Início Page Title ADVINI A AdVini, principal produtora de vinhos terroir da França, escolheu a nuvem da IBM para focar no seu crescimento
paisagem do vinhedo

AdVini, líder francesa em vinhos de terroir, foi fundada há 150 anos em Saint-Félix-de-Lodez, na região de
Hérault. A empresa expandiu muito nos últimos anos, graças ao crescimento externo sustentado por meio da
aquisição de vinhedos prestigiados em Borgonha, Vale do Rhône, Provence, Languedoc, Roussillon,
região de Bordeaux e África do Sul. Este rápido desenvolvimento sobrecarregou o sistema de informação "no
local" da empresa, levando o departamento de TI a procurar uma solução de migração para a nuvem.

Veja a página "histórias de clientes" em francês

IBM Cloud for SAP

Desafio de negócio

A AdVini sempre trabalhou com tecnologias avançadas para desenvolver seus negócios. Durante anos, a empresa utilizou ferramentas SAP para gerenciar toda a cadeia de produção, desde o cultivo e colheita até a vinificação e entrega dos produtos finais. Embora firmemente ancorado na estrutura organizacional da empresa, o modelo "no local" entrou em declínio gradual, incentivando a consideração de uma transição para a nuvem. Na verdade, existem quatro desafios principais que levaram o departamento de TI a investigar essa solução.


Crescimento da empresa: o desenvolvimento da AdVini por meio de operações de crescimento externo exige a incorporação regular de novas empresas, novos recursos, novos usuários... Isso exige investimentos tecnológicos, recursos humanos e tempo.


Riscos "físicos": o sistema de TI central está localizado na sede da empresa em Saint-Félix-de-Lodez. Um paraíso das vinícolas, esse local é, no entanto, isolado, e as infraestruturas de telecomunicações e elétrica não são tão robustas quanto as das grandes cidades.


O risco "cibernético": com a adição de novos usuários e novas empresas, há um aumento do risco de invasão. Ao mesmo tempo, as tentativas de invasão afetam um número crescente de setores econômicos, incluindo a indústria agrícola.


Finalmente, a evolução tecnológica: a AdVini construiu seu SI baseado na oferta da SAP (ECC, Banco de Dados HANA, Business Objects...). Instalados em servidores extremamente potentes em 2013, eles começaram a atingir seus limites devido aos recursos exigidos pelos volumes de dados de 25 sites e 6 diferentes plantas de produção

Transformação

A AdVini escolheu a IBM para migrar suas aplicações para a nuvem. De fato, as empresas se conhecem há muito tempo, pois a Advini adotou o AS400 (IBM Power i) quando criou seu SI. Em 2013, também foram engenheiros da IBM que instalaram a primeira versão do SAP HANA. Hoje, a empresa continua a usar a IBM para diversas tecnologias, incluindo inteligência artificial. Por exemplo, a AdVini utiliza a plataforma IBM Watson para prever as necessidades hídricas de suas vinhas e proporcionar um gerenciamento de irrigação altamente preciso para seus vinhedos mediterrâneos.

Sob a liderança do departamento de TI da AdVini, três parceiros estiveram envolvidos nessa migração: IBM Cloud para instalação de servidores; Kyndryl, uma empresa de serviços de infraestrutura e spin-off da IBM, para configuração do ambiente, segurança e instalação de um sistema de backup; e, finalmente, a Applium foi escolhida para mover a plataforma SAP para a nuvem.

A implementação levou sete meses, não incluindo uma pausa no projeto devido à construção do BVPN link entre o operador Orange e o IBM Cloud em Frankfurt. Foi realizado uma reformulação total, abrangendo desde os bancos de dados até os serviços de aplicativos, com atualizações para as últimas versões do SAP HANA e SAP Business Objects.

"O compromisso da IBM foi firme durante toda a missão", enfatiza Jérôme Combarnous, gerente de TI da AdVini. “Desde o início, a IBM França entrou em ação, incluindo a equipa de Gestão Geral, para garantir recursos, alto desempenho e segurança. Isto desempenhou um papel muito importante na nossa escolha de parceiro. Durante o período de construção do link BVPN, a IBM trabalhou com a Orange para encontrar uma solução o mais rápido possível. "Apesar dessas complicações, a IBM, que havia se comprometido com um pacote financeiro, manteve os orçamentos, o que é bastante raro para projetos tão grandes", acrescenta Jérôme Combarnous.

O compromisso da IBM foi firme durante toda a missão. Jérôme Combarnous Gerente de TI Advini
Benefícios
 

O sistema provou ser poderoso. Os Bare Metal Server do IBM Cloud ofereciam desempenho previsível e estável. Com o sistema antigo, os backups imobilizavam a infraestrutura ao ponto de prejudicar as equipes de preparação de pedidos diariamente, pois eles eram incapazes de inserir informações logísticas. Essa restrição agora foi totalmente eliminada, resultando em ganhos significativos de produtividade.

A equipe de TI não está mais sob pressão para monitorar os servidores. "Muitas costumamos falar sobre benefícios comerciais ou ganhos organizacionais para a TI, mas há também a dimensão psicológica: para muitos funcionários, e eu sou um deles, não mais ter que carregar esse fardo é extremamente libertador, permitindo-nos trabalhar de forma mais eficaz", diz Jérôme Combarnous. O serviço de plantão e as atualizações são gerenciados 24/7 pelas equipes terceirizadas. A equipe interna agora pode se concentrar nas novas necessidades empresariais e no posicionamento de novos projetos.

"Ao mudar para o IBM Cloud, o núcleo do SI agora está em uma infraestrutura ultra-resiliente", acrescenta Jérôme Combarnous. "E o IBM Cloud possui uma experiência que poucas empresas têm em cibersegurança. Embora saibamos que nada é infalível, a experiência deles no campo nos proporciona uma verdadeira tranquilidade.

Por fim, vamos analisar o aspecto financeiro: apesar do aumento em suas receitas, o AdVini foi afetado pela crise da Covid. Escolher a nuvem possibilitou substituir um grande investimento por uma taxa mensal.

"É um projeto bem-sucedido", conclui Jérôme Combarnous. "E agora estamos prontos para a próxima etapa: a mudança para o SAP S/4 HANA.

Sobre Advini

A AdVini é líder no vinho de terroir francês, com 2.074 hectares de vinhedos nas regiões vinícolas mais renomadas: Ogier e seu Clos de L'Oratoire des Papes em Châteauneuf-du-Pape, Antoine Moueix Propriétés com Château Capet-Guillier em Saint-Emilion e Château Patache d'Aux em Médoc Cru Bourgeoire, Domaine Laroche em Chablis, Maison Champy em Côte-de-Beaune, Vignobles Jeanjean e Mas La Chevalière em Languedoc, Cazes e seu Clos de Paulilles em Roussillon, Gassier com Château Gassier e Château de Roquefeuille em Provence Sainte Victoire.

A AdVini também está presente na África do Sul com quase 250 hectares de vinhedos em Stellenbosch, incluindo L'Avenir, um empreendimento de enoturismo, Ken Forrester Vineyards, Le Bonheur Wine Estate, Stellenbosch Vineyards e Kleine Zalze Wines.

A Advini Wine Estates and Vineyards tem a vantagem de uma reputação em constante crescimento e reconhecimento mundial, permitindo que exportem seus produtos para 110 países.