#Dose de Dados

Inteligência Artificial além dos assistentes virtuais

Compartilhe:

Em nosso segundo encontro, o Dose de Dados propõe um papo com experts da IBM para explorar as aplicações da Inteligência Artificial para além dos assistentes virtuais. Saiba como podemos trabalhar a geração de insights aplicando a Inteligência Artificial em mecanismos de descoberta com processamento de linguagem natural.

Confira um papo com experts da IBM para explorar as aplicações da Inteligência Artificial para além dos assistentes virtuais.

O #Dose de Dados é um projeto que está gerando e trazendo os conteúdos mais diversos sobre dados e inteligência artificial de forma periódica e por diferentes canais: newsletter semanal, podcasts quinzenais, encontros mensais e um hub que centraliza tudo em um único lugar!

No primeiro #Encontro Dose de Dados, respondemos às perguntas mais comuns de diversas áreas das empresas sobre o desenvolvimento e curadoria do assistente virtual. Perdeu? Tranquilo! Aqui você pode conferir o artigo “Como fazer a curadoria do assistente virtual” e dar uma olhada no on demand.

Processamento de Linguagem Natural: nem só de assistentes virtuais se vive a Inteligência Artificial

Quando pensamos na relação entre Inteligência Artificial e assistentes virtuais, é muito comum se falar de IA aplicada ao atendimento ao cliente ou no relacionamento com os colaboradores e funcionários das empresas através de chatbots. E, veja bem, essa é uma excelente aplicação para a IA e é, muitas vezes, a responsável por ser o primeiro contato das empresas com tecnologias cognitivas. Durante a pandemia, por exemplo, a adoção de Inteligência Artificial para assistentes virtuais baseados na plataforma IBM Watson Assistant no Brasil dobrou entre janeiro e dezembro de 2020.

No entanto, há outras aplicações extremamente relevantes da Inteligência Artificial que irão auxiliar as empresas a alcançar novos patamares de transformação. E para começar a discutir novas soluções, que tal falarmos de IA na geração de insights por meio de mecanismos de descoberta com processamento de linguagem natural? Eles permitem a busca em informações não estruturadas, por exemplo.

O processamento de linguagem natural (PLN) utiliza métodos estatísticos, machine learning e uma variedade de abordagens para interpretar a linguagem humana em diversas aplicações de dados baseados em texto ou voz. Hoje, a disponibilidade de dados não estruturados em linguagem natural é gigantesca, e por isso, utilizar soluções baseadas em Inteligência Artificial e automação para desenvolver aplicações eficazes na análise de texto e fala é uma parte importante do PLN.

Análise e obtenção de insights a partir de dados não estruturados

Na relação de comunicação homem-máquina, a linguagem humana é extremamente rica e complexa, demandando aplicações de diferentes técnicas de aprendizado para modelagem que, ainda assim, não cobrem 100% a compreensão sintática e semântica – e é aí que entra o processamento de linguagem natural.

Soluções como o IBM Watson Discovery possibilitam desenvolver rapidamente aplicativos de exploração cognitivos com base em nuvem, que promovem insights ocultos em dados não estruturados com recursos desenvolvidos com Natural Language Processing (NLP) e machine learning. Processos de mineração de conteúdo, por exemplo, utilizam processamento de linguagem natural para entender contexto e relacionamentos dentro do texto. A partir dessa análise, fontes de dados não estruturados (como documentos) passam a demonstrar padrões, tendências, anomalias e evolução de elementos no conteúdo quase que em tempo real.

No nosso segundo encontro do Dose de Dados, conversamos com experts do time da IBM sobre as aplicações da IA em mecanismos de busca corporativa em dados como: PDFs, posts, textos livres, entre outros, viabilizando a análise e a geração de insights efetiva em casos como:

– Reclamações sobre produtos;

– Descobertas em contratos, multas, etc.;

– Comentários de redes sociais.

Se você se interessou e não conseguiu acompanhar ao vivo, temos a gravação para você não perder nada desse último encontro!

Acompanhe os posts da série #Encontros Dose de Dados aqui no blog!

Saiba mais

Confira o On Demand do nosso 2° Encontro.

Quer receber a newsletter semanal da Dose de Dados? Inscreva-se aqui.

Fique por dentro!

Acesse nosso HUB e confira todos os conteúdos compartilhados pelo Dose de Dados.

Vamos conversar?

Entre em contato com um representante da IBM.

Data & AI Product Marketing Manager na IBM

Leia mais sobre

Data Fabric: dados prontos para os negócios

Data Fabric: como isso funciona nas empresas e por onde começar a implementar? Em nosso terceiro encontro, o Dose de Dados propõe um papo com experts da IBM e da MC Software apresentando casos de uso de analytics, data science e inteligência artificial para explorar conceitos e ferramentas de Data Fabric. Podemos definir Data Fabric […]

Inteligência Artificial além dos assistentes virtuais

Em nosso segundo encontro, o Dose de Dados propõe um papo com experts da IBM para explorar as aplicações da Inteligência Artificial para além dos assistentes virtuais. Saiba como podemos trabalhar a geração de insights aplicando a Inteligência Artificial em mecanismos de descoberta com processamento de linguagem natural. O #Dose de Dados é um projeto […]

Como fazer a curadoria do assistente virtual

No primeiro #Encontro Dose de Dados, respondemos às perguntas mais comuns de diversas áreas das empresas sobre o desenvolvimento e curadoria do assistente virtual. O #Dose de Dados é um projeto que está gerando e trazendo os conteúdos mais diversos sobre dados e inteligência artificial de forma periódica e por diferentes canais: newsletter semanal, podcasts […]