Watson Marketing

10 tendências de Marketing Digital para 2017

Compartilhe:

A maneira como os profissionais de marketing se comunicam com seus consumidores mudou muito nos últimos anos. A quantidade de canais para estabelecer a comunicação, geram um volume de dados extremamente elevado. O resultado é o seguinte:

Todos os dias criamos 2.5 quintilhões de dados. Para colocar isso em perspectiva, 90% dos dados no mundo de hoje foram criados apenas nos últimos dois anos.

No meio digital, não temos somente 2 dispositvos: desktop e celular inteligente (smartphone). Hoje existem vários outros dispositivos conectados à internet gerando outras informações como, por exemplo, relógios inteligentes (smart watches) que podem enviar informações sobre batimentos cardiácos e o quanto você caminhou para aplicativos de celulares monitorarem sua saúde.

Este as possibilidades de jornadas geradas pela quantidade de canais disponíveis é exponencialmente grande.

Resumindo, temos várias fontes gerando informações e estas informações precisam ser filtradas para identificarmos o que é ou não relevante para conseguirmos ter uma visão completada (holística) da jornada de cada cliente. Para ajudar na análise, filtro e insights neste mar de informações é que a inteligência artificial (AI) aparece como grande diferencial.

Veja abaixo as tendências e ideias que nossos especialistas identificaram para que você consiga exceder as expectativas de seus clientes.

1 Soluções cognitivas mudam a forma de conectar-se com os clientes

Os sistemas cognitivos analisam milhões de dados estruturados e não-estrutudos (imagens, vídeos, sons, textos) para gerar insights. Neste mar de dados que geramos diariamente, mais de 80% são dados não-estruturados (imagens, vídeos, conversas via chat entre outros) e estes dados não são analisados. É mandatório que as empresas conheçam profundamente seus clientes.

2 Mudar o foco de “estratégia mobile” para uma estratégia de engajamento

As estratégias não podem mais focar em um ou outro canal. Muitas empresas estão dispersando uma energia enorme em desenvolver uma “estratégia para dispositivos móveis” para conseguir atingir seu público e ter uma comunicação acessível com seus clientes. No entanto, é importante focar no engajamento do cliente. Isto quer dizer que as empresas precisam integrar seus canais de comunicação de tal maneira que seus clientes possam ser identificados em todos os canais para que as ações e respostas sejam rapidamente coordenadas.

3 O Marketing de Influenciadores evoluiu

Sim, influenciadores influenciam muito. Hoje existem várias pessoas que influenciam milhões de pessoas. Os influenciadores atuais não estão nos canais tradicionais; são bloggers, vídeo bloggers, e pessoas que estão nas mais variadas redes sociais influenciando o comportamento de compra de pessoas que também não visualizam os canais tradicionais.

Porém, é preciso analisar muito bem se o influenciador possui os mesmos valores que sua marca e se o público que ele conversa é o que você deseja atingir. Não escolha um influenciador somente pela quantidade de seguidores que ele possui.

Utilize os influenciadores para ajudá-lo a conhecer e dialogar com seu público ao invés de tentar controlar sua mensagem.

4 Marketing e tecnologia de anúncios juntos para entregar uma experiência melhor ao cliente

A personalização hoje é obrigatória dentro dos canais proprietários (email, SMS, push, site, call center), mas ela também pode acontecer dentro dos programas de compra de mídia. Os profissionais de marketing hoje podem desenvolver estratégias que permitem impactar um público desejado e, a partir de agora, poderá identificar quem é seu cliente dos que ainda não são. Esta segmentação permitirá criar anúncios cada vez mais personalizados. Os dados proprietários (first party-data) são muito importantes para o desenvolvimento desta integração entre tecnologia e estratégia de marketing.

5 Sucesso do cliente e estratégias de retenção se tornaram prioridades

Não basta conseguir vender e deixar seu cliente sem suporte pós-venda. Várias empresas estão criando áreas de Sucesso do Cliente (Client Success) para auxiliar o cliente na adoção, conhecimento e benefícios dos produtos e serviços que ele adquiriu. Clientes satisfeitos geram mais receitas e evitam que todo o dinheiro investido para adquiri-los seja perdido após eles finalmente comprarem seu produto.

6 “Center-brain” no Marketing mistura criatividade e tecnologia para obter sucesso em futuro liderado pelo Machine Learning

As soluções de análise de dados, inteligência artificial, machine learning e soluções cognitivas irão mudar completamente os cenários de marketing nos próximos anos. Integrar esses dois tipos de profissionais vai fazer com que você aproveite ao máximo todo o potencial dos dados. As soluções cognitivas conseguem analisar vários dados para ajudar a desenvolver estratégias criativas que ajudarão o negócio a atingir seus objetivos que, além de fidelizar e engajar clientes, envolvem o aumento de receita.

7 E-mail interativo muda o paradigma deste canal e fornece novas oportunidades no e-Commerce

O e-mail não morreu e continua sendo o canal que mais gera retorno financeiro no meio digital. O e-mail é o canal digital que os clientes sabem utilizar. E ele evoluirá. Já imaginou colocar seu e-Commerce dentro do e-mail? É esta a próxima evolução do e-mail. Interação que permitirá seus consumidores interagirem com a mensagem do corpo do e-mail e comprar o que for conveniente. É claro que esta estratégia você não aplicará massivamente para todos os seus clientes (existe ainda uma limitação dos provedores de e-mail suportarem e permitirem tal interação), mas somente para aqueles que são seus maiores compradores e amantes (lovers) de sua marca.

Abaixo exemplo do que seria esta evolução do e-mail:

Exemplo de e-mail interativo que permite realizar o processo de compra de um e-CommerceCrédito: @M_J_Robbins da Rebelmail.

8 Aumento dos Dark Data muda atenção do Marketing para tentar entender os dados já existentes

“Dark Data” são os dados não-estruturados. O processo de compra e interação dos clientes muda de acordo com as fases de nossas vidas. Os dados não-estruturados podem ajudá-lo a entender as informações que você possui sobre seus clientes e a obter insights. Através desta dados é possível identificar o tempo das jornadas de seus clientes, quais dados são relevantes serem analisados e que impactam seu negócio, dos dados que seus clientes informaram em algum momento através de um formulário mudaram e se a experiência deles é ou não satisfatória.

9 Apps estão fugindo dos “ícones” e mudando a cara das interações via mobile

80% do tempo dos usuários é dedicado apenas à 3 aplicativos. Os usuários estão cada vez mais seletivos para instalar e usar novos aplicativos. Invista em integrar o seu negócio aos apps que já são mais acessados e foque em desenvolver uma experiência diferenciada com foco no seu negócio.

10 Visão holística da jornada do cliente que mudará a experiência do consumidor

É preciso entender toda a jornada de seus clientes, colocar-se no lugar deles e remover todas as barreiras que podem impedi-los de se comunicarem com você. Experiências ruins impactam diretamente no retorno financeiro de seu negócio, por isso, remova qualquer coisa que atrapalhe ou demande muito tempo para interagir com sua marca; facilite ao máximo o processo de compra. Interaja com todos as áreas de sua empresa para identificar o que pode ser melhorado não somente no processo de compra, mas no pós-venda também.

Watson Marketing Leader

Leia mais sobre Watson Marketing

O que são Queries e como usá-las?

Query (ou, em Português, Consulta) é um conjunto de critérios que, quando executado, gera uma lista. Como a consulta é feita com base em critérios, essa lista é dinâmica e muda com o tempo conforme os dados são alterados para cada contato. Da mesma maneira que as Contact Lists, as queries são consultas realizadas em […]

Continuar lendo

O que são Contact Lists e como usá-las?

Para muitos profissionais de Marketing, Contact Lists (ou, em Português, Lista de Contatos) é a mesma coisa que banco de dados. Essa não é uma verdade! Conceitualmente, as listas de contatos são pequenos grupos de registros que foram segmentados em seu banco de dados com algum objetivo específico. Isto quer dizer que as listas fazem […]

Continuar lendo

Social Audiences – Como trabalhar integrado ao Watson Campaign Automation

O IBM Watson Campaign Automation Social Audiences (ou, Social Audiences) é uma solução muito interessante para quem trabalha (ou deseja trabalhar) com várias redes sociais e pode ser integrada com a base de dados existente em sua empresa. O Social Audiences é uma solução standalone, ou seja, que pode ser vendida separadamente de outras soluções […]

Continuar lendo