Blockchain

Brasil tem primeiro bebê registrado por meio de Blockchain a partir de tecnologia IBM

Compartilhe:

Registro aconteceu de forma pioneira no Rio de Janeiro; emissão da certidão de nascimento segue normas e procedimentos legais

São Paulo, 30 de outubro de 2019 – A IBM anuncia que o primeiro registro de recém-nascido no Brasil por meio da tecnologia Blockchain ocorreu no Rio de Janeiro. O processo pioneiro, que seguiu normas e procedimentos legais, foi possível pela rede Notary Ledgers da Growth Tech, que fornece serviços cartoriais digitalmente usando o IBM Blockchain Platform na IBM Cloud.

“Embora algumas maternidades já possuam unidades de cartório, a emissão não é algo simples. Em muitas, o pai precisa enfrentar filas que chegam a durar 4 horas, principalmente em hospitais públicos, com grandes números de nascimentos por dia”, afirma Hugo Pierre, CEO e fundador da Growth Tech, acrescentando que o registro por meio de blockchain traz inúmeros benefícios, como a facilidade e rapidez na entrega do documento.

A iniciativa, fruto também de uma parceria entre o 5º Registro Civil de Pessoas Naturais da Cidade do Rio de Janeiro e a Casa de Saúde São José, onde o bebê Álvaro de Medeiros Mendonça nasceu no dia 8 de julho, fez parte de um projeto piloto que teve duração de três dias. O objetivo era analisar os registros emitidos durante o período para estudar possibilidades de ampliação de sua adoção não apenas no hospital, mas em outras maternidades.

“No momento do nascimento, um dos membros da equipe de parto faz a declaração de nascido vivo diretamente em nossa ferramenta. Em seguida, quem for registrar a criança cria sua identidade digital com base na validação de dados pessoais junto a órgãos oficiais, além de um poderoso reconhecimento biométrico facial e, finalmente, as informações entram na plataforma do cartório, que gera a certidão totalmente válida em, no máximo, 15 minutos”, ressalta Hugo Pierre.

Outras vantagens do blockchain para registros de recém-nascidos vêm com o fato de que, a partir da ampliação de sua adoção, dados importantes e de várias naturezas começarão a trafegar dentro de uma mesma rede, trazendo agilidade a processos normalmente burocráticos, como a confecção de registro de imóveis ou certidões de casamento, que muitas vezes exigem solicitações feitas a diferentes cartórios.

“O registro do bebê Álvaro é um importante passo para o Blockchain no Brasil e mostra sua relevância em um cenário cada vez mais digital. Outro ponto é que esta é uma tecnologia que pode ser aplicada em diferentes segmentos, transformando a maneira como as empresas e os cidadãos se relacionam”, comenta Carlos Rischioto, líder técnico de Blockchain da IBM Brasil.

Cartórios virtuais
A rede Notary Ledgers, sistema por trás do registro de nascimento dos recém-nascidos, é uma plataforma que permite realizar serviços cartorários em ambiente virtual, no qual todas as transações são validadas e registradas em uma blockchain permissionada, formada por diversos cartórios brasileiros. A partir da rede é possível lavrar procurações, além de registros de óbito e união estável, escritura de compra e venda e registro de imóveis.

Para usar a tecnologia, pessoas físicas e jurídicas devem acessar o endereço eletrônico www.notaryledgers.com, escolher o tipo de serviço que precisam, preencher as informações e assinar o documento digitalmente. Quando todos os requisitos para a transação são validados, o pagamento é realizado e tudo é registrado na rede blockchain, que forma um livro-razão único, contendo os registros de todas as transações que ocorrerem na rede.

Sobre a IBM Brasil
Somos uma empresa de pessoas que estão transformando o mundo em um lugar melhor para todos, cocriando o futuro das empresas, governos e da sociedade por meio do forte investimento em pesquisa, pelo uso da inteligência artificial e tecnologias disruptivas. Há mais de 100 anos no País, temos impactado a vida de milhões de brasileiros, sempre colocando em primeiro lugar a transparência, segurança, privacidade e confiança dos dados. Nossa missão é ser protagonista da reinvenção digital das empresas e da sociedade e, para isso, democratizamos o acesso às mais importantes tecnologias, com Watson, blockchain, segurança e IoT, disponíveis na nuvem.

Para mais informações sobre a IBM, visite http://www.ibm.com/br
No Twitter: http://twitter.com/ibmbrasil
No Facebook: https://www.facebook.com/IBMBrasil
Acompanhe o IBM Comunica https://www.ibm.com/blogs/ibm-comunica

Assessoria de imprensa IBM
Weber Shandwick
Phillipe Xavier
Telefone: +55 11 3027-0292
E-mail: pxavier@webershandwick.com ou ibmbrasil@webershandwick.com

IBM
Vanessa Garcia Xavier
Telefone: +55 11 2132-2218
E-mail: vaneg@br.ibm.com

Juliana Cayres Setembro
Telefone: +55 11 2132-4522
E-mail: jcayres@br.ibm.com

Leia mais sobre Blockchain
By comunica@br.ibm.com on 21 de novembro de 2019

IBM transforma seu software para que possa ser executado em qualquer nuvem com Red Hat

Com IBM Cloud Paks, as empresas no Brasil podem criar aplicativos de missão crítica uma vez e executá-los nas principais nuvens públicas ou nuvens privadas São Paulo, 21 de novembro de 2019 – A IBM (NYSE: IBM) transformou seu portfólio de software para ser nativo em nuvem e o otimizou para rodar em Red Hat […]

Continuar lendo

By comunica@br.ibm.com on 21 de novembro de 2019

IBM anuncia projetos que contribuem para diminuir impacto de mudanças climáticas

As emissões de Dióxido de Carbono provenientes da agricultura e do uso da terra na América Latina e no Caribe representam 42% das emissões totais na região, afetando o meio ambiente e a qualidade de vida da população. O dado é do informe “Perspectivas da agricultura e do desenvolvimento rural nas Américas: um olhar para […]

Continuar lendo

By comunica@br.ibm.com on 14 de novembro de 2019

Concurso Master the Mainframe, da IBM, está com inscrições abertas

A IBM está recebendo inscrições para a 15ª edição do Master the Mainframe, tradicional concurso que apresenta tecnologias aos participantes, como cloud computing e segurança, e inspira o interesse em mainframe, sistema computacional de grande porte para processar altos volumes de informações. O projeto é voltado para pessoas com ou sem experiência que tenham acima […]

Continuar lendo