Blockchain

Portos da América Latina integram plataforma Blockchain da IBM e Maersk para impulsionar participação no comércio global

Compartilhe:

Mais de 50 portos e terminais em toda a região já estão contribuindo com dados ou estão integrados ao TradeLens;
No Brasil, cidades como Manaus, Fortaleza, Salvador, Vitória e Rio de Janeiro já trabalham com a solução

América Latina, 24 de outubro de 2019 – A IBM anuncia hoje que mais de 50 portos e terminais de diferentes países da América Latina estão trabalhando com o TradeLens, uma plataforma digital criada pela IBM e Maersk baseada em Blockchain. Com cinco das seis maiores linhas globais de transporte de contêineres, representando mais da metade da capacidade global de embarcações, o TradeLens permite a colaboração entre parceiros comerciais, gerando mais eficiência e insights em toda a cadeia global de comércio, digitalizando os fluxos de documentação comercial.

Segundo o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), cerca de 90% do comércio mundial tem um porto como origem e destino. A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) indica que, em 2018, a atividade dos principais portos de contêineres da América Latina ultrapassou 53 milhões de TEUs, medida para calcular o volume de contêineres e unidade equivalente a 20 pés, atingindo quase 10% da produção mundial.

Infográfico

“Nas últimas décadas, a região experimentou um avanço na operação de seus portos, aumentando a eficiência operacional em mais de 20%. No entanto, ainda estamos longe de países mais avançados”, afirma Natalia de Greiff, vice-presidente de Cloud and Cognitive Software da IBM América Latina. “Estamos trazendo o TradeLens para nossa região para continuar nesse caminho de crescimento, usando IBM Blockchain em IBM Cloud para posicionar a América Latina nas grandes ligas comerciais do mundo”.

O TradeLens está reinventando toda a cadeia de comércio, interligando exportadores, linhas de navegação, operadores portuários e terminais, transporte terrestre e autoridades alfandegárias, através do acesso em tempo real a documentos de envio de dados, o que traz mais eficiência operacional e análise de eventos em tempo real. Atualmente, o TradeLens processa cerca de 10 milhões de eventos por semana.

“A participação em todo o ecossistema da cadeia de suprimentos está demonstrando o verdadeiro valor da plataforma digital TradeLens. Temos uma base sólida para desenvolver, por exemplo, prestadores de transporte terrestre, despachantes de carga, alfândegas e outras entidades governamentais para ingressar no ecossistema e explorar os benefícios da digitalização dos fluxos comerciais da América Latina”, comenta Lars. O. Nielsen, Presidente de Maersk América Latina e Caribe.

Modelo de colaboração conjunta para maximizar a adoção regional

Terminal Zárate, o primeiro porto privado da Argentina com mais de 2 milhões de m2 de superfície, forma um complexo portuário com tecnologia e equipamentos de alta produtividade para operação de contêineres e integrou-se ao TradeLens para gerar maior agilidade, transparência e rapidez no acesso à informação, além de gerar insights sobre os dados obtidos para todo o transporte marítimo que passa pelo porto.

Terminal Puerto Rosario, o porto multiuso com a melhor conectividade da Argentina, em seus mais de 67 hectares, possui uma grande capacidade de armazenamento de granéis sólidos e líquidos, além de um terminal de contêineres que foi recentemente expandido com infraestrutura e tecnologia de ponta, incluindo o scanner mais eficiente da América Latina. O primeiro porto a incorporar o sistema Revolver para transporte e armazenamento de granéis por meio de contêineres de despejo – e que já está incorporando inteligência artificial – continua seu processo de digitalização e inovação e se integra ao TradeLens para usar a rede Blockchain para monitorar a carga e descarga de contêineres.

Terminal de Buenaventura (TCBUEN) faz parte do grupo GEPSA e APMT, que opera mais de 75 portos em todo o mundo. O terminal oferece cross docking, enchimento, inspeções, serviços exclusivos para o segmento de café e açúcar que representam quase 30% das exportações pela Buenaventura. Por esse motivo, a incorporação ao TradeLens não apenas ajuda o porto no monitoramento das transações de carga, mas também a interagir com mais eficiência por meio do acesso em tempo real aos documentos de envio de dados, incluindo IoT e dados de sensores, desde o controle de temperatura até o peso do contêiner.

No Porto de Santos, um dos maiores complexos portuários da América Latina, responsável pela movimentação de cargas de um terço das bolsas comerciais brasileiras, o primeiro parceiro, Santos Brasil, integrou-se ao TradeLens para gerar insights sobre os mais de 1,6 milhões de TEUs que seu terminal ‘Tecon Santos’ deve operar em 2019.

Terminal Pacífico Sur Valparaíso, o principal terminal de contêineres do Chile, tornou-se a primeira entidade no Chile a usar o TradeLens para melhorar os processos tradicionais baseados em papel. Nesse sentido, os operadores de terminal o utilizam para obter uma capacidade visível e de curto prazo dos dados de maneira segura e rápida.

Terminal Internacional San Vicente (SVTI) é o primeiro porto da região de Biobío e o segundo terminal no Chile a aderir à plataforma TradeLens, para trocar dados operacionais entre os diferentes segmentos da cadeia logística, proporcionando maior segurança, confiança e eficiência operacional.

“Nosso trabalho com a TradeLens e outras empresas do ecossistema do comércio global como terminais, entidades governamentais, empresas de transporte terrestre, entre outros, mostrou que o Blockchain está sendo usado para formar uma rede forte e conectada, na qual todos os membros ganham ao compartilhar dados importantes. Juntos, podemos transformar a maneira como o comércio é realizado em toda a região”, afirma Martín Hagelstrom, executivo de Blockchain da IBM América Latina.

Para obter a lista completa de portos e terminais que estão utilizando a solução, visite a página www.tradelens.com/ecosystem.
Para obter mais informações sobre TradeLens, visite: www.tradelens.com.

Sobre o TradeLens

A plataforma TradeLens foi desenvolvida em conjunto pela Maersk e IBM. TradeLens é uma plataforma setorial aberta e neutra, sustentada pela tecnologia Blockchain e suportada pelos principais players do setor de transporte global. A plataforma promove a troca eficiente, transparente e segura de informações, a fim de promover maior colaboração e confiança em toda a cadeia de suprimentos global.

Sobre a IBM Brasil

Somos uma empresa de pessoas que estão transformando o mundo em um lugar melhor para todos, cocriando o futuro das empresas, governos e da sociedade por meio do forte investimento em pesquisa, pelo uso da inteligência artificial e tecnologias disruptivas. Há mais de 100 anos no País, temos impactado a vida de milhões de brasileiros, sempre colocando em primeiro lugar a transparência, segurança, privacidade e confiança dos dados. Nossa missão é ser protagonista da reinvenção digital das empresas e da sociedade e, para isso, democratizamos o acesso às mais importantes tecnologias, com Watson, Blockchain, segurança e IoT, disponíveis na nuvem.

Para mais informações sobre a IBM, visite www.ibm.com/br
No Twitter: twitter.com/ibmbrasil
No Facebook: www.facebook.com/IBMBrasil
Acompanhe o IBM Comunica www.ibm.com/blogs/ibm-comunica

Assessoria de imprensa IBM

Weber Shandwick
Phillipe Xavier
Telefone: +55 11 3027-0292
E-mail: pxavier@webershandwick.com ou ibmbrasil@webershandwick.com

IBM
Vanessa Garcia Xavier
Telefone: +55 11 2132-2218
E-mail: vaneg@br.ibm.com

Juliana Cayres Setembro
Telefone: +55 11 2132-4522
E-mail: jcayres@br.ibm.com

Leia mais sobre Blockchain
By comunica@br.ibm.com on 21 de novembro de 2019

IBM transforma seu software para que possa ser executado em qualquer nuvem com Red Hat

Com IBM Cloud Paks, as empresas no Brasil podem criar aplicativos de missão crítica uma vez e executá-los nas principais nuvens públicas ou nuvens privadas São Paulo, 21 de novembro de 2019 – A IBM (NYSE: IBM) transformou seu portfólio de software para ser nativo em nuvem e o otimizou para rodar em Red Hat […]

Continuar lendo

By comunica@br.ibm.com on 21 de novembro de 2019

IBM anuncia projetos que contribuem para diminuir impacto de mudanças climáticas

As emissões de Dióxido de Carbono provenientes da agricultura e do uso da terra na América Latina e no Caribe representam 42% das emissões totais na região, afetando o meio ambiente e a qualidade de vida da população. O dado é do informe “Perspectivas da agricultura e do desenvolvimento rural nas Américas: um olhar para […]

Continuar lendo

By comunica@br.ibm.com on 14 de novembro de 2019

Concurso Master the Mainframe, da IBM, está com inscrições abertas

A IBM está recebendo inscrições para a 15ª edição do Master the Mainframe, tradicional concurso que apresenta tecnologias aos participantes, como cloud computing e segurança, e inspira o interesse em mainframe, sistema computacional de grande porte para processar altos volumes de informações. O projeto é voltado para pessoas com ou sem experiência que tenham acima […]

Continuar lendo