Transforme sua TI ao entregar agilidade de infraestrutura em escala

By | 5 minute read | 10/06/2020

Periodicamente, nós convidamos líderes de mercado para compartilhar suas opiniões e insights sobre as tendências atuais de tecnologia no blog de Infraestrutura de TI da IBM. As opiniões expressas nesses posts são próprias e não refletem necessariamente o ponto de vista da IBM.

Se você faz parte de uma startup que desenvolve uma nova aplicação para testar, iterar e estender, há muitas opções de arquitetura, hospedagem e escalabilidade para você. Muitos engenheiros de startup usam nuvens públicas como base de suas infraestruturas, pois elas oferecem flexibilidade significativa, com a implementação de pilotos e, em seguida, ajustando a escala com base no uso e em outros critérios.

No entanto, e se a aplicação tiver um uso intenso e consistente desde o primeiro dia? Digamos que você esteja implementando um novo sistema de suporte de decisões que processará dados sensíveis, conectará diversos armazenamentos de dados operacionais, integrará hubs de dados de IoT recém-implementados, extrairá dados do ERP, acionará fluxos de dados em diversas soluções SaaS e, em seguida, fornecerá análise aos funcionários por meio de múltiplos aplicativos móveis. Algumas dessas cargas de trabalho terão uso consistente, especialmente durante o horário comercial. Outras terão picos de utilização quando novos dados forem processados ou quando modelos analíticos preditivos processarem novamente dados de meses e anos.

Selecionar arquiteturas de computação para sistemas que apresentam variação de cargas, processam grandes volumes de dados, criam interface com diversos pontos de conexão, transmitem dados sensíveis e requerem alta disponibilidade desde o primeiro dia é de baixo impacto. Isso requer que arquitetos dividam o problema todo em diferentes domínios, dependendo de suas plataformas, cargas esperadas e requisitos de segurança e, em seguida, especifiquem as infraestruturas ideais para cada um.

Esse pode ser um exercício desafiador para eles. Uma abordagem tradicional é executar uma análise completa de ponta a ponta para determinar uma arquitetura ideal de baixo risco.

Entretanto, atualmente, os arquitetos raramente têm tempo e conhecimento suficientes para executar esse nível de planejamento. Quando se trata de os líderes de negócios esperam que a TI seja tão ágil e responsiva quanto as startups e demorar meses para arquitetar e, então, implementar uma infraestrutura é inaceitável. Eles também esperam 99,999% ou maior confiabilidade e que o mais alto nível de criptografia seja empregado para assegurar a privacidade dos dados sensíveis.

Os departamentos corporativos de TI que buscam entregar a mesma agilidade que as startups, exigindo soluções de infraestrutura de TI, mas com o máximo de requisitos de computação, confiabilidade, desempenho e segurança exigidos da empresa devem expandir suas opções de computação. As nuvens públicas são adequadas para algumas aplicações, mas as nuvens privadas podem ser mais ideais para aplicações que se conectam a diversas origens de dados corporativos e possuem cargas de trabalho mais consistentes. Muitas empresas estão optando por uma estratégia multicloud híbrida como a opção mais versátil, possibilitando que elas provisionem recursos de cálculo de maneira ideal.

Definindo a agilidade da infraestrutura

Ter uma opção de multicloud híbrida para implementar é apenas o começo. Os departamentos de TI devem procurar obter mais recursos diretamente da infraestrutura que eles usam em nuvens privadas, além de exigir a integração e a interoperabilidade entre suas cargas de trabalho de nuvens pública e privada. Existem diversos exemplos em que a seleção da infraestrutura correta pode fornecer recursos e benefícios adicionais de TI.

  • A criptografia é implementada no nível da infraestrutura para que todos os dados sejam criptografados, sem esforço de desenvolvimento e com impacto bem mínimo no desempenho
  • Uma infraestrutura que facilite o impulsionamento de arquiteturas de software livre, inclusive Linux, Kubernetes, ferramentas de teste e estruturas de desenvolvimento de aplicação.
  • Configuração e integração para permitir que as equipes de desenvolvimento construam, testem e suportem aplicações.
  • Lidar com as necessidades de desempenho e escalabilidade de cargas de trabalho de tecnologia emergente, incluindo machine learning, blockchain e IoT.
  • As organizações de TI requerem automação e melhores ferramentas para gerenciar recursos do sistema.
  • À medida que as aplicações têm a escala de uso ajustada, a TI requer mais conhecimento dos custos, ferramentas para otimizá-los e métodos para reportar a utilização de volta para os consumidores de negócios.
  • Selecionar uma infraestrutura que otimize o consumo de energia é um critério importante. As empresas estão cada vez mais preocupadas com os custos de energia e a emissão do carbono de seus data centers.

De todas as considerações sobre infraestrutura, destacaremos:

3 critérios principais para que as empresas permaneçam competitivas:

Primeiro, a agilidade precisa ser o recurso principal em todas as camadas de tecnologia, incluindo infraestrutura. Isso significa estar apto a executar o ciclo de vida completo do desenvolvimento de aplicação e ativar a configuração rápida da infraestrutura.

Segundo, as tecnologias emergentes irão aumentar o volume e a velocidade dos dados e selecionar uma infraestrutura flexível com ferramentas para automatizar recursos do sistema é incrivelmente importante.

Terceiro, as empresas estão cada vez mais digitais e, portanto, elas requerem desempenho e segurança altamente confiáveis de suas infraestruturas.

É necessário um pensamento novo e transformador da TI para atender aos requisitos e expectativas. Ele deve selecionar a infraestrutura além apenas das especificações de hardware. É igualmente ou até mais crítico identificar recursos avançados que a infraestrutura permite. A TI deve entender os requisitos de desempenho, escalabilidade e segurança para que eles possam ser abordados de maneira eficiente e não sejam impedimentos para que a empresa experimente e compita de maneira confiável. Por fim, estabelecer infraestruturas em nuvem versáteis e criar parcerias com equipes de desenvolvimento para que os recursos agile e DevOps se tornem ativadores de negócios de ponta a ponta.

Quer saber mais sobre como modernizar a sua infraestrutura de acordo com as suas necessidades? O especialista IBM pode te ajudar, acesse aqui.

Most Popular Articles