As inovações revolucionárias do passado podem não ser tão valorizadas hoje em dia. Desde que a Electrolux AB foi fundada em Estocolmo, há pouco mais de 100 anos, ela tem automatizado as tarefas cotidianas de maneira revolucionária, introduzindo alguns dos primeiros aspiradores de pó, refrigeradores, máquinas de lavar louça e máquinas de lavar roupas. É claro que isso não nos surpreende mais.

A Electrolux, no entanto, é verdadeiramente uma empresa atual, com visão de futuro. Vinda de Estocolmo em 1919, a Electrolux cresceu e se tornou uma empresa mundial, produzindo 60 milhões de aparelhos anualmente. À medida que continua a trazer novos níveis de automação, eficiência e design elegante às tarefas diárias mais comuns, a Electrolux também está trabalhando em inovações que estão revolucionando o mercado.

A empresa está aplicando a automação não apenas em seus eletrodomésticos, agregando a IA para automatizar as operações com o objetivo de impulsionar a eficiência geral e até mesmo contribuir com metas ambiciosas de sustentabilidade ambiental.

Tempo de resolução de problemas de TI que tradicionalmente demorariam três semanas:

1

hora

A automação de uma tarefa de reparo comum pode economizar

1.000

horas por ano

Complexidade em escala global

Em uma fábrica da Electrolux no nordeste da Itália (ou, com maior frequência em 2020 e 2021, de seu home office) Joska Lot monitorava as operações da infraestrutura global de TI da Electrolux. E é uma infraestrutura vasta e complexa.

Grande parte do crescimento da Electrolux ao longo dos anos ocorreu por meio de aquisições, e cada fusão agregava uma nova infraestrutura física, além de plataformas tecnológicas e ambientes de aplicativos com características específicas. Lot acrescenta: "Temos Windows, temos AIX, temos Linux... Contamos com 10.000 servidores em 65 países, além dos dispositivos de rede conectando-os, 100.000 aplicativos, bancos de dados, regras.

Lot e sua pequena equipe enfrentam dois grandes desafios para garantir a eficiência operacional em uma infraestrutura como esta. O primeiro é integrar todas as plataformas e ambientes a fim de criar uma visão geral unificada. "Se eu não houver uma ferramenta padrão", diz Lot, "meu trabalho será praticamente impossível. Nós tivemos que otimizar".

O segundo desafio era reduzir o "ruído" da rede e identificar as tarefas específicas que manteriam as operações.

Geladeira e forno Electrolux em uma cozinha ensolarada e bem decorada

Integração e automação baseada em IA

Lot e a equipe da Electrolux têm enfrentado há muito tempo esses desafios usando as soluções IBM® Netcool® como sua plataforma integrada de gerenciamento de operações globais de TI. E assim como a Electrolux encontra continuamente novas maneiras de aprimorar seus produtos, Lot e sua equipe agora estão adotando recursos de automação baseados em IA a partir da evolução atual da plataforma IBM Netcool, o IBM Cloud Pak® for Watson AIOps.

Lot acredita que é possível aumentar ainda mais a eficiência crítica usando machine learning para automatizar o que é conhecido em TI como correlação de eventos. "Eventos" são grupos de dados sobre o funcionamento de diversos elementos no ambiente de TI. Eles abrangem uma ampla variedade de fenômenos e a grande maioria dos eventos não indica problemas reais. Correlação de eventos significa agrupar eventos relacionados em "instâncias" para obter uma visão muito mais clara da origem dos problemas reais.

Lot apresenta um exemplo elementar: "Imagine que alguém desconecta acidentalmente um roteador de rede que está conectado a dez computadores. Isso gera 11 eventos diferentes, mas só há um problema real: o roteador precisa ser reconectado". Na verdade, esses 11 eventos são uma única instância. "Mas isso seria uma única gota em nosso oceano", afirma Lot. "Nós vemos cerca de 100.000 eventos por dia". Quanto mais rápido os gerentes de operações de TI como Lot conseguirem enxergar instâncias em vez de eventos, mais rápido eles poderão identificar problemas reais e resolvê-los. Lot esclarece: "É muito importante identificar exatamente quais são seus problemas reais em meio a esta grande demanda para manter suas operações mais eficientes.

No entanto, a correlação de eventos geralmente significa contar com uma equipe de pessoas que dedica muito tempo analisando manualmente alarmes de eventos para encontrar correlações. "Em um ano", afirma Lot, "corrigimos o mesmo tipo de problema 1.000 vezes. E nós tivemos pessoas dedicando uma hora gerenciando essas atividades manualmente". Agora, ao implementar regras baseadas em experiência com a IA, a Electrolux pode automatizar e acelerar esse trabalho.

A Electrolux está apenas começando a implementar esse tipo de automação baseada em IA, mas Lot considera esse passo muito importante. "Identificar a diferença entre eventos e incidentes é o primeiro passo para um gerenciamento completo de IA das operações e, provavelmente, aquele que pode trazer o retorno mais rápido sobre o investimento em tecnologias de autoaprendizagem."

E não se trata apenas de alcançar bons resultados. Ao invés de substituir a inteligência humana, Lot vê o potencial de IA para promover a expertise dos funcionários. "Precisamos investir em novos paradigmas. Temos que explicar por que devemos remover atividades manuais dos funcionários que executam essas atividades muito bem. "Ao automatizar uma tarefa braçal que consome 1.000 horas por ano, a Electrolux pode recuperar não apenas boa parte desse tempo, mas o conhecimento dos funcionários pode ser aplicado a tarefas mais valiosas e de nível superior. Por exemplo, identificando novos critérios de correlação que podem ser adicionados à solução Watson AIOps ou refinando regras e ações baseados em condições locais. Isso gera um círculo vicioso, diz Lot: a automação gera economia de tempo que pode ser realocado para o aprimoramento da automação. Enquanto isso, os funcionários podem aprofundar seu conhecimento.

Para Lot, o próximo passo é descobrir a conteinerização da solução de monitoramento. Trabalhando com a IBM, ele concluiu recentemente um ambiente de desenvolvimento na plataforma de contêineres Red Hat® OpenShift® da solução IBM Cloud Pak e ele e sua equipe estão testando os recursos do Watson AIOps como soluções de contêineres no OpenShift. O ambiente de monitoramento atual foi implementado em grande parte localmente, mas Lot acredita que implementar versões em contêineres na plataforma Microsoft Azure da Electrolux poderia ser uma maneira mais eficiente de obter informações atualizadas de monitoramento e novos recursos nesse cenário heterogêneo.

Joska Lot, Global Solution Service Architect:  Monitoring and Events Management, Electrolux AB

Joska Lot, Global Solution Service Architect: Monitoring and Events Management, Electrolux AB

Eficiência, resiliência e sustentabilidade

"O tempo de resolução de problemas não são mais de três semanas, mas de uma hora". É assim que Lot resume a diferença entre o gerenciamento de eventos tradicional e os AIOps integrados e automatizados.

Essa eficiência tem um impacto direto em nosso core business. Economizar três semanas de um problema de TI em uma fábrica, por exemplo, significa evitar três semanas de capacidade de produção reduzida. E este efeito é global. A capacidade de resolver rapidamente os problemas de TI no mundo todo é um grande avanço para alcançar a eficiência de custos e aumentar os volumes de fabricação.

Lot conectou também a solução de monitoramento a sensores em máquinas e equipamentos de linha de produção real, criando um aplicativo aos moldes da Indústria 4.0 para ferramentas de monitoramento que eram tipicamente gerenciadas por TI. Em uma instância, a equipe de Lot detectou falhas frequentes em dispositivos de leitura ótica que escaneiam peças para montagens de eletrodomésticos. Ao descobrir que um determinado modelo de dispositivo de leitura ótica estava apresentando defeito, a Electrolux descontinuou seu uso e evitou ainda mais tempo de inatividade.

A Electrolux também usa a solução integrada durante a pandemia de COVID-19, pois Lot e muitos de seus colegas mudaram para o trabalho remoto. "Nós temos o ambiente global sob controle a partir de um único ponto de controle", diz Lot. "E essas informações estão automaticamente disponíveis em um PC, em um tablet ou no celular. Assim, podemos oferecer continuamente serviços de TI para todos os nossos escritórios e fábricas no mundo".

E, por fim, os recursos de AIOps contribuem para obter mais inovação e de maior impacto. Desde 2005, a Electrolux reduziu as emissões de CO2 absolutas de suas operações em pelo menos 75%. Mais adiante, em 2019, a empresa associou-se voluntariamente à Business Ambition for 1.5 °C, uma iniciativa liderada pelas Nações Unidas para ajudar a limitar o aumento da temperatura global. A Electrolux reuniu esforços e comprometeu-se a alcançar as metas de zerar as emissões líquidas de carbono até 2050. Para cumprir esta promessa será necessário usar recursos de maneira otimizada. É nessa área que o AIOps ganha maior destaque. Ao automatizar tarefas que asseguram a utilização adequada da CPU e o bom funcionamento do hardware do servidor e do datacenter, a Electrolux pode reduzir o consumo de energia e uso de ar-condicionado, que são as principais origens das emissões de carbono. Novamente, como explica Lot, é uma questão de escala: "Ao multiplicar essas iniciativas em todas as nossas salas de servidores teremos grandes resultados".

Logotipo da Electrolux

Sobre a Electrolux AB

Com sede em Estocolmo, onde foi fundada em 1919, a Electrolux (link externo) é uma empresa multinacional líder no mercado de eletrodomésticos cujas marcas incluem Electrolux, AEG, Anova, Frigidaire, Westinghouse e Zanussi.

As imagens nesta página foram extraídas de www.electrolux.com (link externo).

Componente da solução
IBM Cloud Pak® for Watson AIOps

© Copyright IBM Corporation 2022. IBM Brasil Ltda, IBM Cloud, Rua Tutóia, 1157, CEP 04007-900, São Paulo-SP

Produzido nos Estados Unidos da América, janeiro de 2022.

IBM, o logotipo da IBM, ibm.com, e IBM Cloud, IBM Cloud Pak, e Netcool são marcas comerciais da International Business Machines Corp., registradas em muitas jurisdições no mundo todo. Outros nomes de produtos e de serviços podem ser marcas registradas da IBM ou de outras empresas. Uma lista atual de marcas comerciais da IBM está disponível na web em www.ibm.com/legal/copytrade.

Red Hat® e OpenShift são marcas comerciais registradas da Red Hat, uma empresa IBM.

Este documento foi atualizado a partir da data inicial da publicação e pode ser modificado pela IBM a qualquer momento. Nem todas as ofertas estão disponíveis em todos os países nos quais a IBM opera.

Os dados de desempenho e exemplos do cliente citados são apresentados somente para fins ilustrativos. Resultados de desempenho reais podem variar dependendo das configurações específicas e das condições operacionais.

AS INFORMAÇÕES PRESENTES NESSE DOCUMENTO SÃO FORNECIDAS “NO ESTADO EM QUE SE ENCONTRAM”, SEM GARANTIAS DE QUALQUER TIPO, EXPRESSAS OU IMPLÍCITAS, INCLUSO SEM GARANTIAS DE COMERCIALIZAÇÃO, ADEQUAÇÃO A UM DETERMINADO FIM E QUALQUER GARANTIA OU CONDIÇÃO DE NÃO VIOLAÇÃO.Os produtos IBM possuem garantias de acordo com os termos e condições dos contratos aos quais estão sujeitos.