Be Equal

Cinco tendências de 2022

Compartilhe:

O IBM Institute of Business Value publicou um estudo chamado “5 tendências para 2022 e além”, que nos da um panorama sobre o cenário que vivemos, sobre a recuperação pós-COVID, que para muitas pessoas e empresas a jornada está sendo bem difícil.  A inflação global aumentando, o mercado de talentos mais restrito e que podem surgir desafios para a cadeia de suprimentos.

Novas abordagens aos negócios costumam ser mais bem-sucedidas nesses ambientes difíceis. A pesquisa indica que essas condições desafiadoras apresentam muitas oportunidades para empresas preparadas para fazer ajustes. Além disso, modelos de negócios mais antigos que não funcionam nesses ambientes têm a possibilidade de serem substituídos por novos modelos.

Qual abordagem será a mais bem-sucedida?

O IBM Institute for Business Value pesquisou milhares de consumidores, funcionários e executivos em todo o mundo, e revelou as maiores tendências de demanda, quais mudanças as empresas de alto desempenho fizeram e onde os executivos estão fazendo suas maiores apostas.

Os principais executivos estão reconsiderando como gerenciar essas preocupações em toda a cadeia de valor. Eles estão encontrando novas maneiras de aumentar a flexibilidade, fortalecer a segurança cibernética e reduzir os impactos ambientais a cada passo. Eles também estão redefinindo como as pessoas e a tecnologia podem trabalhar juntas em uma cultura organizacional que coloca as pessoas em primeiro lugar.

E lá vamos nós para as Cinco tendências para 2022:

  • A transformação digital  tornou-se um pré-requisito:

Antes da pandemia do COVID-19, a transformação digital ainda estava começando. Após o surto, no entanto, as organizações aumentaram seus investimentos em iniciativas digitais. A pesquisa revelou que 60% das organizações pesquisadas fizeram isso por causa da pandemia. Além disso, 55% das organizações pesquisadas alteraram suas estratégias organizacionais gerais em relação à transformação digital.

56% dos CEOs acreditam que buscar flexibilidade e agilidade operacional é uma prioridade maior do que qualquer outra iniciativa nos próximos dois a três anos. Muitos executivos concluíram que a transformação não vai desaparecer tão cedo, então eles se concentram em tornar suas empresas mais flexíveis e responsivas.

  • O capital humano é  precioso e escasso

A virtualização do trabalho permitiu que as empresas acessassem talentos globais com muito mais facilidade. Porém na a gestão de talentos se mostrou um jogo de soma zero; isso significa que as empresas precisam alterar seus modelos de negócios. Elas devem priorizar fazer com que seus funcionários se sintam valorizados e provar que suas contribuições são importantes.

Um terço dos trabalhadores pretendia mudar de emprego até o final de 2021. Outros 15% pretendem mudar de emprego até o final de 2022. Se uma empresa não atender às necessidades de seus funcionários, eles podem sair e deixar vagas em aberto.

  • A sustentabilidade e a transparência  são prioridades urgentes

93% dos consumidores globais foram influenciados pela pandemia em seus pensamentos sobre o que é sustentável. Isso ocorre porque eventos traumáticos recentes fizeram com que as pessoas reconsiderassem suas prioridades e redefinissem suas responsabilidades.

Quatro em cada cinco consumidores disseram acreditar que bem-estar e sustentabilidade devem andar juntos. Eles também disseram que preferem comprar marcas que coloquem as pessoas e o planeta em primeiro lugar quando se trata de proteção. Além disso, eles disseram que os benefícios de saúde e bem-estar são importantes ao escolher uma marca.

Aproximadamente um terço dos consumidores afirmou que sua última compra incluiu produtos sustentáveis ​​ou ecologicamente corretos. Essa é uma proporção significativamente menor do que as empresas pensam que os consumidores estão dispostos a gastar em tais produtos. Essa discrepância sugere que muitas empresas não oferecem esses itens atualmente, apesar de existir uma nova demanda.

  • A adoção da tecnologia deve redefinir as operações de negócios

A transformação digital requer mais do que pequenas mudanças tecnológicas; em vez disso, as empresas devem repensar completamente seus métodos para aproveitar ao máximo os avanços tecnológicos.

Os funcionários não devem se concentrar no desenvolvimento de soluções inovadoras para problemas específicos. Em vez disso, eles devem trabalhar na implementação de sistemas abrangentes que revolucionarão os modelos de negócios. Os executivos não devem hesitar em experimentar novas ideias; assumir riscos e adotar novas tecnologias torna os negócios mais lucrativos. De fato, a pesquisa mostra que a adoção de uma nova tecnologia causa uma queda de 10% na receita para empresas que não penalizam o fracasso.

A Kroger é um exemplo desse comportamento. Eles implementaram tecnologia exponencial em suas operações para competir com a eficiência da Amazon. Isso foi feito para responder à mudança de hábitos de compra. Alguns dos produtos implementados pela Kroger são um programa de carrinho de compras inteligente chamado KroGO e Dash Carts, que foram implementados pela Amazon em 2020.

O sistema de carrinho inteligente adiciona itens a uma conta à medida que os clientes os colocam no carrinho. Não há necessidade de escanear itens; o sistema lê o que está no carrinho. Em outubro de 2021, o mercado anunciou planos para abrir dois centros automatizados de atendimento ao cliente. O objetivo era aumentar a capacidade de distribuição sob demanda.

  • Confiança e segurança são a base da inovação sustentável

A movimentação de dados entre vários sistemas locais ou baseados em nuvem é difícil de proteger. De cada 10 organizações, 7 não têm como proteger os dados nessa situação. Isso ocorre porque as empresas que usam tecnologias, plataformas e ecossistemas baseados em nuvem enfrentam novas ameaças devido ao aumento dos riscos. No entanto, esses mesmos riscos também apresentam novas oportunidades de inovação e crescimento.

92% das organizações não podem proteger novos recursos de nuvem em um ambiente aberto. Isso os torna vulneráveis ​​a incidentes cibernéticos, já que quase todos surgiram em sistemas em nuvem.

As empresas que buscam melhorar sua segurança cibernética devem considerar a adoção de uma abordagem de “Zero Trust”. Isso significa que eles assumem que pessoas  mal-intencionadas estão presentes em qualquer sistema e exigem que todas as trocas de dados sejam autenticadas e verificadas. Isso pode ser feito abrindo as fronteiras de uma maneira mais segura. Além disso, isso permite que as empresas descentralizem os sistemas, o que é necessário ao expandir significativamente a capacidade da nuvem para trabalho remoto, integração da cadeia de suprimentos e melhoria da experiência do cliente.

Mais da metade das empresas não têm a mesma confiança em suas conexões com parceiros externos. Para quem aplica o método de segurança Zero Trust, no entanto, esse número é maior: 54% afirmam ter aumentado a confiança nessas conexões externas. Isso ocorre porque redes em nuvem seguras e abertas podem criar um ciclo virtuoso de novas ideias e colaboração.

Na imagem abaixo, o IBM Institute of Business Value publicou um guia de ação para adotarmos as tendências listadas:

Espero que tenham gostado do material e das tendências, nos vemos em breve!

Leia o estudo completo em: https://www.ibm.com/downloads/cas/WOW5NQEV

Sales Acceleration

Leia mais sobre

Afinal o que é esse tal de FinOps ?

Um novo termo surgiu no mercado à medida em que as organizações começaram a migrar suas cargas de trabalho para nuvem e a modernizar suas aplicações: FinOps. Afinal, o que é esse tal de FinOps? Assim como o DevOps revolucionou o desenvolvimento, aumentando a agilidade e aproximando os times de Desenvolvimento e Operações, FinOps também […]

O que é Data Fabric?

Não é segredo para ninguém que as empresas estão coletando dados de diversas plataformas e com uma velocidade nunca vista. Toda essa coleta, combinada à capacidade computacional disponível atualmente, aos algoritmos avançados e ao armazenamento cada vez mais econômico, está consolidando o poder inovador e transformador dos dados. Mas os dados, geralmente ficam isolados em […]

Qual o cenário de compras para o natal?

Os consumidores do mundo todo estão prontos para comemorar e gastar nas festas de fim de ano, mas o cenário ainda é de incertezas. O que diz o estudo? De acordo com o relatório anual de compras e viagens de fim de ano divulgado pelo Institute for Business Value (IBV) da IBM, muitos consumidores do […]