Gerenciamento do Risco de Liquidez

O Risco de Liquidez é gerado quando as reservas e disponibilidades do Banco IBM S/A não são suficientes para honrar suas obrigações no momento em que elas ocorrem, em decorrência do descasamento de prazo ou de volume entre os pagamentos e recebimentos possíveis.

Historicamente o Banco IBM mantém níveis adequados de liquidez em função de bases sólidas e diversificadas de captação, seja no mercado interbancário ou junto a clientes.


Estrutura de Gerenciamento do Risco de Liquidez

O gerenciamento do risco de liquidez visa utilizar as melhores práticas de maneira a evitar escassez de caixa e dificuldades em honrar os vencimentos a pagar.

O Banco mantém sistemas de controle estruturados em consonância com seu perfil operacional, periodicamente reavaliados que permitem o acompanhamento permanente das posições assumidas em todas as operações praticadas nos mercado financeiro e de capitais, de forma a evidenciar o risco de liquidez decorrente das atividades desenvolvidas. A gestão de liquidez e os limites associados são estabelecidos em cenários prospectivos revistos à luz das necessidades de caixa, em virtude de situações atípicas de mercado ou decorrentes de decisões estratégicas da instituição.
O gerenciamento do Risco de Liquidez é realizado pela Tesouraria, por meio de execução das atividades regulares de controle de risco, atendendo às necessidades das unidades de negócios.


Plano de Contingência

Em situações de estresse específico de liquidez ou de crise sistêmica de liquidez que acarretem significativa redução dos níveis projetados de reserva, o plano de contingência visa compilar ações a serem desencadeadas, contemplando volumes, prazos e responsáveis para o restabelecimento do nível mínimo requerido de reserva.

Considerando que o Banco IBM S/A contrata os serviços de Tesouraria da IBM Brasil Indústria, Máquinas e Serviços Ltda.; é um banco múltiplo com carteira de investimento e arrendamento mercantil cujo portifólio de produtos é baseado em sua estratégia de negócio, qual seja, financiar produtos e serviços de tecnologia da informação (em sua maioria produtos IBM ou de parceiros ligados à IBM); que a Tesouraria da IBM Brasil segue as políticas, estratégias e limites de atuação estabelecidos pela Corporação IBM e que o gerenciamento do risco de liquidez deve ser adequado à complexidade de negócios e as atividades realizadas pela instituição, fica estabelecido que, em caso de falta de liquidez ou de ocorrências de risco de liquidez no Banco IBM, as seguintes ações poderão ser tomadas para captação de recursos:

  • captação através de CDB's emitidos pelo Banco IBM ou captação diretamente no mercado Brasileiro;
  • captação de financiamento através de empréstimos intercompany de sua parent (IBM GF Americas Holding LLC);
  • injeção de Capital.