Comments (6)
  • Add a Comment
  • Edit
  • More Actions v
  • Quarantine this Entry

1 localhost commented Trackback

Gostei do texto. Penso muito parecido. Sou militante de software livre, mas acredito que há caso e casos para uma migração... ideologia não deve ser o fator principal de uma mudança, principalmente quando se trata de uma corporação.

2 localhost commented Permalink

É isso aí, Taurion...Já vi casos de Migrações "forçadas" porque a empresa contratou uma consultoria e esta consultoria era especializada num certo banco de dados...Logo, conduziu a migração para "seus interêsses"...Como você diz, tem que "valer a pena"...e tem aquela máxima do futebol que diz "time que está ganhando não se mexe"...Já discutimos aqui em outros de seus posts que "migrações ideológicas" para softwares Open-Source não são bem assim...Open Source não é só fazer download, instalar e rodar...se quiser "adaptar" tem que ter estrutura, e além do mais, manter esta estrutura...Se a empresa tem "capital intelectual" ou capital financeiro para contratar este capital intelectual para estes esforços, ótimo, pode investir numa mudança...Sei de um case da Ponto Frio que está investindo "pesado" em soluções Open-Source...E o Governo brasileiro também...Mas "gela o estômago e abre-se um buraco no chão até a China" quando algum executivo top nos pergunta em uma reunião : "O que vcs tem a dizer sobre softwares Open Source ? Aplica-se ao nosso caso/negócio? Como poderíamos considerar esforços neste sentido? Eu vi falar que..."<div>&nbsp;</div> um abraço,

3 localhost commented Permalink

Olá Taurion.<div>&nbsp;</div> Muito interessante o seu post, principalmente o ponto de não se trocar para um banco de dados open source apenas por questões ideológicas. Realmente devemos ter muito cuidado com a troca de softwares críticos e, na minha opinião, este é um dos pontos que segura a explosão de softwares livres. Eu só senti falta do Firebird. Conheço vários profissionais e empresas que utilizam o Firebird como BD de suas aplicações. Você teve algum motivo para não incluí-lo na lista?<div>&nbsp;</div> Abraços,<div>&nbsp;</div> Marco Antonio Abreu

4 localhost commented Permalink

Oi Marco, oportuno seu comentario. Nao falei do Firebird por falta de tempo e não por má vontade...rsrsrsrs...na verdade considerei principalmente os softwares que mais tem tido referencias na midia e em eventos. Foi este o criterio...Claro que Firebird também faz parte dos BD Open Source que tem tido sucesso. Segundo estimativas,desde 2000, quando o codigo fonte foi liberado, foram efetuadas mais de 3 milhões de downloads. abraços

5 localhost commented Permalink

A abordagem ideológica para forçar a migração de aplicações críticas é amadorismo. Como profissional de trânsito na área de SL e BD, julgo que o nicho de mercado para os bancos de dados Open Source é exatamente a desmontagem dos canhões para matar mosquito. Por exemplo, o gerente de TI que quer ter uma certificação Oracle sugere, e obtém, este BD para controlar um inventário de bens. Ou a consultoria que oferece SQL Server para controlar CRM numa empresa com carteira de 1000 clientes, porque é o BD no qual é especializada. Para estes casos de "desconstrução" o BD Open Source é mais do que indicado, é imperativo, pois a curva de aprendizado, o domínio da tecnologia e ampliação do conhecimento compensam os sacrifícios de migração.Para as aplicações críticas podemos seguir a abordagem dos "fatores a serem considerados", acrescentando a mudança do perfil do administrador de BD da empresa e do grupo de desenvolvimento responsável, que vai passar a ser um garimpeiro de releases e add-ons, além de tornar disponível seus produtos à comunidade, fortalecendo-a e garantindo a perenidade do software.

6 localhost commented Trackback

Apesar da MySQL AB não aceitar contribuições da comunidade (apenas bug fixes, como vc mesmo citou), o código fonte está disponível e está sob licença GPL[2] (não verifiquei para ver se o disponível no site está realmente funcional etc.), de acordo com a definição de Open Source[2]. Acho que dá para dizer que ele é Open Source sim.<div>&nbsp;</div> O que acontece com o MySQL é o mesmo que com o Free/OpenBSD. O software é open source, mas a política de contribuições é muito controlada. No caso da MySQL é mais exagerado ainda.<div>&nbsp;</div> Acho que é uma estratégia um pouco ruim, pq a MySQL AB deve captar toda a capacidade de contribuição da comunidade em seu favor -- pelo menos no que diz respeito ao desenvolvimento do BD propriamente dito.<div>&nbsp;</div> Agora, no que diz respeito ao desenvolvimento de funcionalidades diferenciadoras, escalabilidade e etc, nesse ponto a MySQL tem feito um trabalho, no mínimo, esforçado. Eles tem uma versão do seu BD para SAP/R3[3] (nunca usei, então não posso inferir sobre a qualidade do produto), tem se esforçado para criar ferramentas de administração para suas bases, adicionaram Procedures e com o boom da Web2.0 e de tecnologias como o Rails, eu tenho visto um bom número de comentários favoráveis em termos de escalabilidade do MySQL.<div>&nbsp;</div> Claro que existe uma diferença muito grande entre os dados do Twitter, por exemplo, e uma base de dados mission-critical de um grande Banco. Não digo que o MySQL esteja próximo de um DB2, mas acho que eles estão tentando se movimentar nesse caminho.<div>&nbsp;</div> Sou da opinião de que BDs open source serão de grande utilidade e terão maior valor no nicho da tecnologia embarcada (algo que vc já falou aqui sobre tecnologia embarcada, não?) e não apenas aplicações desktop ou de menor importância.<div>&nbsp;</div> As gigantes, como a MS, a IBM e a Oracle cada vez mais miram no mercado corporativo, das grandes bases, ETLs, data-warehouses e data-mining, mas esquecem que, cada vez mais, temos dispositivos portáteis (celulares, hand-helds, mp*-players, PVTs) que poderiam se beneficiar de pequenos BDs embarcados, para prover funcionalidades e facilidades.<div>&nbsp;</div> Nesse aspecto, um grande player open source é o SQLite. Muito pequeno, 100% relacional e significativamente rápido. Claro que ele jamais, em hipótese alguma, serviria para um ambiente corporativo. Mas não é o seu propósito.<div>&nbsp;</div> Por fim, peço desculpas pelo comentário que ficou gigantesco. É que, às vezes, eu não consigo me conter. :-)<div>&nbsp;</div> [1] http://www.mysql.com/company/legal/licensing/opensource-license.html[2] http://opensource.org/docs/osd[3] http://www.mysql.com/products/database/maxdb/