Uma série de sucessos
O IBM Power Systems Virtual Server ajuda a FNZ a fazer upgrade de sua abordagem de testes, entre outros itens
Vista aproximada de um homem maduro cercado por monitores e uma tela holográfica que ele está lendo.

Às vezes, uma única mudança de sucesso pode trazer uma série de vitórias relacionadas. Pergunte a John Cullen, arquiteto técnico chefe da Asset Management Infrastructure Division of FNZ (UK) Ltd., uma empresa de serviços financeiros sediada em Edimburgo, Escócia.

Há vários anos, Cullen e sua equipe começaram a automatizar os testes de software com o objetivo de aumentar a velocidade com a qual poderiam implementar novas versões de sua principal plataforma digital de gerenciamento de riqueza, a Figaro. Funcionou. Eles conseguiram reduzir a quantidade de dias dos ciclos de testes.

Mas a equipe de testes estava compartilhando uma partição lógica (LPAR) com a equipe de desenvolvimento e, com o tempo, a estratégia de testes bem-sucedida começou a desacelerar o desenvolvimento de software importante. Cullen e sua equipe tentaram resolver o problema executando seus testes após o horário comercial, mas não foi a solução ideal.

"Fazíamos uma alteração, esperávamos o teste ser executado durante a noite, descobríamos que havíamos introduzido um bug, corrigíamos, esperávamos o teste ser executado durante a noite... e assim por diante, até o ponto em que começamos a desacelerar nossos próprios processos, o oposto do que queríamos", explica Cullen.

Configuração do servidor

 

A FNZ pode executar um novo servidor virtual em apenas 10 minutos

Testes mais rápidos

 

Com a nova plataforma, a FNZ pode concluir seus testes de forma pelo menos 15x mais rápida

 

Basta encontramos a imagem certa, configurá-la, rodar os testes e pronto. John Cullen Chief Technical Architect, Asset Management Infrastructure Division FNZ (UK) Ltd.

Em seguida, a equipe considerou a criação de uma LPAR separada e dedicada para a execução de testes. “Isso sem dúvida teria resolvido o nosso problema, mas não teria sido rentável e não teria sido escalável”, explica Cullen. “Queremos continuar adicionando mais testes, por isso precisávamos de uma solução adequada e econômica que resolvesse o problema de escalabilidade.”

Cullen encontrou essa solução com a plataforma de teste como serviço do IBM Business Partner CSI Limited, que é executada no IBM® Power® Systems Virtual Server.

Uma solução poderosa e escalável

Figaro é um sistema muito grande, com milhões de linhas de código, milhares de tabelas e cerca de 25.000 objetos de programa. Historicamente, ele foi executado no IBM i em servidores Power, então a migração para o IBM Power Systems Virtual Server era natural. Mas a escolha de Cullen vai além de encontrar a combinação certa de servidor e sistema operacional.

Com o IBM Power Systems Virtual Server e a oferta de teste como serviço da CSI, Cullen e sua equipe têm todo o poder computacional de que precisam, quando precisam. “Com essa configuração, podemos solicitar um servidor virtual com a versão necessária do Figaro e o conjunto de dados apropriado, executar nossos testes nele e, em seguida, excluir o servidor virtual”, comenta Cullen.

A capacidade de acessar a versão correta do Figaro é fundamental. O cronograma atual de lançamentos da FNZ precisa de novas versões do software a cada trimestre, com correções a cada duas semanas. Para que os testes sejam eficientes e econômicos, a equipe de Cullen precisa conseguir criar uma versão precisa e atualizada do software conforme necessário. “Não queremos uma situação em que, para executar um teste, que pode demorar apenas 15 minutos para ser executado, tenhamos que instalar uma grande quantidade de correções para chegar ao ambiente de trabalho. Tudo precisa ser pré-construído”, diz ele.

Para isso, a equipe depende de uma abordagem em estilo Docker, que usa camadas para criar imagens. "Você tem um ponto de partida conhecido e adiciona camadas além dele. Pegamos o estoque de imagens do IBM Power e gradualmente colocamos camadas em mais e mais software de configuração até termos um ambiente totalmente funcional", explica Cullen.

Agora, a equipe de Cullen automatizou todo o processo de construção de imagens para manter tudo atualizado, usando um programa observador para identificar artefatos recém-publicados. “Digamos que queremos atualizar da versão 1.2 para 1.3 do nosso sistema. Quando enviamos a correção da versão 1.3 para o repositório de artefatos, o observador vê isso e ativa a versão anterior em uma máquina virtual, instala a correção da versão 1.3, salva os resultados e exclui a máquina virtual.”

Como resultado desse processo, a FNZ sempre tem um ambiente pronto para teste. "Basta encontramos a imagem certa, configurá-la, rodar os testes e pronto", explica Cullen.

Além disso, com a abordagem baseada no Docker, se algo for alterado nas camadas intermediárias, não será necessário reconstruir nenhuma das camadas adjacentes. "É bastante eficiente", observa Cullen.

A solução CSI utiliza também a tecnologia de gerenciamento de multinuvem IBM Cloud Pak®, que é executada no Red Hat® OpenShift® (link externo a ibm.com). Especificamente, os recursos de gerenciamento de automação da nuvem da oferta ajudam a FNZ a organizar, modelar e parametrizar as definições do sistema Terraform, enquanto os scripts de automação do Red Hat Ansible® (link externo a ibm.com) implementam totalmente o aplicativo.

Uma das principais razões pelas quais queríamos buscar uma solução da IBM Cloud em vez de algo que apenas corrigisse nosso problema de curto prazo, era para poder ter novas instâncias do nosso software para diferentes propósitos. O IBM Power Systems Virtual Server nos permitirá fazer isso. John Cullen Chief Technical Architect, Asset Management Infrastructure Division FNZ (UK) Ltd.
Muitas possibilidades

Hoje, Cullen e sua equipe alcançaram mais do que haviam definido como objetivo original de aumentar a taxa com que a FNZ lança novas versões do Figaro. Eles criaram um ambiente de teste automatizado robusto que permite configurar novas máquinas em apenas 10 minutos e, em seguida, executar vários testes em paralelo ou em sequência. Como resultado, a FNZ pode realizar testes no novo ambiente pelo menos 15 vezes mais rápido do que antes.

O ambiente oferece também acesso fácil a software atualizado e a quantidade certa de poder de computação sem ter que pagar por nada que seja desnecessário. Na verdade, o IBM Power Systems Virtual Server pode ter um custo a partir de 100 libras esterlinas por dia.

Cullen confirma que a FNZ está caminhando par um futuro na nuvem. "Agora que temos uma solução que funciona para o nosso grupo de testes, para ativar automaticamente os ambientes do Figaro on demand, podemos usá-la para nossas equipes de desenvolvimento. Eles precisam de seus próprios ambientes dedicados para fazer testes, principalmente se estiverem fazendo testes de desempenho, em que precisam de um ambiente separado e não afetado por outras atividades que estejam ocorrendo no sistema", explica ele.

Cullen tem em mente outros usos para a solução IBM, incluindo a possibilidade de oferecer uma solução semelhante aos clientes da FNZ. "Uma das principais razões pelas quais queríamos buscar uma solução da IBM Cloud em vez de algo que apenas corrigisse nosso problema de curto prazo, era para poder ter novas instâncias do nosso software para diferentes propósitos. O IBM Power Systems Virtual Server nos permitirá fazer isso."

Para saber como a IBM e a CSI ajudaram a FNZ a transformar seu principal ambiente de produção, clique aqui.

Logotipo da FNZ
Sobre a FNZ (UK) Ltd.

A FNZLink externo (link externo a ibm.com) é uma empresa global de serviços financeiros fundada em 2004 e sediada em Edimburgo, Escócia. As instituições financeiras usam as soluções e os serviços da FNZ para ajudar os clientes a gerenciar e aumentar sua riqueza. A FNZ emprega aproximadamente 3.000 pessoas e tem operações em 12 países. Em 2019, a FNZ adquiriu a JHC Finance, uma empresa de software de gestão de patrimônio. Os ativos sob gestão da empresa ultrapassam os 700 mil milhões de libras esterlinas.

CSI Limited

Fundada em 1983, a CSI (link externo o ibm.com) é uma prestadora de serviços gerenciados de TI com sede em Birmingham, Inglaterra. Ele oferece soluções de infraestrutura, proteção de dados e segurança cibernética a vários clientes em toda a Europa. A CSI é parceira de negócios da IBM desde a sua fundação.

Dê o próximo passo

Para saber mais sobre as soluções IBM apresentadas nesta história, entre em contato com seu representante da IBM ou com o IBM Business Partner.

Veja mais histórias de casos Entre em contato com a IBM Universidade das Artes de Londres

O show não pode parar

Leia o estudo de caso
Carus

Navegação tranquila

Leia o estudo de caso
Coca-Cola European Partners

Acelera a transformação estratégica

Leia o blog
Legal

© Copyright IBM Corporation 2021. IBM corporation, IBM cloud, New orchard road, Armonk, NY 10504

Produzido nos Estados Unidos da América, julho de 2021.

IBM, o logotipo da IBM, ibm.com, IBM Cloud, IBM Cloud Pak e Power são marcas comerciais da International Business Machines Corp., registradas em diversas jurisdições em todo o mundo. Outros nomes de produtos e serviços podem ser marcas comerciais da IBM ou de outras empresas. Há uma lista atualizada das marcas IBM disponível na internet em "Copyright and trademark information" em emibm.com/trademark.

Red Hat®, OpenShift® e Ansible® são marcas comerciais ou marcas registradas da Red Hat, Inc. ou de suas subsidiárias nos Estados Unidos e em outros países.

Este documento é atual na data de sua publicação inicial, podendo ser alterado pela IBM a qualquer momento. Nem todas as ofertas estão disponíveis em todos os países em que a IBM opera.

Os dados de desempenho e exemplos de clientes citados são apresentados apenas para fins ilustrativos. Os resultados práticos de desempenho podem diferir com base nas configurações específicas e nas condições de operação. AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE DOCUMENTO SÃO FORNECIDAS NO ESTADO EM QUE SEM ENCONTRAM, SEM QUALQUER GARANTIA, EXPRESSA OU IMPLÍCITA, INCLUINDO SEM QUAISQUER GARANTIAS DE COMERCIALIZAÇÃO, ADEQUAÇÃO A DETERMINADO FIM E QUALQUER GARANTIA OU CONDIÇÃO DE NÃO INFRAÇÃO. Os produtos IBM têm garantia de acordo com os termos e condições dos contratos sob os quais são fornecidos.