Loading
Pessoa olhando para dois monitores de computador
Da solução APM tradicional à observabilidade empresarial

01

6 min. de leitura

Monitoramento moderno do desempenho das aplicações

As empresas precisam monitorar o desempenho das aplicações para evitar problemas e interrupções no funcionamento e ajudar as equipes de DevOps a entregar softwares melhores e mais rapidamente. No entanto, no ambiente de aplicações atual, esse trabalho se tornou mais complicado.

As ferramentas de monitoramento do desempenho de aplicações (APM) foram projetadas para ajudar as equipes de TI a acompanhar continuamente o desempenho das aplicações com o objetivo de identificar e solucionar problemas e otimizar o uso de recursos. Essas tarefas são muito importantes porque é preciso saber quando o site ou a aplicação não está funcionando, determinar o problema rapidamente e evitar que ele se repita. Com as ferramentas APM, as empresas têm visibilidade do desempenho das aplicações e podem garantir um desempenho confiável.

Na última década, os ambientes de aplicação se tornaram mais complexos. A mudança é constante, e os ambientes modernos incluem aplicações e serviços nativos em nuvem em arquiteturas distribuídas com interdependências altamente complexas. Monitorar um stack de aplicações moderno, que consiste em vários sistemas e ferramentas díspares, não é tarefa fácil, mas continua sendo mais importante do que nunca.

Pessoa no escritório olhando vários monitores de computador

Por que monitorar o desempenho das aplicações é importante

O desempenho das aplicações pode afetar diretamente o sucesso dos seus negócios. Afinal de contas, aplicações não confiáveis podem prejudicar sua marca e resultar em perda de receita e produtividade.

Pense na experiência do usuário. Seus clientes e funcionários contam com determinadas aplicações para trabalhar de forma rápida e eficaz. Além disso, a demanda por experiências digitais simplificadas e interessantes está maior do que nunca. Os usuários têm muito pouca paciência para aplicações lentas ou que apresentam falhas. Basta uma experiência negativa para os clientes abandonarem sua aplicação ou seu negócio. Por isso, é essencial evitar períodos de inatividade. Sua reputação depende de aplicações que funcionam sem problemas 24x7.

O desempenho das aplicações também tem uma relação direta com a eficiência do uso de recursos e a rapidez de entrega de novas aplicações e serviços. Aplicações lentas reduzem a produtividade dos funcionários e mantêm sua equipe de TI ocupada com a correção de problemas, em vez de fornecer produtos e serviços inovadores aos clientes.

As ferramentas APM oferecem visibilidade das aplicações para você entender o que não está funcionando e o motivo e evitar futuros problemas. As ferramentas APM podem ajudar você a:

  • Manter seus usuários satisfeitos.
  • Evitar o desperdício de tempo e recursos.
  • Ajudar as equipes de TI a trabalhar com mais eficiência.
  • Isolar rapidamente a causa-raiz de um problema e chegar a uma resolução em menos tempo.
  • Entender as inter-relações no seu ambiente de aplicações.
  • Gerar dados.
  • Lançar aplicações antes da concorrência.

O ambiente de aplicações moderno

Todos esses possíveis benefícios de uma ferramenta APM são extremamente importantes. No entanto, o ambiente de aplicações moderno é muito diferente do que era há 10 ou 15 anos, quando as ferramentas APM foram lançadas. O lançamento de aplicações nativas em nuvem, microsserviços, contêineres e Kubernetes na última década transformou o stack de aplicações. Além disso, os ciclos de desenvolvimento de aplicações estão cada vez mais rápidos devido à agilidade da metodologia de desenvolvimento. Os pipelines de integração e entrega contínuas (CICD) incluíram automação e monitoramento contínuo nos ciclos de vida de desenvolvimento de aplicações.

Você já conhece o benefício da visibilidade para a integridade do seu ambiente de aplicação. A solução APM que você adotou anos atrás provavelmente atendeu às necessidades, proporcionando a visibilidade e os insights necessários. No entanto, com o novo stack de aplicações, as empresas estão descobrindo que é preciso usar uma ferramenta APM mais moderna.

As empresas precisam de uma solução de monitoramento projetada para o ambiente de aplicações moderno e que monitore o stack de aplicações, as aplicações e a infraestrutura em um pipeline de desenvolvimento ágil. Mais do que visibilidade, você precisa de observabilidade empresarial.

02

6 min. de leitura

Quando a solução APM tradicional não é mais suficiente

A mudança é uma constante no setor de TI, mas a transformação causada pela computação em nuvem na última década foi extraordinária. Microsserviços, estratégias multinuvem, contêineres, Kubernetes e computação sem servidor transformaram o stack de aplicações moderno, introduzindo uma série de novos desafios no conceito de monitoramento do desempenho de aplicações.

Estes são alguns exemplos:

As equipes recebem uma infinidade de dados.
O desmembramento das aplicações em microsserviços resultou em um volume de dados muito maior para acompanhar, mas como determinar o que é realmente importante? As equipes ficam sobrecarregadas com o número de incidentes e têm dificuldade para filtrar o enorme volume de dados produzido pelas soluções de monitoramento.
A análise da causa-raiz é mais complexa.
Em um stack de aplicações mais complicado, com mais interdependências, é difícil encontrar a causa-raiz de um problema. A análise da causa-raiz pode levar muito tempo, enquanto os problemas persistem ou se repetem, afetando os clientes.
Não há uma maneira fácil de correlacionar problemas em todo o seu ambiente.
Aplicações, plataforma, infraestrutura e serviços são interdependentes, e a integridade de um elemento afeta a integridade dos outros. No entanto, no ambiente complexo das aplicações atuais, é difícil identificar as dependências entre as partes do sistema. Por isso, é difícil correlacionar problemas em diferentes partes do ambiente de TI.
As aplicações nativas em nuvem são complexas e altamente dinâmicas.
As aplicações desenvolvidas na nuvem estão sendo lançadas e atualizadas continuamente.
Os ambientes das aplicações atuais estão mudando rapidamente.
Com os ciclos de aplicação CICD, tudo está em movimento o tempo todo. Não há um estado estático para monitorar uma aplicação, e as ferramentas de monitoramento não têm a velocidade necessária para acompanhar o ritmo das implementações. A identificação e a solução de problemas são muito demorada.

Nesse contexto desafiador, você precisa ter uma maneira de fornecer aos stakeholders os dados necessários na hora certa. As ferramentas de monitoramento não são novidade, mas muitas soluções não têm velocidade suficiente para fazer o acompanhamento ou não têm os recursos necessários para contextualizar os problemas identificados. Elas não ajudam as equipes a realizar as ações necessárias.

Para trabalhar bem e com eficiência, desenvolvedores, proprietários de aplicações, DevOps e equipes de operações de TI precisam de informações confiáveis, em tempo real e contextualizadas sobre o funcionamento das aplicações e a resolução de problemas. As ferramentas APM desenvolvidas para uma geração anterior de infraestrutura de aplicação não fornecem esse tipo de visibilidade rápida, automatizada e contextualizada da integridade e da disponibilidade de todo o ambiente da aplicação.

Duas pessoas em um escritório aberto inclinadas para trás e sorrindo enquanto outra em segundo plano usa um computador

O problema das soluções APM tradicionais

O monitoramento do desempenho das aplicações tem se concentrado tradicionalmente na visibilidade da integridade. As ferramentas APM medem vários fatores, como a experiência do usuário e os recursos computacionais usados pela aplicação. O objetivo é responder a perguntas como: Por que minha aplicação está lenta? Qual é a causa da lentidão?

No novo mundo das aplicações nativas em nuvem, aumentaram as exigências de monitoramento. O número de aplicações e tecnologias em um determinado ambiente aumentou consideravelmente. Há mais detalhes para serem observados. As relações entre as várias partes móveis no stack de aplicações ficou mais complicada. E cada segundo conta.

As ferramentas APM tradicionais simplesmente não foram desenvolvidas para arquiteturas de aplicação modernas e complexas. Elas foram criadas antes do surgimento das aplicações nativas em nuvem. Elas não foram pensadas para o grande conjunto interligado de aplicações, serviços, plataformas tecnológicas, linguagens de programação, entre outros componentes, no atual stack de tecnologia. Elas exigem muita instrumentação e gerenciamento manual. Em vez de automatizar o monitoramento, as soluções APM convencionais exigem que as equipes de desenvolvimento façam a instalação e a configuração manualmente sempre que ocorrem mudanças. Elas tendem a priorizar os ambientes de produção em vez de todo o pipeline CICD. Além disso, elas não têm velocidade suficiente para acompanhar o ritmo da mudança em ambientes de aplicação altamente dinâmicos, onde cada segundo faz diferença.

A conclusão? Você precisa de uma solução APM desenvolvida para a velocidade e a complexidade do seu ambiente atual. É hora de evoluir sua solução APM.

03

4 min. de leitura

Evoluindo para a arquitetura de aplicação complexa da atualidade

Quando pensamos na complexidade do monitoramento do ambiente de aplicações moderno, fica claro que as soluções APM tradicionais não foram desenvolvidas para as aplicações nativas em nuvem que as empresas usam atualmente. As transformações no stack de tecnologia criaram requisitos para o monitoramento do desempenho das aplicações.

Pessoa usando um computador em um escritório

Aplicações modernas exigem uma solução APM moderna

As ferramentas APM tradicionais já foram uma tecnologia de ponta que fornecia métricas, registros e rastreamento para as empresas terem visibilidade do desempenho das aplicações. No entanto, visibilidade não é mais suficiente. É preciso monitorar e gerenciar todo o pipeline de entrega de aplicações em um ambiente mais dinâmico e diversificado e ajudar as equipes a colaborar de forma rápida e eficiente.

O setor está passando novamente por uma grande mudança. A próxima onda de APM é a observabilidade, mas o que é isso? O que é observabilidade e o que torna esse recurso diferente das soluções APM usadas atualmente?

A mudança para a observabilidade

Observabilidade é um termo mais recente na área de APM. Os fornecedores começaram a reconhecer que as organizações precisam fazer mais do que apenas coletar dados. Um número cada vez maior de empresas está usando o termo observabilidade para expressar a ideia de ir além do monitoramento tradicional do desempenho das aplicações.

A observabilidade é uma evolução natural. As soluções de observabilidade aprimoram os métodos de coleta de dados usados nas ferramentas APM tradicionais para o atual ambiente de microsserviços nativos em nuvem.

No entanto, a observabilidade pode ser difícil de definir. Uma análise rápida do mercado mostra que muitos fornecedores estão usando esse termo. Alguns fornecedores de APM simplesmente rebatizaram as soluções sem alterar os recursos. ​

Mas o que é observabilidade?

Para ajudar as empresas a melhorar o gerenciamento do desempenho das aplicações em ambientes nativos em nuvem, não basta mudar o nome das ferramentas APM.

Esta é uma definição de observabilidade feita por especialistas em APM:

Observabilidade significa que você tem os dados necessários (logs, métricas, rastreamentos e mapas de dependência) de cada unidade de trabalho realizada pela aplicação e pelo software de sistema subjacente que é de interesse para os negócios.”1

Como as ferramentas APM tradicionais, as soluções de observabilidade mostram o que está acontecendo nas aplicações. No entanto, a observabilidade fornece mais do que dados técnicos. Você precisa saber o que está acontecendo, mas também identificar o que é relevante e oportuno. Você precisa receber insights para agir de forma rápida e eficiente para manter as aplicações funcionando.

1 O que é observabilidade e como ela pode ser implementada , Especialistas em APM, 1º de março de 2020.

04

4 min. de leitura

Verdadeira observabilidade empresarial

Para uma infraestrutura de aplicação ser realmente observável, as empresas precisam de acesso a todos os dados relevantes e de inteligência para interpretá-los e agir no contexto.

No ambiente complexo das aplicações atuais, com muitas tecnologias criadas na nuvem, as empresas estão sobrecarregadas com dados e precisam acompanhar os rápidos ciclos de desenvolvimento. Elas precisam fazer mais do que apenas monitorar as aplicações: precisam de uma solução abrangente que cubra todo o pipeline CICD e forneça insights úteis.

É por isso que é hora de passar do monitoramento à observabilidade. As ferramentas de observabilidade vão além das soluções APM tradicionais. Elas ajudam você a compreender as relações interligadas em uma arquitetura de aplicação complexa e altamente distribuída, permitindo que as equipes realizem ações relevantes.

Vista aérea de uma pessoa trabalhando em um notebook e falando ao telefone em um ambiente de escritório aberto

O que é observabilidade empresarial?

A observabilidade empresarial é a aplicação do conceito de observabilidade aos ambientes das grandes empresas. Várias características diferenciam a observabilidade empresarial do monitoramento tradicional:

É abrangente.
Com a observabilidade empresarial, você pode correlacionar as interações entre sistemas discretos em todo o ambiente de TI para não fazer apenas o gerenciamento de aplicações ou sistemas individuais.
É nativa em nuvem.
Ela é integrada a ambientes de aplicação nativa em nuvem e funciona com contêineres, Kubernetes e arquiteturas de microsserviço. Ou seja, ela é desenvolvida para as aplicações modernas executadas atualmente.
O escopo é abrangente.
A observabilidade empresarial é abrangente de várias maneiras. Ela cobre todo o pipeline CICD, desde o planejamento até a otimização, passando pela programação, pelos testes e pela implementação. Além disso, ela consegue ingerir e contextualizar cada fonte de dados que uma empresa utiliza, seja em uma nuvem pública, uma nuvem privada, um mainframe ou outro lugar.
Fornece dados contextualizados.
As ferramentas de observabilidade empresarial fornecem dados de forma contextualizada. Contextualização significa que você não precisa perder tempo tentando entender onde encaixar os dados relevantes.
É rápida e fácil.
Ela pode evoluir na velocidade da TI, oferecendo granularidade em segundos, em vez de minutos ou horas. Suas equipes veem o impacto das mudanças no código rapidamente, e todos conseguem acessar os dados necessários.

O que faz uma ferramenta de observabilidade

Esperamos que já esteja claro: uma ferramenta de observabilidade vai além da simples coleta de dados. Ela coleta e contextualiza as informações. Ela filtra o ruído e a complexidade para ajudar você a entender o ambiente da aplicação. Ela automatiza o ciclo de vida de monitoramento da aplicação. Ela ajuda as equipes a otimizar o desempenho, executar ações inteligentes e acelerar o desenvolvimento e a integração das aplicações.

Para atender aos requisitos do stack de aplicações moderno, os fornecedores precisam fazer mais do que simplesmente renomear as antigas ferramentas de monitoramento com uma nova palavra da moda. Eles precisam disponibilizar uma solução avançada que ajude as empresas a fornecer software mais rapidamente e manter as aplicações funcionando nos ambientes nativos em nuvem atuais, que estão sempre evoluindo.

05

8 min. de leitura

Quatro características essenciais de uma ferramenta de observabilidade

As empresas estão começando a reconhecer que o setor de APM está passando por outra grande mudança, e as ferramentas de monitoramento antigas não atendem mais às necessidades. Se a observabilidade empresarial envolve um conjunto mais atualizado e abrangente de recursos de monitoramento para ambientes de aplicativos nativos em nuvem, quais qualidades são essenciais em uma ferramenta de observabilidade?

Não basta os fornecedores afirmarem que as ferramentas oferecem observabilidade se não puderem comprovar isso com recursos realmente transformadores. Confira a seguir quatro recursos essenciais das melhores ferramentas de observabilidade empresarial e recomendações de como avaliar falsepromessas e confirmar que você está usando uma solução que fornece os insights detalhados necessários.

Quatro recursos essenciais de uma solução de observabilidade empresarial

A ferramenta de observabilidade adequada fornece o seguinte:

  • Automação
  • Contexto
  • Ação inteligente
  • Facilidade de uso

Automação

Uma ferramenta de observabilidade deve facilitar o trabalho das equipes de TI, acabando com o esforço manual para rastrear e responder a problemas nas aplicações. Uma solução de observabilidade deve automatizar todos os aspectos das soluções de APM: descoberta, mapeamento de dependências, monitoramento, rastreamento da experiência do usuário, análise da causa-raiz e feedback.

Alguns fornecedores dizem que oferecem automação, mas ela é limitada ou só pode ser usada quando o ambiente estiver configurado. As melhores ferramentas de observabilidade possibilitam uma descoberta completa, contínua e automatizada de novos componentes, serviços e dependências. Ao adicionar um novo serviço ou atualizar uma aplicação, você não precisa informar o que a solução de observabilidade deve procurar, e os desenvolvedores não precisam escrever código. Você pode simplesmente deixar a ferramenta de observabilidade fazer a descoberta e o mapeamento. Esse reconhecimento automático se estende a cada atualização, portanto, mesmo em ambientes de microsserviços nativos em nuvem que passam por muitas mudanças, o monitoramento é contínuo e automatizado.

Contexto

Uma ferramenta de observabilidade também deve fornecer um contexto claro de como cada componente do seu stack de aplicações funciona em conjunto. Assim, não é preciso adivinhar quais dados são relevantes e como eles se encaixam no contexto. Com a contextualização em uma ferramenta de observabilidade, você obtém uma representação visual clara e em tempo real do seu ambiente. Você identifica as relações e as dependências.

Se um fornecedor afirmar que sua ferramenta APM fornece informações contextualizadas, descubra se você precisa dedicar algum tempo na definição de parâmetros para informar quais serviços, infraestruturas, transações e outros itens funcionam em conjunto. Além disso, pergunte se a ferramenta tem inteligência para oferecer uma visão abrangente do stack de aplicações para você se concentrar em tarefas mais importantes. A ferramenta de observabilidade ideal ajuda os usuários a priorizar os dados mais relevantes. Com esse método, o usuário identifica os impactos relevantes no desempenho de forma rápida, fácil e contextualizada, sem o esforço manual de ensinar a ferramenta a situar os componentes do stack de aplicações.

Ação inteligente

Uma ferramenta de observabilidade deve incorporar inteligência em todos os recursos. As melhores ferramentas de observabilidade têm um mecanismo avançado de análise de dados e de causa-raiz assistido por IA que fornece insights significativos e ajuda as equipes a agir rapidamente. Em vez de apenas reagir, você pode adotar uma estratégia proativa na otimização do seu ambiente de aplicação.

Em outras palavras, quando você adiciona as melhores informações, recebe os melhores resultados. Se sua ferramenta de observabilidade realmente oferecer automação, você terá sempre dados precisos. Se ela contextualizar essas informações, você terá sempre dados completos. A ação inteligente reúne tudo isso para fornecer insights que ajudam você a agir rapidamente.

Facilidade de uso

Uma ferramenta de observabilidade deve permitir que as equipes e os stakeholders acessem as informações necessárias com facilidade e sempre que for preciso. Ela deve ser flexível, intuitiva e acessível para todos.

Muitas soluções tecnológicas prometem facilidade de uso, mas muitas vezes não atendem às expectativas. Os usuários precisam se tornar especialistas para aproveitar os recursos da ferramenta APM? Apenas algumas pessoas na sua empresa sabem usar essa ferramenta? A melhor ferramenta de observabilidade democratiza o conhecimento sobre a integridade das aplicações, possibilitando que todos os stakeholders (equipes de operações, engenheiros de confiabilidade do local, desenvolvedores, proprietários de aplicações) acessem os dados mais pertinentes com rapidez. Fácil significa fácil e rápido para todos.

Pessoa segurando um dispositivo móvel encostada na mesa e olhando pela janela

Conclusão

No novo mundo das aplicações nativas em nuvem, dos microsserviços, dos contêineres e do Kubernetes, você precisa de uma solução APM moderna que ofereça observabilidade empresarial total e seja automatizada e fácil de usar, fornecendo informações contextualizadas para você tomar as medidas adequadas.

Você sabe como é importante manter as aplicações funcionando corretamente e os clientes e funcionários engajados e produtivos. O sucesso dos negócios depende disso. A observabilidade é a próxima onda da inteligência de APM. Ela é um conjunto abrangente de recursos de monitoramento que fornecem insights e ajudam você a acompanhar o ritmo das mudanças no setor de TI.

Próximos passos

Ilustração mostrando uma mulher sentada na frente de um computador grande

IBM® Observability by Instana APM

Conheça os recursos e saiba como os clientes estão usando a solução APM IBM Observability by Instana.

Saiba mais
Vista lateral de duas pessoas olhando para o monitor de um computador

O que os desenvolvedores precisam saber sobre observabilidade

Descubra o que os desenvolvedores precisam saber sobre observabilidade.

Baixe o PDF (24,6 MB) PDF