Como ter sucesso na modernização de aplicações no IBM Z

By | 4 minute read | 30/09/2021

Simplifique a modernização de aplicações em uma plataforma de nuvem híbrida corporativa

Se você quer criar novas experiências ao usuário, aprimorar os processos de desenvolvimento e descobrir oportunidades de negócios, a modernização de suas aplicações corporativas existentes é um passo importante para a sua estratégia de TI. A modernização de aplicações pode facilitar a transição geral para um ambiente de nuvem híbrida, introduzindo a flexibilidade para desenvolver e executar aplicações no ambiente de sua escolha.

Quer esteja se concentrando mais em aplicações corporativas tradicionais ou nativas em nuvem, garanta o total aproveitamento dos recursos de gerenciamento de nuvem híbrida e dos pipelines de automação de DevOps para implementação, configuração e atualização de aplicações.

Com uma abordagem nativa em nuvem para a modernização, seus desenvolvedores podem utilizar uma arquitetura baseada em microsserviços. Eles podem utilizar containers e uma plataforma correspondente de orquestração de containers (como Kubernetes e Red Hat® OpenShift®) para desenvolver aplicações uma só vez e executá-las em qualquer lugar, inclusive localmente no seu data center ou externamente em uma ou mais nuvens públicas.

Os benefícios da modernização em uma plataforma de nuvem híbrida corporativa

Em todas as fases da modernização, é possível minimizar os riscos e a complexidade, trabalhando em uma plataforma que permite o desenvolvimento, a execução e o gerenciamento de aplicações críticas de modo consistente, em um ambiente de nuvem híbrida. Isso garantirá que todos os elementos da aplicação sejam feitos de modo confiável, reproduzível e seguro, além de ajudar você a eliminar as barreiras à produtividade e à integração.

Para isso, considere trabalhar com o IBM Z® ou o IBM LinuxONE como sua plataforma principal para modernização de aplicações. Em qualquer uma dessas plataformas, é possível continuar executando suas aplicações existentes e, ao mesmo tempo, conectá-las à novas, nativas em nuvem, no seu próprio ritmo, o que reduz os riscos e as despesas. Você também poderá aproveitar o desempenho, a confiabilidade e a privacidade inerentes da plataforma à medida que moderniza seu conjunto de tecnologia. Eles também oferecem uma base para as modernas aplicações baseadas em container (por exemplo: web e middleware, nuvem e DevOps, linguagens de programação e tempos de execução modernos, bancos de dados, análise e monitoramento).

Considere os seguintes benefícios:

Utilização flexível e eficiente. O IBM Z e o IBM LinuxONE oferecem três abordagens de virtualização para gerenciar picos e dar suporte a mais aplicações críticas com: IBM Logical Partitions, IBM z/VM® e KVM. Os recursos avançados desses hypervisors contribuem para a utilização geralmente alta proporcionada pelo IBM Z e pelo IBM LinuxONE.

Mais desempenho do software com menos plataformas. Ative um número 2,3 maior de containers por núcleo em um IBM z15 LPAR, em comparação com uma solução x86 bare metal1, que executa uma carga de servidor da web idêntica, e coloque os aplicações nativas em nuvem no mesmo local onde residem os dados corporativos e os aplicações baseadas em máquina virtual do z/OS e do Linux, a fim de explorar conexões de API de baixa latência para os dados essenciais aos negócios. Isso permite o uso de menos núcleos do IBM Z e do IBM LinuxONE para executar um conjunto equivalente de aplicações com níveis de rendimento comparáveis aos das plataformas concorrentes.

Mesmo local para aplicações nativas em nuvem e dados essenciais aos negócios. O IBM Z e o IBM LinuxONE hospedam os dados essenciais da sua empresa. A execução do Red Hat OpenShift na partição lógica adjacente às partições do z/OS® proporciona uma comunicação segura de baixa latência com seus dados corporativos por meio do IBM z/OS Cloud Broker. Isso oferece um desempenho superior devido ao menor número de saltos da rede. O processo também proporciona uma comunicação altamente segura entre as novas aplicações nativas em nuvem e os data centers corporativos, já que o tráfego da rede nunca precisa sair do servidor físico.

Segurança e resiliência comprovadas. Utilize a plataforma de solução mainstream mais confiável (com o único hypervisor entre os principais concorrentes) e certificada com o nível mais alto de EAL5 +.

Surgiu alguma dúvida? Entre em contato com a nossa equipe para mais detalhes.

 

1Resultados de desempenho com base em testes internos da IBM que executaram o servidor da Web NGINX dockerizado em um LPAR z15 nativo, em comparação com a execução bare metal do servidor em uma plataforma x86 comparável. Os resultados podem variar. Configuração z15: LPAR com 2 IFLs dedicados, 32 GB de memória, 40 GB de armazenamento DASD, SLES 12 SP4 (modo SMT) executando o Docker 18.09.6 e o NGINX 1.15.9. Configuração x86: 2 CPUs Intel® Xeon® Gold 6140 @ 2,30 GHz com Hyperthreading ativado, 32 GB de memória, 40 GB de armazenamento SSD RAID5 local, SLES12 SP4 executando o Docker 18.09.6 e o NGINX 1.15.9.