A computação em nuvem (Cloud Computing em inglês), é o conceito que se refere à entrega de recursos computacionais oferecidos de maneira remota e em tempo real. Dessa maneira, empresas podem acessar diferentes serviços tecnológicos em qualquer lugar do mundo por meio da internet e sem a necessidade de manter um data center local.

A base da computação em nuvem é composta por servidores, ou seja, hardwares com grandes capacidades computacionais. A cloud é composta por uma série de servidores que dividem seus recursos entre si, possibilitando que esses hardwares cumpram a função de algum outro servidor caso ocorra alguma falha ou uma necessidade específica como, por exemplo, um aumento inesperado na demanda.

Modelos de serviço de nuvem

A utilização da computação em nuvem pode acontecer de diferentes maneiras, dependendo do tipo de serviço que cada empresa precisa. Levando em consideração a oferta como um software, plataforma ou infraestrutura são apresentados modelos como IaaS (Infrastructure-as-a-service), PaaS (Platform-as-a-service) e SaaS (Software-as-a-service).

Qual é o modelo ideal?

A resposta para essa pergunta depende de inúmeros fatores já que cada modelo de utilização de nuvem pode trazer benefícios diferentes de acordo com o objetivo e as necessidades de cada empresa.

o que iaas, paas, saas? imagem para explicação

Quais são os tipos de nuvem?

Os recursos computacionais entregues por meio da nuvem possuem 3 principais modelos:

Esses 3 tipos de nuvem apresentam características e benefícios em cada variedade de aplicação nos negócios.

o que é public cloud, private cloud e hybrid cloud?

Nuvem pública

A nuvem pública é, provavelmente, a mais conhecida e utilizada entre os 3 modelos. Se você já utilizou algum serviço para guardar seus documentos na internet, você faz parte dos muitos usuários e usuárias dessa tecnologia.

O termo “pública” se refere à possibilidade dos recursos de um único servidor serem utilizados por mais de um usuário e, ao contrário do que o nome pode sugerir, esse modelo possui um alto nível de segurança. Um dos métodos mais utilizados na nuvem pública é o pay-per-use, um benefício ao usuário, que paga apenas pela quantidade de recursos utilizada.

Benefícios da nuvem pública para empresas

Os benefícios para o meio corporativo se dão a partir da possibilidade de usar essa tecnologia com toda a sua flexibilidade e sem a necessidade de investir em todos os custos que envolvem a construção de um data center local, como os custos com hardware, instalação, recursos energéticos, técnicos especialistas, local, entre outros.

No modelo de nuvem pública, todos esses pontos são de responsabilidade do provedor, que entrega um serviço pronto para ser usado, além de oferecer escalabilidade, permitindo que a empresa use mais recursos quando necessário, sem um limite definido.

Nuvem privada

A nuvem privada é um conceito onde os servidores são disponibilizados exclusivamente ao usuário final. Essa tecnologia pode ser encontrada de 2 maneiras: on-premises (local) , ou seja, a instalação completa da infraestrutura é feita no cliente e off-premises, na qual os recursos tecnológicos dos servidores são instalados no provedor e alugados pelo cliente.

A nuvem privada exige um nível superior de responsabilidades por parte da empresa contratante, sendo necessário contar com uma equipe de profissionais capacitada para o gerenciamento de todo o ambiente.

Benefícios da Nuvem Privada

O uso exclusivo de uma nuvem por uma empresa oferece um nível superior de segurança e permite que ela tenha o controle dessa infraestrutura dedicada e a possibilidade de destinar os recursos da melhor maneira, de acordo com a sua estratégia.

Nuvem Híbrida

A nuvem híbrida é uma combinação estratégica das nuvens pública e privada. Essa combinação pode ser feita de diferentes maneiras, seja na utilização da nuvem pública com a nuvem privada, 2 nuvens privadas, 2 nuvens públicas ou demais associações que façam sentido ao negócio. Ou seja, sempre considerando a necessidade de integrar dois ou mais ambientes em nuvem.

A criação de uma arquitetura de nuvem híbrida, então, pode ser pensada para solucionar 3 principais problemas:

  • a correta conexão entre as nuvens;
  • a modernização das aplicações nelas contidas com o objetivo de proporcionar um funcionamento correto em todos os ambientes e um componente extremamente necessário;
  • a segurança para a proteção do ambiente e tudo o que estará nele.

Va além com o seu conhecimento