Legal

Urbano Vitalino Advogados investe em inteligência artificial

Compartilhe:

“Escritório passa a contar com a tecnologia Watson, da IBM, para auxiliar advogados na busca de informações e elaboração de peças processuais.”

No ano em que celebra 80 anos de mercado, o Urbano Vitalino Advogados faz um dos seus mais arrojados e inovadores investimentos em tecnologia da informação. Conhecido pelo pioneirismo na adoção de tecnologias e procedimentos disruptores no mercado jurídico, o escritório adota o Watson, plataforma de computação cognitiva da IBM para negócios, tornando-se um dos pioneiros no uso de inteligência artificial na área jurídica no país. A assistente virtual criada para auxiliar os profissionais do escritório  recebeu o nome de Carol, está em processo de treinamento e, a princípio, irá ajudar os advogados do escritório na busca de informações e na elaboração de peças processuais nas áreas de Direito do Consumidor e Trabalhista. O objetivo da adoção da tecnologia é ampliar a qualidade e a eficiência dos serviços prestados.

A tecnologia vai colaborar diretamente com os advogados para a busca de dados – alterações e novas leis, posicionamento de magistrados, precedentes, jurisprudências e decisões judiciais – e amplia, por exemplo, a capacidade do escritório em montar peças processuais com mais precisão e em menos tempo. “Carol vai ampliar a capacidade de nossa equipe na arte da argumentação em defesa dos nossos clientes. Vamos automatizar algumas atividades que dispendem tempo e custos e direcionar a força de trabalho intelectual dos nossos advogados para atividades mais estratégicas, como preparar as ações, atender e orientar clientes, negociar e defendê-los no tribunal”, detalha Urbano Vitalino Neto, diretor-presidente do escritório.

Ele conta, ainda, que é impossível para um escritório que atua de forma nacional com advocacia de volume, como é o caso do Urbano Vitalino, conhecer exatamente como pensa cada magistrado, assim como tornar as peças processuais dirigidas e personalizadas como se fazia antigamente quando o escritório começou a atuar no mercado do Direito Empresarial há 80 anos. “Ao empregarmos sistemas de inteligência artificial para buscá-los, triá-los e analisá-los, podemos oferecer consultoria e serviços ainda mais qualificados do que fazemos hoje. Carol nos permitirá ser ainda mais eficientes com qualidade técnica e a um custo menor”, ressalta Urbano Neto.

Carol tem a capacidade de aprender com os feedbacks que recebe da equipe de advogados, com o arquivo histórico de peças e com todas as informações que estão armazenadas no Knox, sistema de gestão integrada do Urbano Vitalino Advogados. Tudo feito com a supervisão de humanos ou por análise estatística. “Com o passar do tempo, ela vai se tornar cada vez mais um reflexo do que somos. Ela vai absorver o conhecimento gerado por grandes especialistas que estão ou que passaram pelo escritório, como o próprio Urbano Vitalino Filho, entre outros expoentes do Direito. Contaremos com um pouco de cada um no DNA intelectual da Carol”, declarou Urbano Vitalino Neto.

A previsão é que Carol esteja operando com plena capacidade em meados de 2018, aumentando a competitividade do escritório no mercado jurídico brasileiro.

Leia mais sobre Legal
By comunica@br.ibm.com on 5 de maio de 2022

BP Bunge Bioenergia otimiza projeções de cultura com IBM Environmental Intelligence Suite

E empresa a utiliza dados ambientais e análises geoespaciais do IBM Environmental Intelligence Suite para prever variações nos rendimentos globais das colheitas.

Continuar lendo

By comunica@br.ibm.com on 28 de março de 2022

Logicalis e IBM anunciam colaboração para acelerar adoção de 5G nos negócios da América Latina

As duas empresas agora oferecem novas soluções para empresas locais aproveitarem os benefícios do 5G por meio de uma abordagem de nuvem híbrida aberta.

Continuar lendo

By comunica@br.ibm.com on 14 de março de 2022

Como reagimos aos cheiros pode desvendar como formamos pensamentos conscientes

Novas pesquisas sobre como nossos cérebros processam odores envolvendo grandes modelos computacionais de uma seção do cérebro podem ajudar a desvendar o mistério da formação da consciência

Continuar lendo