Retomando os céus
Pensando em fazer um voo particular? A Verijet tem uma nova abordagem

Imagine chamar um jato particular da mesma forma que você pode chamar um carro em um aplicativo de compartilhamento de caronas.

Agora, dê ao jato uma pequena pegada de carbono e recursos de segurança de nível premium. Ele tem que ser silencioso. Higienizado entre os voos. Ah, e que seja acessível.

Essa é a visão de Richard Kane. E a IBM está ajudando a tornar isso realidade.

Decisão em escala


Os voos são selecionados entre 16 quintilhões de soluções de roteamento

Pesquisas mais rápidas


As pesquisas levam 200 milissegundos

Na Verijet, alguém procura um voo particular e respondemos instantaneamente informando um preço. Nossa IA já verificou se tudo está seguro, legal e disponível, e o preço é fixo e garantido. Essa capacidade abre os voos privados para o público em geral de uma forma que nunca foi feita antes. Richard Kane Chairman and CEO Verijet
O mecanismo de otimização

Richard Kane, Presidente e CEO da Verijet, começou a carreira no setor de telecomunicações, onde ajudou a descobrir como rotear 100 milhões de chamadas por hora em tempo real. Ele também é um piloto talentoso, detentor de sete recordes mundiais de velocidade na aviação. A Verijet é o resultado natural de combinar a experiência dele em lidar com grandes quantidades de dados com a paixão por voar.

Já se passaram 25 anos desde que Kane começou a pensar em tornar a aviação privada acessível a mais pessoas. Dado o número de pilotos, aviões e aeroportos envolvidos em voos particulares, ele sabia que seria difícil. A primeira coisa que ele teria que fazer era mudar a forma como os clientes encontravam e reservavam voos particulares.

Durante anos, reservar um voo particular significava ligar para uma agência de viagens para reservas particulares, cujo pessoal pechinchava com as operadoras e os pilotos e cobrava taxas adicionais substanciais. "Eles cobravam entre 7% e 20% por isso, levava horas para ter uma confirmação de que seria possível voar, e você pagaria todos esses intermediários", diz Kane.

Então, ele decidiu construir um mecanismo de otimização que faria o trabalho de uma equipe de programadores com o clique de um botão, eliminando assim cobranças adicionais e tornando os voos mais acessíveis. Fez parceria com uma empresa de aviação privada chamada JetBird, tendo como ponto de partida a frota dela.

"Começamos com 70 aeronaves e cerca de 1.000 reservas de clientes a cada 10 dias", diz Kane. "Para uma transportadora desse tamanho, pode haver 16 quintilhões de soluções de roteamento possíveis. Temos que descobrir qual avião serve para qual cliente. E depois quais aviões precisam de manutenção e quando. Qual tripulação vai pilotar cada avião, quantas horas a tripulação terá que dormir, qual a distância dos hotéis até o aeroporto, quanto tempo a viagem terá em meio ao trânsito e assim por diante."

Preparando-se para o lançamento

Em princípio, Kane tentou executar a solução de mecanismo de otimização em máquinas virtuais compartilhadas com armazenamento compartilhado. “Se tentarmos ativar um monte de máquinas virtuais, perderemos alguns minutos. Acho que demorou quatro minutos para a coisa funcionar e se configurar. Não temos quatro minutos. Temos 30 segundos. Nossas máquinas precisam estar funcionando 24x7x365, e precisam ser dedicadas", diz ele.

A busca de Kane por alternativas o levou aos servidores IBM Cloud® Bare Metal, que ofereciam ainda mais tempo de atividade e potência de computação do que o mecanismo de otimização exigia. "Com a infraestrutura da IBM", explica ele, "podemos aumentar a escala e mudar os nós como se fosse uma máquina virtual, que na verdade é um hardware dedicado."

A mudança para a IBM também conectou Kane a uma equipe do programa Startup with IBM, que oferece acesso à plataforma de nuvem híbrida aberta e rica em segurança da IBM, juntamente com suporte incomparável e um ecossistema de desenvolvedores de arquitetos técnicos e mentores. O programa ajudou Kane a construir o motor de otimização e trabalhar para a próxima fase do plano: lançar a própria frota de aviões pequenos, silenciosos, ecológicos e de piloto único chamados de Vision Jets.

Esses veículos futuristas oferecem recursos de segurança inovadores, como o Cirrus Airplane Parachute System (CAPS) e o botão “Safe Return", que executa uma aterrissagem de piloto automático de emergência. " Como esses recursos são tão novos, foram necessárias algumas etapas adicionais para que os Vision Jets fossem aprovados pela Administração Federal de Aviação (FAA).

"Um dos enormes benefícios de trabalhar com a IBM foi que, não apenas tivemos 12 meses de tempo para a preparação, mas também ainda mais seis meses até que a FAA aprovasse nossas operações", diz Kane. "A IBM dobrou e nos deu mais seis meses, então tivemos 18 meses para fazer o ajuste fino dos modelos, minerar nossos 44.000 voos e nos preparar para o lançamento."

Ele continua: "A IBM nos deu a chance de correr em paralelo e depois fazer experimentos em um momento em que não podíamos pagar por dois data centers paralelos. E tínhamos pessoal a quem eu poderia solicitar um novo núcleo ou uma atualização, e tudo funcionava. A equipe da IBM dizia: "OK, pra quando você quer isso?" Ninguém tem ideia de como isso é inestimável.”

Uma visão alça voo

Oito dias após a Verijet receber a aprovação da FAA, os primeiros passageiros "Vjetteram" de East Hampton, Nova York até Vero Beach, Flórida. O avião foi totalmente higienizado antes da decolagem e depois da aterrissagem, uma consideração importante durante a pandemia da COVID-19. A pegada de carbono foi de um nono de um jato de médio porte, e os passageiros relataram se sentirem incrivelmente seguros o tempo todo.

À medida que a base de clientes de Kane e da frota da Vision Jets crescem, a necessidade de poder de computação também cresce. Para isso, ele está em tratativas com a equipe da IBM Quantum Computing para continuar o trabalho de otimização. "Estamos tentando maximizar o melhor uso da nossa capacidade", diz Kane. “Não tenho como definir a complexidade deste problema específico. É ideal para a computação quântica. Estou ansioso para os próximos três anos de nossa parceria com a IBM para que possamos tirar tudo isso do papel."

Logotipo da Verijet
Sobre a Verijet

Com sede em Vero Beach, Flórida, a Verijet (link externo ao ibm.com) é um novo tipo de companhia aérea. Depois de anos desenvolvendo um mecanismo de otimização de voo para companhias aéreas privadas nos EUA, a Verijet agora está construindo a própria frota de pequenos aviões particulares com excelentes classificações ambientais e de segurança. Após um lançamento bem-sucedido no sudeste dos EUA, a Verijet planeja oferecer voos privados ponto-a-ponto rápidos e acessíveis para clientes em todo o território continental dos EUA.

Dê o próximo passo
A Exit Games fortalece o setor de jogos online multijogador
Legal

© Copyright IBM Corporation 2021. IBM corporation, IBM cloud, New orchard road, Armonk, NY 10504

Produzido nos Estados Unidos da América, fevereiro de 2021.

IBM, o logotipo da IBM, ibm.com e IBM Cloud são marcas comerciais da International Business Machines Corp., registradas em várias jurisdições no mundo inteiro. Outros nomes de produtos e serviços podem ser marcas comerciais da IBM ou de outras empresas. Uma lista atual de marcas comerciais da IBM está disponível na web em www.ibm.com/br-pt/legal/copytrade.

Este documento é atual na data de sua publicação inicial, podendo ser alterado pela IBM a qualquer momento. Nem todas as ofertas estão disponíveis em todos os países em que a IBM opera.

Os dados de desempenho e exemplos de clientes citados são apresentados apenas para fins ilustrativos. Os resultados reais de desempenho podem variar de acordo com configurações e condições operacionais específicas. AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE DOCUMENTO SÃO FORNECIDAS NO ESTADO EM QUE SEM ENCONTRAM, SEM QUALQUER GARANTIA, EXPRESSA OU IMPLÍCITA, INCLUINDO SEM QUAISQUER GARANTIAS DE COMERCIALIZAÇÃO, ADEQUAÇÃO A DETERMINADO FIM E QUALQUER GARANTIA OU CONDIÇÃO DE NÃO INFRAÇÃO. Os produtos IBM têm garantia de acordo com os termos e condições dos contratos sob os quais são fornecidos.

Declaração de boas práticas de segurança: a segurança do sistema de TI envolve proteger sistemas e informações por meio da prevenção, detecção e resposta a acessos inadequados de dentro e fora da empresa. O acesso indevido pode resultar na alteração, destruição, apropriação indevida ou uso indevido de informações ou pode resultar em danos ou uso indevido de seus sistemas, inclusive para uso em ataques a terceiros. Nenhum sistema ou produto de TI deve ser considerado completamente seguro e nenhum produto, serviço ou medida de segurança pode ser completamente eficaz na prevenção de uso ou acesso impróprio. Os sistemas, produtos e serviços IBM são projetados para fazer parte de uma abordagem de segurança legal e abrangente, que necessariamente envolverá procedimentos operacionais adicionais, e podem exigir outros sistemas, produtos ou serviços para serem mais eficazes. A IBM NÃO GARANTE QUE NENHUM DE SEUS SISTEMAS, PRODUTOS OU SERVIÇOS ESTEJA IMUNE NEM QUE TORNARÁ SUA EMPRESA IMUNE A CONDUTAS MALICIOSAS OU ILEGAIS POR PARTE DE TERCEIROS.