Voltar ao início

Tornar o retalho mais inteligente

Acelerar as cadeias de fornecimento. Reforçar a fidelidade. Melhorar as margens.

Cadeias de fornecimento mais inteligentes


Pense no aspecto de uma cadeia de fornecimento inteligente: Está ligada uniformemente em todos os pontos, distribui informações digitais em tempo real e funciona num modo "detectar e responder". Agora, temos a tecnologia para isso e a IBM está a ajudar retalhistas visionários a utilizá-la.

Smarter supply chains help retailers develop customer loyalty and consumer advocacy.

A Yansha, uma loja de comércio a retalho regional chinesa de marcas de luxo, implementou uma plataforma pioneira de cadeia de fornecimento baseada em SOA para os seus 1.800 fornecedores, melhorando os prazos de entrega de 2,5 dias 4,5 horas.

Smarter supply chains help retailers develop customer loyalty and consumer advocacy.

A Max Bahr Holzhandlung GmbH (US), um empresa pioneira desde 1879 no mercado "faça você mesmo" altamente competitivo da Alemanha, precisava de satisfazer a procura dos clientes por 40.000 produtos em 80 pontos de venda. Com uma solução de inventário dinâmica, mais de 90% das propostas de reabastecimento são convertidas em encomendas sem qualquer revisão.

O METRO Group (US) está a utilizar tecnologias de sensor e RFID como estrutura central da sua solução de acompanhamento do fornecimento de carne. Cada tabuleiro está identificado de modo a que seja visível durante todo o respectivo ciclo de vida na loja, desde o embalamento ao ponto de venda.

 

 

 

De acordo com o inquérito que realizámos a 30.000 consumidores dos Estados Unidos em Setembro e Novembro de 2008, 92% estão a fazer sacrifícios em algumas áreas de gastos e 59% têm um orçamento menos discricionário do que no ano passado. No entanto, os tempos inconstantes fizeram com que o apoio ou a fidelidade quase duplicasse desde 2007, com os consumidores a contar com os retalhistas em quem confiam.

 

Lealdade do cliente

A primeira paragem para a maioria das compras é a Internet: 92,5% dos adultos referiram que procuram, regular ou ocasionalmente, produtos online antes de os comprar numa loja.1 Ainda assim, mais de 76% por cento dos consumidores online referiram que o conteúdo é, normalmente, insuficiente para concluir a investigação e efectuar uma compra online.2

As funcionalidades da Web 2.0, com as possibilidades de troca ascendente de informações e colaboração, oferecem uma magnífica oportunidade de reforço da lealdade do cliente. Os retalhistas podem disponibilizar informações detalhadas sobre produtos, obter feedback dos utilizadores, ter acesso às ideias dos clientes para produtos futuros e reforçar relações através de funcionalidades de comunidade, tais como críticas, blogues e boletins informativos. Os sistemas mais inteligentes permitem aos retalhistas recolher e agir sobre dados de clientes, de modo a criar e vender produtos em sintonia com os respectivos mercados.

A Moosejaw Mountaineering (US), um retalhista em rápido crescimento, deve muito do seu sucesso a uma base de clientes extremamente leal que é cultivada ao tornar o sítio da Web num destino moderno e de visita obrigatória com vastas funcionalidades de comunidade. A Moosejaw faz corresponder à excitação e promessa da marca online uma experiência de cliente positiva e uniforme que abrange dispositivos móveis e lojas.

A Gewandhaus Gruber (US), um xxx retalhista com 350 anos de história na área da costura e do comércio a retalho, lançou o primeiro programa de lealdade baseado na identificação de impressões digitais que faculta informações de venda, reduz custos e recompensa os membros.

A Mitsokushi (US), um dos líderes no comércio a retalho do Japão, está a tentar penetrar no mercado crescente da população com mais de 65 anos através de funcionalidades de acessibilidade aperfeiçoada no sítio da Web.


 

 

 

 

Os consumidores estão instrumentados a tecnologia tornou-os mais inteligentes do que nunca.

Operações mais inteligentes

Muitos retalhistas cresceram através de aquisições, que podem resultar em sistemas complexos constituídos por silos.

A 1-800-FLOWERS.COM, a maior florista e loja de prendas do mundo, necessitava de uma melhor coordenação entre as suas 14 marcas. A IBM ajudou a empresa a criar um sítio de comércio electrónico que irá unir todas as marcas, permitir o rápido desenvolvimento de novos sítios da Web e facilitar a venda cruzada entre as marcas do grupo e a partilha de informações, para proporcionar um serviço ao cliente de qualidade superior. Uma arquitectura orientada para serviços (SOA) ajuda a estabelecer a ponte entre o sistema antigo e o novo sistema. Além disso, a 1-800-FLOWERS.COM lançou o "Celebrations," um sítio de rede social para ligar pessoas, que suporta os valores de marca de uma empresa criada com o objectivo de comercializar e transformar eventos e ocasiões em celebrações.


 

1 BIG Research, Simultaneous Research Study, ,Março de 2007

2 e-Tailing group, Social Shopping Study, Novembro de 2007

Video not available.