Preparado para entregar os resultados de sua estratégia de dados?

Com a sua estratégia de dados em vigor, é hora de implementar uma arquitetura de dados que ajude a impulsionar a eficiência operacional, reduzir o risco e aumentar o crescimento da receita da sua organização. O segredo é criar um ambiente em que os funcionários possam encontrar e explorar os próprios dados, capacitando-os a identificar insights que moldam decisões inovadoras e baseadas em dados.

Então, como você coloca sua estratégia de dados em prática em um ambiente de dados híbrido de multicloud complexo?

Implementar sua visão significa usar a arquitetura de tecnologia certa, uma que permita que você veja onde todos os seus dados estão para aproveitá-los ao máximo. Criar uma maneira de acessar dados, onde quer que eles estejam possibilita gerenciar as demandas de conformidade, segurança, riscos de governança e requisitos regulatórios, além de identificar insights que impulsionarão os negócios.

"Embora soluções pontuais individuais tenham sido capazes de resolver algumas dessas preocupações no passado, está se tornando cada vez mais evidente que uma solução mais robusta é necessária, uma solução que possa resolver os dados mais urgentes e a necessidade de IA de uma empresa, ao mesmo tempo em que fornece um caminho fácil para resolver desafios adicionais", diz Jay Limburn, que é VP e Distinguished Engineer do portfólio de produtos de dados e IA da IBM. "Essa solução é baseada em uma arquitetura integrada de malha de dados".

68%

de dados corporativos não são usados¹

80%

do tempo é gasto em limpeza, integração e preparação de dados²

Por que implementar a malha de dados?

A malha de dados é uma abordagem de arquitetura desenvolvida para simplificar o acesso de dados em uma organização. Ela facilita o caminho para a integração de ponta a ponta de vários pipelines de dados e ambientes em cloud por meio de sistemas inteligentes e automatizados.

Até recentemente, a maioria das organizações armazenava separadamente os dados correspondentes a linhas específicas de negócios. O RH armazenava seus dados em um lugar, o atendimento ao cliente em outro e a contabilidade em outro. Os dados viviam em ambientes separados mesmo com alguma substituições que ocorriam naturalmente.

Uma malha de dados reúne múltiplas fontes de dados, aumentando em vez de substituir sua tecnologia existente e concedendo um alcance centralizado em todos os pontos de seu cenário de dados.Com os recursos de gerenciamento de dados de ponta a ponta, uma malha de dados garante que seus tipos de dados podem ser combinados, acessados e controlados com sucesso, para que os usuários de negócios possam colocar os dados para trabalhar.

Esta abordagem integral dos dados e da inteligência artificial eleva o uso de dados como um ativo corporativo. Com uma arquitetura de malha de dados, é possível descobrir os dados existentes, processá-los em locais diferentes, além de coletar, armazenar, analisar e operacionalizar a IA em escala.

"Uma malha de dados conecta os consumidores dos dados às fontes dos dados. Porém, o seu diferencial é que aquela camada de conexão será sempre controlada e estará sempre protegida, além de seguir regras de privacidade e conformidade", afirma Priya Krishnan, líder de produto da IBM para Dados e IA.

Informações sobre a malha de dados

Informações sobre a malha de dados (13:33)

Veja como uma malha de dados se ajusta aos armazéns de dados, data warehouses e data lakes.

Obtenha novos insights permitindo o acesso a dados de autoatendimento para consumo e colaboração fácil de dados para o usuário final.

Crie eficiências automatizando as tarefas de controle de dados, proteção e segurança derivadas de metadados ativos.

Obtenha uma visão completa integrando e unificando dados em ambientes híbridos de multicloud.

Malha de dados ou data mesh?

Já falamos sobre a malha de dados. Mas e o data mesh, outra abordagem que também agiliza o uso corporativo de dados? Um data mesh é uma arquitetura de dados descentralizada que organiza dados por domínio de negócios específicos, como marketing, vendas, cadeia de suprimentos e outros, proporcionando mais propriedade aos produtores de um determinado conjunto de dados.

A malha de dados e o data mesh são conceitos novos de gerenciamento de dados que abordam as complexidades de trabalhar com big data e suas plataformas de dados relacionadas em um ecossistema híbrido de multicloud. A boa notícia é que ambos os conceitos de arquitetura de dados são complementares. Cada um é projetado para resolver o problema de unir dados e analisá-los em um sistema semântico unificado. Muitos componentes de um data mesh também estão em uma malha de dados, tornando a malha de dados a opção mais flexível para quem está começando.

Conheça a arquitetura

Um primeiro passo importante na construção de uma malha de dados é identificar um caso de uso específico que entrega valor para a organização. É possível construir aos poucos para promover resultados rápidos com MVPs ágeis, começando com casos de uso como a integração de dados na multicloud, controle de dados e privacidade, MLOps e IA confiável ou visões 360 de clientes. Isso ajudará você a comprovar o sucesso contínuo além de executar sua estratégia de dados de longo prazo.

Faça o download do diagrama de malha de dados (PDF, 102 KB)

Crie sua estratégia de dados

Seis passos para construir uma organização orientada por dados, desde a ideação à execução.

Notas de rodapé

¹ "Rethink Data: Put More of Your Business Data to Work – From Edge to Cloud", Seagate Technology, julho de 2020
² "Data Integrity Trends: Chief Data Officer Perspectives in 2021", Corinium, julho de 2021