Automação

Como começar a Hiperautomação usando ferramentas de RPA baseadas em IA

Compartilhe:

Diante de uma necessidade de pensar de forma disruptiva para atender às necessidades dos clientes e funcionários, as empresas estão se movimentando para construir novas maneiras de trabalhar remotamente em escala e endereçar rapidamente as lacunas operacionais. Para esses objetivos, a hiperautomação se mostrou uma resposta promissora.

O cenário de pandemia contribuiu consideravelmente para acelerar as iniciativas de automação como parte dos esforços para a digitalização dos negócios: segundo um levantamento do Gartner [1], entre as 10 tecnologias mais importantes para o futuro, a hiperautomação desponta como tendência em primeiro lugar. Em termos de projeção estratégica, o mercado global de RPA projeta a marca de US $ 10,6 bilhões em 2027 [2].

Quando falamos de automação extrema, automação inteligente ou hiperautomação, essencialmente, estamos falando da mesma coisa: a aplicação de inteligência artificial (AI) e automação de processos robóticos (RPA) combinada com tecnologias de automação fundamentais, como fluxo de trabalho, decisões e gerenciamento de conteúdo, para digitalizar e automatizar virtualmente qualquer tipo de tarefa em escala, e libertar os profissionais para trabalhos de maior valor.

As necessidades de negócios de alto nível para automação não mudaram, seja para acelerar o tempo de geração de valor, fazer mais com menos ou criar experiências resilientes para clientes e funcionários. O que está mudando são as ferramentas para cumprir a promessa de automação extrema. O RPA é uma dessas ferramentas em evolução, adicionando IA e outros recursos para ir além da simples automação de tarefas para uma adoção mais ampla em escala.

Como simplificar tudo isso em uma única iniciativa de Automação?

A hiperautomação é o passo para ampliar a visão da organização como um todo: quais tarefas já estão automatizadas, o que pode ser melhorado, como promover a orquestração dos processos. É preciso desenhar um roadmap das implementações necessárias para melhorar a produtividade dinamizando a força de trabalho.

O diagrama a seguir faz uma breve comparação entre a automação tradicional e a hiperautomação:

Na prática, a combinação da automação com ferramentas de RPA baseadas em Inteligência Artificial é capaz de impulsionar os processos para a otimização de entregas mesmo em mercados dinâmicos. No setor farmacêutico, por exemplo, a rede de farmácias Pague Menos implementou a tecnologia como suporte gerencial em função do seu momento de expansão comercial. Com a digitalização de tarefas repetitivas e a força de trabalho humana dedicada a processos mais relevantes, a empresa observou resultados tangíveis na redução de custos e incremento da receita.

Para começar a conduzir a iniciativa, os líderes de negócio devem priorizar uma visão estratégia orientada à automação, considerar os desafios com a cultura de mudanças e reconhecer lacunas na estrutura organizacional.

Por que as ferramentas RPA baseadas em IA são uma ótima maneira de começar com a hiperautomação

Antes do COVID-19, muitos pilotos de RPA focavam na automação de tarefas de rotina em processos de back-office discretos com sucesso limitado. Agora, há uma nova urgência para passar da automação de tarefas simples para automações em escala (ou automações extremas) que podem lidar com processos de alto nível voltados para o cliente e geradores de receita.

Em um cenário de negócios onde 50% das empresas com iniciativas de RPA operam com menos de 10 bots em ação [3], descobrir como escalar além desses pilotos ou pequenos projetos continua sendo um desafio. É aqui que entram as ferramentas de RPA orientadas por Inteligência Artificial.

Em vez de adotar automação e IA em ilhas para criar modelos operacionais legados ou acelerar um número limitado de tarefas simples em processos volumosos, a combinação de RPA e software de IA permite que você mude o processamento repetitivo e gerenciamento de tarefas de rotina para processamento direto inteligente. É aqui que os robôs – alguns capazes de aprender, se adaptar e agir sem supervisão – são inseridos em seus processos e sistemas para trabalhar em nome de (ou com) trabalhadores humanos. As ferramentas de RPA baseadas em IA permitem que você execute novos tipos de trabalho e direcione uma gama mais ampla de processos de negócios e TI.

Novos recursos de RPA para oferecer suporte a hiperautomação

Em nosso post mais recente, você entendeu as vantagens e o porquê adquirimos o provedor de RPA WDG Automation. Ao trazer a automação de processos robóticos e recursos de chatbot orientados por IA internamente, nosso objetivo é ajudar os clientes a implementar com sucesso as soluções de automação infundidas por IA.

Em resumo, a solução IBM para Automação de Processo Robótico (RPA) inclui os seguintes recursos:

  • Bots autônomos: bots RPA para automatizar tarefas repetitivas sem intervenção humana;
  • Bots assistidos: permite que trabalhadores humanos usem bots para realizar tarefas repetitivas sob demanda;
  • Chatbots: oferecem a possibilidade de combinar os comandos de RPA para criar chatbots envolventes por meio de vários canais, incluindo web e resposta de voz interativa;
  • Reconhecimento óptico de caracteres (OCR): processamento de documentos extraindo dados estruturados de conteúdo não estruturado;
  • Cofre de credenciais: armazenamento com segurança das credenciais de login para seus bots;
  • Painéis: Monitoramento e gerenciamento para obter percepções estratégicas sobre as operações de negócios.

Usando esta solução de RPA baseada em nuvem com recursos completos, é possível desenvolver e gerenciar bots com mais facilidade e aproveitar as vantagens dos editores de low-code para criar bots, tais como:

  • Selecionar centenas de comandos pré-construídos para montar scripts de bot;
  • Registrar as interações do usuário para gerar scripts de bot automaticamente para acelerar o time to value;
  • Testar as automações usando um agente bot local;
  • Armazenar bots com segurança em um repositório criptografado.

Gerenciando programações de bot e configurando o gerenciamento das cargas de trabalho:

  • Gerenciar o cronograma de execução de bots autônomos;
  • Distribuir o trabalho de forma inteligente entre vários bots para otimizar o rendimento;
  • Reduzir custos executando vários bots no mesmo host virtual.

Com recursos de RPA no IBM Cloud Pak for Automation – em um modelo de licenciamento mais simples – é possível iniciar e escalar com mais facilidade projetos de automação de tarefas de ganho rápido, aproveitando o fluxo de trabalho integrado, captura, decisões e recursos de gerenciamento de conteúdo quando necessário. O IBM Cloud Pak for Automation consiste em um conjunto de soluções para a automatização baseada em kubernetes, capaz de auxiliar a empresa no processo de transformação digital em todas as tarefas que sejam passíveis de aplicar uma automatização.

Depois de entender a fundo o conceito de hiperautomação, é importante destacar: não existe uma ferramenta “mágica”. Para resolver o desafio de escalonar automações, as soluções de RPA precisam estar integradas a recursos de ponta a ponta nos negócios e nas operações de TI. Para isso, continuamos empenhados em fornecer tempo, talento e ferramentas capazes de dimensionar a automação para fazer a diferença.

Entenda

Acesse o IBM Play e conheça um hub de webinars e conteúdos exclusivos para aprofundar seu conhecimento técnico.

Saiba mais

Conheça outros casos de sucesso de hiperautomação aplicada à transformação dos negócios:

Pré-sal Petróleo SA

Banco Popular

Vamos conversar

Entre em contato com um representante da IBM.

Fontes:

[1] Forbes: Gartner’s Top Nine Strategic Tech Trends For 2021, by Peter High. Oct 2020

[2] Grand View Research: Robotic Process Automation Report (2020-2027). Jul 2020

[3] Forrester: UiPath Layoffs Have Little To Do With The RPA Market, by Craig Le Clair. Oct 2019

Adaptado por: Felipe Cavalcante – Content Writer

Texto original: https://www.ibm.com/cloud/blog/get-started-with-extreme-automation-using-ai-driven-rpa-tools
By: Michael Lim – Program Director, IBM Digital Business Automation

Program Director, IBM Digital Business Automation

Felipe Cavalcante

Project Coordinator – Content Writer

Leia mais sobre

Economia de plataformas nos serviços financeiros

Promover a economia de plataformas. Esta é a síntese dos insights apresentados por especialistas durante o IBM Next Banking Generation. O evento, mediado por Eduardo Gouveia, conselheiro e investidor anjo, contou com a participação de Bruno Guarnieri, CTO & CPO da XP; Carlos Rivelle, VP for GBS Latin America da IBM; e Fabio Murakami, diretor […]

Fluxos de trabalho inteligentes na nuvem: Tribanco

Tribanco se alia à IBM para agilizar serviços aos clientes com a criação de fluxos de trabalho inteligentes na nuvem. Com Inteligência Artificial nos processos, as áreas administrativa e financeira do banco serão transformadas em operações de negócios ágeis. A transformação digital é algo que não tem mais volta e agora está chegando com bastante […]

Inteligência Artificial além dos assistentes virtuais

Em nosso segundo encontro, o Dose de Dados propõe um papo com experts da IBM para explorar as aplicações da Inteligência Artificial para além dos assistentes virtuais. Saiba como podemos trabalhar a geração de insights aplicando a Inteligência Artificial em mecanismos de descoberta com processamento de linguagem natural. O #Dose de Dados é um projeto […]