Comments (4)
  • Add a Comment
  • Edit
  • More Actions v
  • Quarantine this Entry

1 localhost commented Permalink

Caro Taurion,<div>&nbsp;</div> a indústria da informática, em sua busca ambicioasa pela inovação tecnológica, em nome de nobres ideais como proporcionar facilidades e comodidades para o ser humano, acaba por tentar impor seus padrões, ainda que abertos, fazendo uso de um tecno-marketing, criando novos termos e siglas, que convergem no modismo tecnológico.<div>&nbsp;</div> Quando se trata de padronização OpenSource... as empresas deveriam rever sua estratégia e ao invés de dividir, compartilhar, contribuir para que um único padrão seja eficiente e completo (na medida do possível), para que o usuário final possa de fato ser beneficiado deste movimento, que é muito além de um modismo, uma necessidade já comprovada pelo mercado, que continua aguardando ansioso por uma definição!<div>&nbsp;</div> Tomara que vença o mais aberto, o melhor e mais democrático!<div>&nbsp;</div> Grande abraço e sucesso em seu BLOG!<div>&nbsp;</div> Mauro.

2 localhost commented Permalink

como a ABNT se coloca nessa situação? a aprovação do ODF pela ISO torna seu efeito automaticamente válido aqui no Brasil, atavés de NBR, ou em outros países, individualmente, através de suas organizações que lidam com normas técnicas?

3 localhost commented Trackback

O interesse da Microsoft não é o desenvolvimento da tecnologia para o bem comum, pois se fosse esse o caso eles poderiam ajudar no desenvolvimento de padrões já existentes para maximizar a compatibilidade entre os sistemas. O real interesse da Microsoft é minar os padrões existentes para que ela seja a referência sempre e todos necessitem dela e de seus produtos para sobreviver, sem possibilidade de escolha, sem diálogo com o resto. O OpenXML não é uma proposta de tecnologia padrão e sim uma armadilha para os padrões abertos já existentes e para todos aqueles que enganados perdem seu direito de escolha quando são forçados a seguir o caminho e as leis ditadas por uma única empresa. Isso tudo sem contar o que pra min parece óbvio... Se o M$ OpenXML for aprovado como padrão então vão existir no mínimo 2 formatos padrões com o mesmo fim porém incompatíveis entre si, ou seja, não existe padrão!

4 localhost commented Permalink

Francisco, a aprovacao pelo ISO não obriga a ABNT a adotar o padrão de forma automática. O Brasil atualmente é membro O (observador) e não P (participante ativo), este com direito a voto. Estamos debatendo com eles a criação de um comitê espelho do JTC1/SC34 para discutir e aprovar padrões já existentes como o ODF e opinar sobre novas propostas depadronização, como a do OpenXML. A participação de todos nestas discussoes da ABNT é bem vinda e quanto mais ativa for a comunidade de informática brasileira, mas ativos poderão ser os comitês ABNT.