Definindo IaaS, PaaS e SaaS

Gráfico que representa a infraestrutura como serviço

Infraestrutura como serviço (IaaS)

Um fornecedor oferece aos clientes o acesso pago por utilização ao armazenamento, à rede, aos servidores e a outros recursos computacionais em cloud.

Gráfico que representa a plataforma como serviço

Plataforma como serviço (PaaS)

Um provedor de serviços oferece acesso a um ambiente baseado em cloud no qual os usuários podem construir e fornecer aplicativos. O provedor fornece infraestrutura subjacente.

Gráfico que representa o software como serviço

Software como serviço (SaaS)

Um provedor de serviços oferece software e aplicativos por meio da Internet. Os usuários subscrevem ao software e o acessam por meio da web ou de APIs do fabricante.

IaaS

Infraestrutura como serviço (IaaS) é uma oferta de computação em cloud na qual um fornecedor oferece aos usuários acesso a recursos computacionais, como servidores, armazenamento e redes. As empresas usam seus próprios aplicativos e plataformas dentro da infraestrutura de um provedor de serviços.

Principais recursos

  • Em vez de adquirir todo o hardware, os usuários pagam pelo IaaS on demand.

  • Dependendo das necessidades de processamento e armazenamento, a infraestrutura é escalável.

  • Faz com que as empresas economizem os custos de adquirir e manter seu próprio hardware.

  • Como os dados estão em cloud, não há nenhum ponto de falha.

  • Permite a virtualização de tarefas administrativas, liberando tempo para outros trabalhos.

PaaS

Plataforma como serviço (PaaS) é uma oferta de computação em cloud que oferece aos usuários um ambiente de cloud no qual eles podem desenvolver, gerenciar e entregar aplicativos. Além de armazenamento e de outros recursos de computação, os usuários podem usar um conjunto de ferramentas pré-montadas para desenvolver, customizar e testar seus próprios aplicativos.

Principais recursos

  • O PaaS fornece uma plataforma com ferramentas para testar, desenvolver e hospedar aplicativos no mesmo ambiente.

  • Permite que as organizações se concentrem no desenvolvimento, sem preocupações com a infraestrutura subjacente.

  • Os provedores gerenciam a segurança, os sistemas operacionais, o software do servidor e os backups.

  • Facilita o trabalho colaborativo, mesmo se as equipes trabalharem remotamente.

SaaS

Software como serviço (SaaS) é uma oferta de computação em cloud que oferece aos usuários acesso a um software baseado em cloud de um fornecedor. Os usuários não instalam os aplicativos em seus dispositivos locais. Em vez disso, os aplicativos residem um uma rede de cloud remota acessada por meio da web ou de uma API. Por meio do aplicativo, os usuários podem armazenar e analisar dados e colaborar em projetos.

Principais recursos

  • Os fornecedores de SaaS fornecem aos usuários software e aplicativos por meio de um modelo de assinatura.

  • Os usuários não precisam gerenciar, instalar ou fazer upgrade de software; os provedores SaaS gerenciam tudo isso.

  • Os dados ficam seguros na cloud; uma falha de equipamento não resulta em perda de dados.

  • O uso de recursos pode escalar dependendo das necessidades de serviço.

  • Os aplicativos são acessíveis a partir de praticamente todos os dispositivos conectados à Internet, de qualquer lugar no mundo.

Os serviços IBM Cloud podem ajudar seus negócios a progredirem

Uma perspectiva da IBM: IaaS vs. PaaS vs. SaaS

Javier Barabas, IBM Cloud and Cognitive technical leader

Javier Barabas

IBM Cloud and Cognitive Technical Leader

Twitter: @JavyBarabas

No método tradicional de consumo de serviços ou recursos, o proprietário da infraestrutura é responsável por gerenciar cada peça de hardware e de software usado. Normalmente, leva algum tempo para um usuário acessar um novo recurso, mas este pode ser configurado exatamente como necessário.

A infraestrutura tradicional está frequentemente relacionada a aplicativos de núcleo anteriores (talvez ligados a tecnologias mais antigas) que não podem ser migrados com facilidade para paradigmas de cloud. A elasticidade, a padronização e outras vantagens evidentes de cloud não são motivos suficientes para a migração. Em outros casos, os regulamentos do país e uma segurança rígida podem obrigar os usuários a manter os dados próximos e/ou sob controle de gerenciamento total.

Infraestrutura como serviço (IaaS)

A responsabilidade de gerenciamento da empresa começa com a camada do sistema operacional e o provedor garante a disponibilidade e a confiabilidade da infraestrutura fornecida.

Diversos casos de uso podem se beneficiar desse padrão. As empresas que não são proprietárias de um data center veem o IaaS como uma infraestrutura rápida e barata para suas iniciativas de negócios que pode ser expandida ou encerrada, conforme necessário. As empresas tradicionais que precisam do poder da computação para executar cargas de trabalho variáveis, com menos gasto de capital, são exemplos perfeitos da adoção de IaaS. Em ambos os casos, as empresas pagarão apenas pelos serviços usados.

Plataforma como serviço (PaaS)

As empresas e/ou fábricas de desenvolvimento que desejam implementar metodologias ágeis são as mais adequadas para o PaaS. Os provedores de PaaS publicam diversos serviços que podem ser consumidos dentro dos aplicativos. Esses serviços estarão sempre disponíveis e atualizados. O PaaS fornece uma forma muito simples de testar e fazer o protótipo de novos aplicativos. Ele pode economizar ao desenvolver novos serviços e aplicativos. Os aplicativos podem ser liberados mais rapidamente do que o usual para obter feedback do usuário.

A economia de API é o novo paradigma em desenvolvimento e a cloud fornece a plataforma ideal para sua implementação.

Software como serviço (SaaS)

Atualmente, os padrões de SaaS são geralmente aceitos por diversas empresas que desejam se beneficiar do uso do aplicativo, sem a necessidade de manter e atualizar a infraestrutura e os componentes. Os aplicativos de e-mail, ERP, colaboração e escritório são as soluções SaaS mais aceitas. A flexibilidade e elasticidade do modelo de SaaS são grandes benefícios.

Na adoção de cloud, não existe somente uma solução adequada para todos os cenários. As empresas devem levar em consideração sua própria equação de custo e benefício e, então, decidir sobre o melhor modelo. Cada aplicativo e processo necessário é uma carga de trabalho e uma empresa que deseja migrar para cloud deve realizar uma avaliação profunda da carga de trabalho.

Comece a usar

O IBM Cloud oferece soluções de infraestrutura, plataforma e software para impulsionar seus negócios.