade, se necessário.Ao armazenar dados em uma nuvem, sua organização economiza pagando pela tecnologia de armazenamento e pelo espaço como serviço, em vez de investir nos custos de capital de criação e gerenciamento de redes de armazenamento internas. Você paga exatamente pelo espaço que usa. Embora seus custos possam aumentar com o tempo para compensar maiores volumes de dados, você não precisa superprovisionar redes de armazenamento em excesso antecipando o aumento do volume de dados.

Como funciona o armazenamento em nuvem?

Assim como as redes de armazenamento locais, o armazenamento em nuvem utiliza servidores para salvar dados; no entanto, os dados são enviados para servidores em uma localização remota. A maioria dos servidores que você utiliza são máquinas virtuais hospedadas em um servidor físico. Conforme suas necessidades de armazenamento aumentam, o provedor cria novos servidores virtuais para atender à demanda.

Normalmente, você se conecta à nuvem de armazenamento seja pela internet ou por uma conexão privada dedicada, utilizando um portal da web, um site ou um aplicativo móvel.O servidor ao qual você se conecta encaminha seus dados para um conjunto de servidores localizados em um ou mais data centers, dependendo do tamanho da operação do provedor de nuvem.

Como parte do serviço, os provedores normalmente armazenam os mesmos dados em múltiplas máquinas para redundância. Dessa forma, se um servidor for retirado para manutenção ou sofrer uma interrupção, você ainda poderá acessar seus dados.

O armazenamento em nuvem está disponível em nuvens privadas, públicas e híbridas.

Nuvens de armazenamento públicas: neste modelo, você se conecta pela internet a uma nuvem de armazenamento mantida por um provedor de nuvem e usada por outras empresas. Os provedores normalmente tornam os serviços acessíveis a partir de praticamente qualquer dispositivo, incluindo smartphones e desktops, e permitem que você dimensione conforme necessário.

Armazenamento em nuvem privada: as configurações de armazenamento em nuvem privada normalmente replicam o modelo de nuvem, mas armazenam na sua rede, aproveitando um servidor físico para criar instâncias de servidores virtuais e aumentar a capacidade. Você pode escolher por ter controle total de uma nuvem privada local ou contratar um provedor de armazenamento em nuvem para criar uma nuvem privada dedicada à qual você pode acessar com uma conexão privada. Organizações que podem preferir o armazenamento em nuvem privada incluem bancos ou empresas de varejo devido à natureza privada dos dados que processam e armazenam.

Armazenamento em nuvem híbrida: esse modelo combina elementos de nuvens privadas e públicas, oferecendo às organizações a opção de decidir onde armazenar seus dados. Por exemplo, dados altamente regulamentados sujeitos a rigorosos requisitos de arquivamento e replicação geralmente são mais adequados para um ambiente de nuvem privada, enquanto dados menos sensíveis (como e-mails que não contêm segredos comerciais) podem ser armazenados na nuvem pública. Algumas organizações usam nuvens híbridas para complementar suas redes internas de armazenamento com armazenamento em nuvem público.

Prós e contras do armazenamento em nuvem

Assim como qualquer outra tecnologia baseada em nuvem, o armazenamento em nuvem oferece algumas vantagens distintas. No entanto, isso também gera algumas preocupações para as empresas, especialmente relacionadas à segurança e ao controle administrativo.

Vantagens

  • Gerenciamento externo: seu provedor de nuvem assume a responsabilidade de manter e proteger os dados armazenados. Isso libera sua equipe de tarefas associadas ao armazenamento, como compras, instalação, administração e manutenção. Assim, sua equipe pode se concentrar em outras prioridades.

  • Implementação rápida: usar um serviço em nuvem acelera o processo de configuração e adição aos recursos de armazenamento. Com o armazenamento em nuvem, você pode provisionar o serviço e começar a usá-lo em questão de horas ou dias, dependendo da quantidade de capacidade envolvida.

  • Econômico: conforme mencionado, você paga pela capacidade que usa. Isso permite que sua organização trate os custos de armazenamento em nuvem como uma despesa operacional contínua em vez de uma despesa de capital com os investimentos iniciais associados e as implicações fiscais.

  • Escalabilidade: as restrições de crescimento são uma das limitações mais graves do armazenamento local. Com o armazenamento em nuvem, você pode escalar o quanto precisar. A capacidade é praticamente ilimitada.

  • Continuidade de negócios: o armazenamento externo de dados oferece suporte à continuidade de negócios no caso de um desastre natural ou ataque terrorista cortar o acesso às suas instalações.

Desvantagens

  • Segurança: preocupações de segurança são comuns com serviços baseados na nuvem. Os provedores de armazenamento em nuvem tentam garantir a segurança de sua infraestrutura por meio de tecnologias e práticas atualizadas, mas incidentes de violação ocasionalmente ocorreram, causando desconforto entre os usuários.

  • Controle administrativo: ser capaz de visualizar seus dados, acessá-los e movê-los à vontade é outra preocupação comum com os recursos da nuvem. A transferência da manutenção e do gerenciamento para terceiros oferece vantagens, mas também pode limitar seu controle sobre os dados.

  • Latência: atrasos na transmissão de dados de e para a nuvem podem ocorrer como resultado do congestionamento do tráfego, especialmente quando você usa conexões públicas compartilhadas à Internet. No entanto, as empresas podem minimizar a latência aumentando a largura de banda da conexão.

  • Conformidade regulatória: alguns setores, como saúde e finanças, precisam cumprir regulamentações rigorosas de arquivamento e privacidade de dados, o que pode impedir que as empresas usem o armazenamento em nuvem para determinados tipos de arquivos, como registros médicos e de investimento. Se puder, escolha um provedor de armazenamento em nuvem que ofereça suporte à conformidade com quaisquer regulamentações do setor que afetem seus negócios.
Tipos de armazenamento em nuvem

Existem três tipos principais de armazenamento em nuvem: arquivo, bloco e objeto. Cada um oferece suas próprias vantagens.

Armazenamento de arquivos

O armazenamento de arquivos salva dados na estrutura hierárquica de arquivos e pastas com a qual a maioria de nós está acostumada. Os dados mantêm seu formato, quer estejam armazenados no sistema de armazenamento ou no cliente de origem, e a hierarquia torna a localização e recuperação de arquivos mais simples e intuitivas quando necessário.O armazenamento de arquivos é comumente utilizado em plataformas de desenvolvimento, diretórios pessoais e repositórios de vídeos, áudio e outros arquivos.

Saiba mais sobre o armazenamento de arquivos

Armazenamento de bloco

O armazenamento em blocos é tradicionalmente usado em SANs, e é também comum em ambientes de armazenamento em nuvem. Nesse modelo de armazenamento, os dados são organizados em grandes volumes chamados "blocos". Cada bloco representa um disco rígido separado. Os provedores de armazenamento em nuvem usam blocos para dividir grandes quantidades de dados entre vários nós de armazenamento. Os recursos de armazenamento em bloco fornecem melhor desempenho em uma rede graças à baixa latência de IO (o tempo que leva para concluir uma conexão entre o sistema e o cliente) e são especialmente adequados a grandes bancos de dados e aplicativos.

Usado na nuvem, o armazenamento em bloco é facilmente dimensionado para suportar o crescimento dos bancos de dados e aplicativos de sua organização. O armazenamento por blocos seria útil se o seu site captura grandes quantidades de dados de visitantes que precisam ser armazenados.

Saiba mais sobre o armazenamento de bloco

Armazenamento de objetos

O armazenamento de objetos difere do armazenamento de arquivos e blocos porque gerencia dados como objetos. Cada objeto contém os dados de um arquivo, seus metadados correspondentes e um identificador. Os objetos armazenam dados no formato em que são recebidos e permitem personalizar metadados de maneiras que tornam os dados mais fáceis de acessar e analisar. Em vez de serem organizados em arquivos ou hierarquias de pastas, os objetos são mantidos em repositórios que oferecem escalabilidade virtualmente ilimitada. Como não há hierarquia de arquivamento e os metadados são personalizáveis, o armazenamento de objetos permite otimizar os recursos de armazenamento de forma econômica.

Saiba mais sobre o armazenamento de objetos

Armazenamento em nuvem para empresas

Uma variedade de serviços de armazenamento em nuvem está disponível para praticamente todos os tipos de negócios, desde negócios de com um único proprietário até grandes empresas.

Se você administra uma pequena empresa, o armazenamento em nuvem pode fazer sentido, principalmente se você não tiver os recursos ou as habilidades para gerenciar o armazenamento por conta própria.  O armazenamento em nuvem também pode ajudar no planejamento orçamentário, pois torna os custos de armazenamento previsíveis e permite que você os dimensione à medida que a empresa cresce.

Se você trabalha em uma empresa maior (por exemplo, uma empresa de manufatura, serviços financeiros ou uma rede de varejo com dezenas de locais), talvez seja necessário transferir centenas de gigabytes de dados para armazenamento regularmente.Nesses casos, você deve trabalhar com um provedor de armazenamento em nuvem estabelecido que possa lidar com seus volumes. Em alguns casos, você pode conseguir negociar acordos personalizados com os fornecedores para obter o melhor valor.

Segurança

A segurança do armazenamento em nuvem é uma preocupação séria, especialmente se a sua organização lida com dados confidenciais, como informações de cartão de crédito e prontuários médicos. Você quer garantias de que seus dados estão protegidos contra ameaças cibernéticas com os métodos mais atualizados disponíveis. É importante contar com soluções de segurança em camadas que abranjam proteção para endpoints, filtragem de conteúdo e e-mails, além de análise de ameaças, juntamente com as melhores práticas que envolvem atualizações e correções regulares.E você precisa de políticas de acesso e autenticação bem definidas.

A maioria dos provedores de armazenamento em nuvem oferece medidas de segurança básicas que incluem controle de acesso, autenticação de usuário e criptografia de dados. Garantir que essas medidas estejam em vigor é especialmente importante quando os dados em questão envolvem arquivos de negócios confidenciais, registros de pessoal e propriedade intelectual.Os dados sujeitos a conformidade regulatória podem exigir proteção adicional, portanto, você precisa verificar se o provedor de sua escolha está em conformidade com todas as regulamentações aplicáveis.

Sempre que os dados são transferidos, eles ficam vulneráveis aos riscos à segurança. Você compartilha a responsabilidade de proteger os dados que são enviados para uma nuvem de armazenamento. As empresas podem minimizar os riscos criptografando dados em movimento e usando conexões privadas dedicadas (em vez da internet pública) para se conectar ao provedor de armazenamento em nuvem.

Backup

O backup de dados é tão importante quanto a segurança. As empresas precisam fazer backup de seus dados para que possam acessar cópias de arquivos e aplicativos e evitar interrupções nos negócios, caso os dados forem perdidos devido a ataques cibernéticos, desastres naturais ou erros humanos.

Os serviços de backup e recuperação de dados baseados na nuvem têm sido populares desde os primeiros dias de soluções baseadas na nuvem. Assim como o próprio armazenamento em nuvem, você acessa o serviço pela internet pública ou por uma conexão privada. Os serviços de backup e recuperação em nuvem liberam as organizações das tarefas envolvidas na replicação regular de dados empresariais críticos, tornando-os prontamente disponíveis caso você precise deles após perda de dados causada por um desastre natural, ataque cibernético ou erro do usuário não intencional.

O backup na nuvem oferece às empresas as mesmas vantagens do armazenamento, eficiência de custos, escalabilidade e facilidade de acesso.Um dos recursos que mais chama a atenção no backup em nuvem é a automação. Solicitar aos usuários que façam constantes backups de seus próprios dados gera resultados mistos, já que alguns usuários sempre adiam ou esquecem de fazê-lo.Isso cria uma situação em que a perda de dados é inevitável. Com backups automatizados, você pode escolher com que frequência fazer o backup dos seus dados, seja diariamente, a cada hora ou sempre que novos dados forem introduzidos na sua rede.

Fazer o backup de dados fora das instalações, ou seja na nuvem, oferece uma vantagem adicional: distância.Um prédio atingido por um desastre natural, um ataque terrorista ou alguma outra calamidade poderia perder seus sistemas de backup no local, tornando impossível recuperar os dados perdidos.O backup fora do local fornece seguro contra tais eventos.

Servidores

Os servidores de armazenamento em nuvem são servidores virtuais, servidores definidos por software que emulam servidores físicos. Um servidor físico pode hospedar vários servidores virtuais, tornando mais fácil oferecer soluções de armazenamento baseadas na nuvem para vários clientes.A utilização de servidores virtuais melhora a eficiência, pois os servidores físicos, em geral, operam abaixo de sua capacidade normal, resultando em um desperdício de parte de sua capacidade de processamento.

Essa abordagem é o que permite aos provedores de armazenamento em nuvem oferecerem o modelo de pagamento conforme o uso do armazenamento em nuvem, cobrando apenas pela capacidade de armazenamento que você utilizaQuando os servidores de armazenamento em nuvem estão prestes a atingir a capacidade máxima, o provedor de nuvem inicia outro servidor para aumentar a capacidade, ou possibilita que você inicie uma máquina virtual adicional por conta própria.

Armazenamento em nuvem de código aberto

Se você tem a experiência necessária para criar seus próprios servidores de nuvem virtual, uma das opções disponíveis para você é o armazenamento em nuvem de código aberto. Código aberto significa que o software usado no serviço está disponível para usuários e desenvolvedores estudarem, inspecionarem, alterarem e distribuírem.

O armazenamento em nuvem de código aberto é normalmente associado ao Linux e a outras plataformas de código aberto que oferecem a opção de criar seu próprio servidor de armazenamento. As vantagens dessa abordagem incluem o controle sobre tarefas administrativas e segurança

A economia de custos é mais um ponto positivo. Embora os provedores de armazenamento baseados em nuvem ofereçam capacidade praticamente ilimitada, isso tem um preço. Quanto maior a capacidade de armazenamento você usar, mais alto será o preço. Com o código aberto, você pode continuar a expandir a capacidade desde que tenha a experiência em programação e engenharia para desenvolver e manter uma nuvem de armazenamento.

Diferentes provedores de armazenamento em nuvem de código aberto oferecem diferentes níveis de funcionalidade, portanto, você deve comparar os recursos antes de decidir qual serviço usar. Algumas das funções disponíveis nos serviços de armazenamento em nuvem de código aberto incluem o seguinte:

  • Sincronização de arquivos entre dispositivos em vários locais

  • Autenticação de dois fatores

  • Ferramentas de auditoria

  • Criptografia de transferência de dados

  • Compartilhamento protegido por senha
Preços de armazenamento em nuvem

Conforme mencionado, o armazenamento em nuvem ajuda as empresas a reduzir os custos, eliminando a infraestrutura interna de armazenamento. Mas os modelos de preços do armazenamento em nuvem variam. Alguns provedores de armazenamento em nuvem cobram mensalmente o custo por gigabyte, enquanto outros cobram taxas com base na capacidade armazenada. As taxas variam muito; você pode pagar USD 1,99 ou USD 10 por 100 GB de armazenamento mensalmente, com base no provedor escolhido. As taxas adicionais para a transferência de dados da sua rede para as taxas baseadas no armazenamento em nuvem geralmente estão incluídas no preço global do serviço.

Os provedores podem cobrar taxas adicionais além do custo básico de armazenamento e transferência de dados. Por exemplo, é possível que você seja cobrado uma taxa adicional sempre que acessar dados na nuvem para fazer alterações ou exclusões, ou para mover dados de um local para outro.Quanto mais dessas ações você realizar mensalmente, mais altos serão os seus custos.Mesmo que o provedor inclua algum nível básico de atividade no preço geral, você incorrerá em custos adicionais se exceder o limite permitido.

Os provedores também podem considerar o número de usuários acessando os dados, a frequência com que os usuários acessam os dados e a distância que os dados precisam percorrer em suas cobranças.Eles podem cobrar de forma diferente com base nos tipos de dados armazenados e se os dados exigem níveis adicionais de segurança por motivos de privacidade e conformidade regulatória.

Exemplos

Serviços de armazenamento em nuvem estão disponíveis em dezenas de provedores para atender a todas as necessidades, desde as de usuários individuais até organizações multinacionais com milhares de locais.Por exemplo, você pode armazenar e-mails e senhas na nuvem, bem como arquivos como planilhas e documentos do Word para compartilhar e colaborar com outros usuários. Esse recurso facilita a colaboração dos usuários em um projeto, o que explica por que a transferência e o compartilhamento de arquivos estão entre os usos mais comuns dos serviços de armazenamento em nuvem.

Alguns serviços oferecem gerenciamento de arquivos e sincronização, garantindo que as versões dos mesmos arquivos em múltiplos locais sejam atualizadas sempre que alguém as modifica.Você também pode obter recursos de gerenciamento de arquivos por meio dos serviços de armazenamento em nuvem. Com ele, você pode organizar documentos, planilhas e outros arquivos como quiser e torná-los acessíveis a outros usuários. Os serviços de armazenamento em nuvem também podem lidar com arquivos de mídia, como vídeo e áudio, bem como grandes volumes de registros de banco de dados que, de outra forma, ocupariam muito espaço em sua rede.

Independentemente das suas necessidades de armazenamento, você não deve encontrar dificuldades para encontrar um serviço de armazenamento em nuvem que ofereça recursos e funcionalidade de que você precisa.

Soluções relacionadas
Soluções de armazenamento em nuvem híbrida

Implemente de forma simples e transparente o armazenamento corporativo habilitado para contêiner em ambientes de armazenamento local e na nuvem.

Explore as soluções de armazenamento em nuvem híbrida
Armazenamento para contêineres

Leve os serviços de armazenamento persistente e dados com resiliência de dados para contêineres, com IBM Storage for Red Hat OpenShift.

Explore o armazenamento de contêineres
Soluções de virtualização de armazenamento

Simplifique sua nuvem híbrida com virtualização de armazenamento. Centralize os recursos de armazenamento, estenda os serviços de dados e aumente a mobilidade dos dados – sem colocar seus dados em risco.

Explore as soluções de virtualização do armazenamento
Recursos O que é nuvem híbrida?

A nuvem híbrida integra serviços de nuvem pública, serviços de nuvem privada e infraestrutura local em um único ambiente de computação distribuída.

O que são contêineres?

Contêineres são unidades executáveis de software que empacotam o código de aplicação junto com suas dependências de bibliotecas e podem ser executados em qualquer lugar, seja na área de trabalho, infraestrutura de TI tradicional ou na nuvem.

O que é uma máquina virtual?

Uma máquina virtual é uma representação virtual, ou emulação, de um computador físico. A virtualização torna possível criar múltiplas máquinas virtuais em um único computador físico.

Dê o próximo passo

Os serviços do IBM Cloud Storage oferecem um local escalável, rico em segurança e econômico para seus dados, além de oferecer suporte a cargas de trabalho tradicionais e nativas da nuvem. Provisione e implante serviços como armazenamento de objetos de acesso, blocos e arquivos. Ajuste a capacidade e otimize o desempenho à medida que os requisitos mudam. Pague somente pelo armazenamento em nuvem de que você precisa.

Explore o IBM Cloud Storage