• Add a Comment
  • Edit
  • More Actions v
  • Quarantine this Entry

Comments (10)

1 localhost commented Trackback

Boa Juliano,

 
Windows todos já conhecem... Então conhecer Linux, só vai aumentar suas qualificações. Fora, que vai te fazer um sujeito muito mais feliz! Vc passará a ter real controle do seu computador.
 
Pls take a look here: http://video.linuxfoundation.org/category/video-category/-linux-foundation-video-contest
 
[]s
 
Damico

2 localhost commented Trackback

Fora tudo o que já foi dito, além de servidores o Linux está sendo executado em vários equipamentos de diferentes finalidades, tais como celulares e smartphones, set top box para TVs digitais, e diversos outros aparelhos que estarão cada vez mais presentes nas nossas vidas.

 
A utilização do Linux está aumentando a cada dia (infelizmente não nos desktops) o que o torna uma plataforma muito interessantes de se estudar.

3 localhost commented Trackback

Tema interessante Juliano,

 
Meu argumento é o seguinte, atualmente o tema muito discutido é a INFORMAÇÂO.
 
O que sempre admirei em Linux é a atitude de alguém que possui um grande conhecimento disponibilizar o seu tempo para ajudar outros que conhecem tão pouco, assim como empresas, é o caso da IBM ao colaborar com projetos open source como é o caso do Eclipse. Tal atitude permite que pessoas como EU e tantos outros estudantes ao redor do mundo aprendam:
 
Trabalhar em equipe.Adquirir conhecimento.Fazer novos contatos.E ainda ser voluntário...
 
Acho que falei demais =)
 
Mas recomendo a leitura:Free as in Freedom - Richard Stallman download: http://oreilly.com/openbook/
 
Grande abraço
 
Take care
 
 
 

4 localhost commented Permalink

Olá todos,

 
na minha opnião o aprendizado de Linux e Open Source acrescenta diferenciais na educação dos universitários que vão muito alem das disciplinas relacionadas diretamente a TI.
 
Meu filho mais velho, por exemplo, estuda geofísica no IAG (USP) e desde o início tenho incentivado seu aprendizado de Open Source. Agora no quarto ano alem do Linux como desktop primário de seu notebook (IBM R51 basicão) ele utiliza muitos aplicativos Open Source como PosgreSql, Apache, Perl, gnuplot, letex, LyX, etc... para seus trabalhos acadêmicos, pesquisas e na sua tese de graduação. A utilização destes em substituição dos aplicativos comerciais tradicionais tem trazido muitos benefícios de performance, agilidade e qualidade. O PosgreSql por exemplo manipula queries complexas de milhares de dados pretrofísicos com performance absurda para um notebook. A agilidade na criação de gráficos complexos com o gnuplot tambem impressiona. A qualidade profissional dos documentos gerados com letex e Lyx tambem é motivo de elogios dos colegas e professores. Acredito que este aprendizado abrirá muitas portas e oportunidades em seu futuro, pois a maioria das empresas relacionadas ao seu setor de atuação já utilizam Open Source.
 
Infelizmente são poucos os seus colegas que seguem seu exemplo, mesmo sabendo das vantagens, necessidades futuras e com o incentivo de seus orientadores. Não entendo este tipo de postura conservadora em um ambiente que foca muitos esforços em pesquisa e inovação. Qual é sua opnião a respeito?
 
Abraços

5 localhost commented Permalink

Olá,

 
gostaria de acrescentar 2 pontos aos comentários já feitos.
 
O uso de software livre por universitários, permite o real aprendizado de TI, e não um simples treinamento em certos sistemas operacionais e ferramentas de software. TI é muito mais que apenas o uso de sistemas operacionais e ferramentas de software, é composto de teorias, informações, técnicas, arquiteturas, métodos e processos; e apenas o software livre, por ter os fontes a disposição, permite o estudo das arquiteturas e técnicas mais utilizadas (estas técnicas poderão depois ser utilizadas em outros tipos de sistemas).
 
De acordo com o site do SERPRO, a nova arquitetura de software do governo federal será totalmente baseada em software livre, e usará padrões desenvolvidos no Brasil para atender as necessidades e a cultura brasileira. Esta decisão influenciará também os governos estaduais e municipais, além de influenciar todo o mercado de TI brasileiro, pois o principal comprador de tecnologia é o governo. Bases da nova arquitetura : - Plataforma de desenvolvimento JAVA, utilizando o framework Demoiselle (desenvolvido pelo SERPRO) - Banco de dados PostgreSQL - Migração dos bancos de dados ADABAS (mainframes) para PostgreSQL - Groupware (correio eletrônico, agenda, gerência de projetos, workflow, ...) Expresso Livre - BROffice (OpenOffice) - Linux (servidores e desktops) - Servidor de aplicação, framework e linguagem de programação (NCL) para o desenvolvimento do sistema de TV digital - Ginga
 
Abraços,
 

6 localhost commented Trackback

morelatto disse: "Infelizmente são poucos os seus colegas que seguem seu exemplo, mesmo sabendo das vantagens, necessidades futuras e com o incentivo de seus orientadores. Não entendo este tipo de postura conservadora em um ambiente que foca muitos esforços em pesquisa e inovação. Qual é sua opnião a respeito?"

 
Ótimo questionamento morelatto. Merece até um post só para discutirmos isso! Vou escrever a respeito e abrir para discussão aqui, vamos ver as opiniões das pessoas. Para mim, é simples comodismo mesmo, e medo do diferente.
 
Aproveitando, este post foi divulgado no BR-Linux e esta rolando uma discussao sobre ele la, mais detalhes aqui: http://br-linux.org/2009/blogueiros-da-ibm-querem-sua-ajuda-para-responder-por-que-estudar-linux/
 
Abraços,
 
Juliano

7 localhost commented Trackback

Olá,

 
Conhecer melhor o acesso à BIOS, sistemas de arquivos, drivers de dispositivos, processador, acesso à disco, configuração da rede e protocolos, como funciona um sistema operacional, como compilar e configurar um Kernel, interfaces gráficas, servidores de Internet... Enfim, para sair da bolha de ilusão de que tudo se resume ao mouse e uma janela, é necessário um sistema operacional de verdade e de código aberto, para que as pessoas tenham a oportunidade de se tornarem verdadeiros usuários e desenvolvedores reais de tecnologia, independente do fornecedor ou de regras pré-estabelecidas.
 
Obrigado.

8 localhost commented Permalink

A questão é: Por que estudar Linux ?O Linux é um sistema que nasceu na comunidade científica, com base no Minix. Não é um um produto comercial, criado com objetivos mercadológicos, mas um sistema operacional criado com o objetivo de ser um sistema operacional.O desenvolvimento do Linux ocorre através de constantes discussões e acordos por parte de uma numerosa comunidade ou qualquer pessoa que desejar participar, tornando-se dessa maneira uma forma de consenso entre os desenvolvedores de SO, uma espécie de ponto de equilibrio no universo dos sistemas operacionais.As grandes corporações não estão adotando o Linux à toa. O sistema demonstra a qualidade e a estabilidade necessárias para tais empreendimentos, tendo evoluído a partir de servidores WEB e aumentado sua participação no datacenter até as aplicações críticas.A tendência do Linux é de continuar sua caminhada que iniciou nos servidores em direção às estações de trabalho, integrando totalmente a nuvem num padrão único, um consenso.Quem desejar participar dessa nova realidade tecnológica deve dominar sua engrenagem: o Linux.

9 localhost commented Trackback

Pessoal, postei aqui alguns comentários que foram feitos no BR-Linux (http://br-linux.org/2009/blogueiros-da-ibm-querem-sua-ajuda-para-responder-por-que-estudar-linux/).-----Fellype:

 
1 - Porque ele existe. O Linux está presente em menos de 1% dos desktops, porém no caso de servidores o percentual é bem grande (não sei o valor). Além disso, o número de dispositivos com Linux embarcado só tem aumentado nos últimos anos, o que leva a2 - Versatilidade deste SO. Pode ser customizado para (praticamente) qualquer dispositivo, sem a necessidade de fornecer especificações de hardware ao “fabricante do Linux” para que ele diga o que é necessário fazer pro dispositivo funcionar usando Linux.-----Linus:
 
Se eu fosse blogueiro da IBM, eu lançaria a questão: Se o Windows, e o Mac OS, fossem grátis e tivesse o mesmo modelo de desenvolvimento do Linux. Vocês usariam Linux??
 
Resposta: Provavelmente o Linux nem existiria se o modelo de desenvolvimento do Windows fosse o mesmo que o do Linux. :-)----ghost man:
 
1- É o sistema usado em 60% dos servidores web, em embarcados, servidores de arquivos/firewall/proxy de empresas. Sem falar em automação, caixas de supermercado, que o OS vem ganhando muito espaço hoje em dia.2 -Poucas pessoas entendem de tudo isso, o que torna um profissional qualificado na area com emprego garantido.-----Roberto:
 
Gostaria de acrescentar 2 pontos aos comentários já feitos.
 
O uso de software livre, permite o real aprendizado de TI, e não um simples treinamento em certos sistemas operacionais e ferramentas de software. TI é muito mais que apenas o uso de sistemas operacionais e ferramentas de software, é composto de teorias, informações, técnicas, arquiteturas, métodos e processos; e apenas o software livre, por ter os fontes a disposição, e de ser desenvolvido e mantido por uma comunidade, permite o estudo das arquiteturas e técnicas mais utilizadas (estas técnicas poderão depois ser utilizadas em outros tipos de sistemas).
 
De acordo com o site do SERPRO, a nova arquitetura de software do governo federal será totalmente baseada em software livre, e usará padrões desenvolvidos no Brasil para atender as necessidades e a cultura brasileira. Esta decisão influenciará também os governos estaduais e municipais, além de influenciar todo o mercado de TI brasileiro, pois o principal comprador de tecnologia é o governo.Bases da nova arquitetura :- Plataforma de desenvolvimento JAVA, utilizando o framework Demoiselle (desenvolvido pelo SERPRO)- Banco de dados PostgreSQL- Migração dos bancos de dados ADABAS (mainframes) para PostgreSQL- Groupware (correio eletrônico, agenda, gerência de projetos, workflow, …) Expresso Livre- BROffice (OpenOffice)- Linux (servidores e desktops)- Servidor de aplicação, framework e linguagem de programação (NCL) para o desenvolvimento do sistema de TV digital - Ginga
 
-----Linus:
 
Roberto,
 
Eu acho que o uso de Software Livre não é o que garante um grande aprendizado, acho que você forçou um pouco. As pessoas é que fazem a diferença, o aprender ou não, depende das pessoas e não é a tecnologia. tem muitos gênios que usam Linux é fato, mas tem muitos gênios que fazem coisas admiraveis com Windows e Mac também, isto tenho que admitir.É igual a história da programação, todo mundo briga e se mata pelas linguagens, mas o programador bom de verdade não esta atrelado a nenhuma tecnologia.Isto é regra para TI, tem muito burro usando Linux, como tem muito burro usando Mac e Windows. E por outro lado, tem muita gente boa e inteligente nas duas plataformas.De repente posso estar errado. Mas penso assim.
 
Linus, o Roberto se referiu a TI como um todo, e não ao simples aprendizado de um sistema operacional, um treimento comum. O Código fonte aberto realmente nos permite explorar o contexto das coisas.-----VSMoraes:
 
Acho que o simples fato de qualquer um poder estudar Linux já resume grande parte da sua “liberdade”.-----Weber Jr:Considerando que quem vai estudar for ou pretende ser da área de informática…
 
1-Porque não se deve ficar restrito a uma tecnologia, principalmente quando ela é dominada por uma única empresa
 
2-Porque embora o windows tenha 90% dos desktops do mundo, a maioria dos sistemas operacionais seguem o modelo do Unix. O linux é uma das melhores alternativas pra se entrar nesse mundo, por ter maior compatibilidade e suporte ao usuário comum. Depois, se for o foco do estudando, se deve seguir para Unix de verdade.
 
3-Porque os SO da MS, embora (de novo) maioria, são péssimos como modelo de segurança e arquitetura. Só os mais recentes (XPsp2 em diante, Vista e Seven especialmente) podem ser melhor considerados.
 
4-Porque com a Virtualização e migração de aplicativos para a tal nuvem, cada vez mais é importante ter no mínimo uma noção das opções de sistemas disponíveis.
 
5-Porque o Linux, além de ser gratuito, facilitando a instalação em diversas máquinas, tem código aberto, o que permite que se veja como funcionam as diversas partes do sistema.
 
Sinceramente, alguém que se considere profissional e não saber um mínimo de cada sistema, é algo preocupante.
 
E quem acha que devia estudar só uma plataforma, deve estar fazendo o curso errado, seria mais útil fazer um curso visando certificação de uma tecnologia específica. Considero aliás, que isso deveria ser melhor esclarecido antes de se escolher no que investir na vida.-----Kevin-Moc:
 
Se quiser estudar Sistemas Operacionais na teoria, existem ótimos livros, se quer estudar na prática, provavelmente o linux é o mais indicado.
 
Se for atuar em uma empresa que preza pela legalidade do software, provavelmente o linux é o mais indicado(Custo Beneficio).
 
Se for se especializar em servidores Web principalmente ou mesmo em servidores em geral, o Linux tem excelentes soluções.
 
Se precisar de uma instalação mais automatizada de estações, com todos os softwares necessários a uma empresa, o modelo Open Source é mais eficiente.
 
Se precisar de independência e ou liberdade em software, provavelmente o linux é o mais indicado.
 
Se precisar de um servidor totalmente otimizado rodando apenas as aplicações de missão critica, sem ambiente gráfico…
 
Hummm, por que estudar Windows?
 
Qualidade do produto?Segurança?Garantia de suporte?Melhor Custo Total (TCO)?
 
Alguma outra resposta ao invés de líder de marcado e consequentemente treinamento dos usuários?-----Kevin-Moc:
 
Outra pergunta, o software essencial para a sua empresa é de código fechado?A qualidade/agilidade do suporte e o desenvolvimento de novas soluções é de qualidade?Em caso negativo, é possível ter suporte através de outra empresa?
 
Se o desenvolvimento desse software fosse aberto como seria escolhida a empresa de suporte? Ter esse poder de decisão é importante?-----Cadu:
 
1. Porque sou apaixonado por Sistemas Operacionais (para aqueles que não entendem o que isso significa, estou me referindo ao kernel mesmo), e o Linux é um dos tecnicamente bons que valem a pena conhecer, e ainda é Open Source;
 
2. Porque é rentável;
 
3. Porque uso Linux no meu Desktop, na faculdade e no trabalho.
 
Em resumo… estudo Linux porque ele é *tecnicamente bom*. Ao contrário do que alguns falaram sobre liberdade e etc, se eu fosse estudar algo *apenas* por ser livre, estaria estudando a desgraça do GNU Hurd. Claro que a liberdade do Linux é um ponto relevante nas minhas decisões também, mas não aceito qualquer porcaria só porque é livre.-----Mario Filho:
 
Por que na minha opinião todos tem a ganhar:
 
ganho eu com minha mão de obra, aumentando meu conhecimento entendento para que servem realmente as coisas e não ficar só no clica aqui e avança sem saber o que se passa por traz das cortinas,
 
ganham as empresas por não ficarem presas a uma só tecnologia e centrada na dependência de inovação daquela tecnologia, tendo que investir muito dinheiro nisso.
 
Se as todos (empresas e usuários) fizessem suas contribuições, sejam elas usando e até mesmo financeiras, por que ninguém é relógio, tudo seria bem melhor, não só na questão de ser Livre, que não visem só a questão financeira, pois não confundam Liberdade com Libertinagem.

10 localhost commented Trackback

Bom,Linux não é mais tendência é uma realidade para grandes empresas e pouco a pouco passará a ser para pequenas e médias empresas e para usuários finais de alguma forma que pode ser por um computador de baixo custo ou mesmo por um celular ou Smart fone.Assim então eu estudo Linux porque de todas as plataformas de sistemas operacionais Linux é a que tem a melhor adaptação, é do meu ponto de vista a única capaz de ser onipresente em todas as tecnologias que demandem a existência de um SO.

Add a Comment Add a Comment