Blockchain

Blockchain: transformando o futuro em presente

Share this post:

Imagine você em um dia chuvoso de eleição. Você se conecta em um aplicativo diretamente do seu celular com biometria, se identifica, escolhe seus candidatos e pronto! Computado seu voto sem nem precisar de fila.

Imagine se você pudesse ter um único documento que centralizasse suas informações de identidade, receita, DETRAN e passaporte. Internacional, federal, estadual e municipal. Imagine este mesmo documento oferecido de forma digital com certificação e com possibilidade de utilização em dispositivos móveis ou internet das coisas.

Imagine ainda aquela sua transferência internacional que leva alguns dias e é cara pra burro, ser feita em menos de uma hora e por um valor que já está incluído no seu pacote de benefícios de conta.

Mas não acorde ainda… e se ao invés de fazer um monte de tramitação em cartório para se realizar um negócio de compra e venda, você puder fazer todo o reconhecimento de contrato e identidade de forma segura pelo computador em menos de 30 minutos?

Tudo bem, existem inúmeras considerações legais e logísticas para que estes sonhos se tornem realidade, mas é importante que você entenda que a tecnologia que pode tornar todos estes sonhos possíveis já existe, e ela se chama blockchain.

Blockchain é um conjunto de tecnologias de criptografia que adicionadas a simples regras de negócio e recursos de transparência nas transações possibilitaram a explosão da utilização das criptomoedas no início dos anos 2000.

A associação a criptomoedas, como o bitcoin, tornou fácil a assimilação de sua utilização com transações financeiras, mas as possibilidades de utilização desta tecnologia transcendem o universo financeiro, sendo possível estender suas capacidades a quase todo tipo de transação de valores, serviços ou aplicações que requeiram segurança, rastreabilidade e garantia a seus clientes finais.

Você já deve ter ouvido falar de como funciona a coisa; mas se você ainda não entendeu, são quatro os pilares do blockchain: a criptografia, o ledger compartilhado, o contrato e o consenso.

Toda a lógica das transações de blockchain é baseada em criptografia. Esta garante segurança, autenticação nas transações e a rastreabilidade destas transações. De forma bem simplória, tudo gira em torno da troca e do processamento de chaves criptográficas em conjunto com as aplicações de negócio.

O Ledger compartilhado é o que garante a lisura e transparência das transações, uma vez que estas são registradas e publicadas para o conhecimento de todos os membros da rede de negócios. Este registro é de escrita única, sem possibilidade de reescrita ou deleção. Os registros são verificáveis e rastreáveis, e registros indevidos são descartados impedindo fraudes.

Contrato são termos de negócio que regem qualquer tipo de transação. É assim no mundo dos negócios e no blockchain também. Aqui devem ser determinadas todas as regras de negócio para utilização das transações, e o comportamento dos membros da rede de negócio.

No consenso, todos os membros da rede de negócio concordam em verificar e validar as transações uns dos outros. Isto ajuda muito na garantia de lisura do processo, além de dar agilidade a aplicação das regras de negócio determinadas no contrato. Esta verificação é baseada na validação da troca e da veracidade das chaves criptográficas.

O potencial, conforme vimos é imenso. Grandes empresas de tecnologia como IBM, Intel, Hitachi e do mundo financeiro como JP Morgan, Deutsche Group, ABN-AMRO e Swift estão abraçando esta que pode ser realmente a próxima revolução tecnológica depois da internet. Trinta destas empresas criaram um consórcio para desenvolver um padrão único e comercial de blockchain chamado HyperLedger.

Muitas oportunidades de negócio já estão sendo trabalhadas baseadas neste padrão. E os casos de uso já estão aí para quem quiser ver.

Posso citar o Walmart, por exemplo, que em parceria com a IBM está utilizando blockchain para fazer todo o rastreamento da cadeia de suprimentos de seus alimentos, ou a bolsa de ações do Japão que mudou toda a estrutura de compra e venda de ações de baixo custo para a tecnologia blockchain.

Seguradoras, empresas de crédito, bancos, cooperativas, supermercados, indústrias, governos, todos têm em vista, hoje mesmo, projetos de blockchain. E a expectativa é de que quanto mais se utilize a tecnologia, mais aplicabilidade ela terá.

Em breve teremos que imaginar outras possibilidades, pois estas citadas aí em cima já serão realidade.

Para saber mais sobre Blockchain, clique aqui.

 

Cloud and Power Systems Consultant IBM Systems

More Blockchain stories

Identificando possíveis problemas de infraestrutura de armazenamento

Sempre que converso com equipes de gerenciamento de infraestrutura sobre as preocupações e os pontos problemáticos que eles enfrentam, recebo estas perguntas: Como podemos manter alta disponibilidade e evitar o tempo de inatividade do sistema? Existe alguma maneira de identificar proativamente um problema em potencial? Como podemos garantir o máximo de desempenho e eficiência do […]

Continue reading

IBM Spectrum NAS: armazenamento de arquivos definido por software e fácil de gerenciar

O IBM Spectrum NAS tornou-se uma adição interessante ao portfólio do IBM Spectrum Storage SDS para ajudá-lo a modernizar e transformar seu ambiente de TI. Mas o que seria “modernizar e transformar”? O armazenamento definido por software permite modernizar e gastar menos com infraestrutura tradicional, liberando recursos, dinheiro e tempo para construir a infraestrutura transformadora definida […]

Continue reading

As inovações do IBM Spectrum Protect e IBM Spectrum Protect Plus

Parece que a reutilização de dados é uma pauta em alta. Para nós, é mais que uma simples conversa. A IBM já tem soluções para ajudar os clientes a resolver seus problemas atuais, aproveitando dados secundários de maneiras inovadoras. Nós estamos expandindo nossas capacidades para melhorar a proteção de dados e oferecer outras maneiras de […]

Continue reading