Cloud

5 benefícios da virtualização

Compartilhe:

A virtualização é a base da computação em nuvem – conheça alguns dos principais benefícios que ela pode trazer para sua organização.

Muitas organizações de TI implantam servidores que funcionam apenas em uma fração de sua capacidade, geralmente porque estão dedicando seu servidor físico à uma aplicação específica. Na maioria das vezes, esse é um mecanismo ineficiente, uma vez que há um excesso de capacidade que não está sendo consumido, o que leva a custos operacionais mais elevados.

Nos esforços para aumentar a utilização da capacidade e reduzir custos, a virtualização foi criada. Este artigo fornecerá uma visão geral da virtualização e seus componentes principais, explicando cinco (dos muitos) benefícios que a sua organização pode desfrutar por meio da virtualização.

Afinal, o que é a virtualização?

A virtualização usa software para criar uma camada de abstração sobre o hardware físico (hypervisor). Basicamente, é uma técnica de separar Sistemas Operacionais e Aplicações dos componentes físicos (hardware). Ao fazer isso, é criado um sistema de computação virtual, conhecido como máquinas virtuais (VMs). Isso permite que as organizações executem vários computadores virtuais com seus sistemas operacionais e aplicativos, como se fosse um servidor físico. Simplificando, é um meio para o uso mais eficiente do hardware físico do computador. Com isso, adota-se a estratégia de consolidação de servidores que por sua vez, fornece um maior retorno sobre o investimento da empresa.

E o que é uma máquina virtual (VM)?

Nos termos mais simples possíveis, uma máquina virtual (VM) é uma representação virtual de um computador físico. Conforme mencionado acima, a virtualização permite que uma organização crie várias máquinas virtuais – cada uma com seu próprio sistema operacional (SO) e aplicações – em uma única máquina física.

Contudo, uma máquina virtual não pode interagir diretamente com um computador físico. Em vez disso, ela precisa de uma camada de software leve, chamada hypervisor, para coordenar com o hardware físico no qual é executado.

Hypervisor?

O hypervisor é essencial para a virtualização – é uma “fina camada” de software que permite que vários sistemas operacionais sejam executados lado a lado e compartilhem os mesmos recursos físicos de computação. Esses sistemas operacionais vêm como as mencionadas máquinas virtuais (VMs): representações virtuais de um computador físico – e o hypervisor atribui a cada VM sua própria parte do poder de computação subjacente, memória e armazenamento. Isso evita que as VMs interfiram umas nas outras.

Os 5 benefícios da virtualização

A virtualização do seu ambiente pode aumentar a escalabilidade e, ao mesmo tempo, reduzir custos. Os detalhes a seguir são apenas alguns dos muitos benefícios que a virtualização pode trazer para a sua organização:

1. Reduza suas despesas de TI

Utilizar um ambiente não virtualizado pode ser ineficiente porque, quando você não está consumindo o aplicativo no servidor, o computador fica ocioso e não pode ser usado para outros aplicativos. Quando você virtualiza um ambiente, aquele único servidor físico se transforma em muitas máquinas virtuais. Essas máquinas virtuais podem ter sistemas operacionais diferentes e executar aplicações diferentes, embora todos estejam hospedados em um mesmo servidor físico.

Por meio da consolidação dos aplicativos em ambientes virtualizados, você poderá consumir menos servidores físicos, ajudando a gastar significativamente menos dinheiro em servidores.

2. Reduza o tempo de inatividade e aumente a resiliência

Quando um desastre afeta um servidor físico, alguém é responsável por substituí-lo ou consertá-lo – isso pode levar horas ou até dias. Com um ambiente virtualizado, é fácil provisionar e implantar, permitindo que você replique ou clone a máquina virtual que foi afetada. O processo de recuperação levaria apenas alguns minutos – em oposição às horas que levaria para provisionar e configurar um novo servidor físico – aumentando significativamente a resiliência do ambiente.

3. Aumente a eficiência e a produtividade

Com menos servidores, suas equipes de TI poderão gastar menos tempo mantendo o hardware físico. Você poderá instalar, atualizar e manter o ambiente em todas as máquinas virtuais no servidor, em vez de passar pelo processo trabalhoso e tedioso de aplicar as atualizações servidor por servidor. Menos tempo dedicado à manutenção do ambiente aumenta a eficiência e a produtividade de sua equipe.

4. Independência de controle e DevOps

Como o ambiente virtualizado é segmentado em máquinas virtuais, seus desenvolvedores podem ativar rapidamente uma máquina virtual sem afetar o ambiente de produção. Isso é ideal para ambientes de Dev/Test, pois o desenvolvedor pode clonar rapidamente a máquina virtual e executar um teste no ambiente.

Por exemplo, se um novo patch de software foi lançado, alguém pode clonar a máquina virtual e aplicar a atualização de software mais recente, testar o ambiente e, em seguida, colocá-lo em seu aplicativo de produção. Isso aumenta a velocidade e agilidade de um aplicativo.

5. Organizacional e ambiental mais green-friendly

Quando você consegue reduzir o número de servidores físicos, isso leva a uma redução na quantidade de energia consumida:

– Redução das despesas, permitindo se reinvestir em outras áreas mais críticas;

– Redução da pegada de carbono do data center.

Virtualização e IBM Cloud

A evolução histórica da virtualização se iniciou com o artigo “Time Sharing Processing in Large Fast Computers”, escrito por Chrisopher Strachey, cientista da computação, na Conferência Internacional de Processamento de Informação realizada em Nova York em 1959, e deu início a ideia de virtualização, o qual tratou do uso de multiprocessamento em tempo compartilhado e estabeleceu um novo conceito de utilização de máquinas de grande porte.

Posteriormente, a IBM introduziu o multiprocessamento nos mainframes, o que permitiu que várias unidades de processamento trabalhassem como uma só, antecipando o conceito de virtualização. Depois disso, a IBM lançou o o então seu Sistema Operacional VM (Virtual Machine), baseando-se no conceito de hypervisor.

De lá para cá, a virtualização se transformou em uma ferramenta poderosa que ajuda a aliviar a sobrecarga administrativa enquanto aumenta a otimização de custos, escalabilidade e eficiência. E mesmo tendo sido criada há décadas atrás, a virtualização continua a ser um catalisador para as estratégias de TI das empresas. A importância da virtualização está sendo exponencialmente acelerada conforme as empresas olham para sua jornada de modernização de TI, e os benefícios listados aqui são apenas a ponta do iceberg.

Seguindo as grandes inovações que a IBM teve ao longo do ano, ela trouxe todo esse conhecimento para a IBM Cloud. Com isso, a IBM Cloud oferece um complemento completo de soluções de virtualização baseadas em nuvem, abrangendo serviços de nuvem pública até ofertas de nuvem privada e híbrida. Você pode usá-la para criar e executar uma infraestrutura virtual e também aproveitar as vantagens de serviços que vão desde IA baseada em nuvem até migração de carga de trabalho VMware com IBM Cloud for VMware Solutions.

Saiba mais

Inscreva-se hoje para uma conta IBM Cloud.

Vamos conversar

Entre em contato com um representante da IBM.

Adaptado por: Luis Falcão – IBM Public Cloud Senior Technical Specialist, Architect na IBM Brasil

Texto original: https://www.ibm.com/cloud/blog/5-benefits-of-virtualization
By: Jordan Shamir – Offering Manager, IBM Cloud

IBM Cloud Offering Manager

Luis Falcão

IBM Public Cloud Senior Technical Specialist, Architect na IBM Brasil

Leia mais sobre

Economia de plataformas nos serviços financeiros

Promover a economia de plataformas. Esta é a síntese dos insights apresentados por especialistas durante o IBM Next Banking Generation. O evento, mediado por Eduardo Gouveia, conselheiro e investidor anjo, contou com a participação de Bruno Guarnieri, CTO & CPO da XP; Carlos Rivelle, VP for GBS Latin America da IBM; e Fabio Murakami, diretor […]

Fluxos de trabalho inteligentes na nuvem: Tribanco

Tribanco se alia à IBM para agilizar serviços aos clientes com a criação de fluxos de trabalho inteligentes na nuvem. Com Inteligência Artificial nos processos, as áreas administrativa e financeira do banco serão transformadas em operações de negócios ágeis. A transformação digital é algo que não tem mais volta e agora está chegando com bastante […]

Nuvem Distribuída: Turbinando a Transformação Digital – Parte 2

Segunda parte da nossa série sobre nuvem distribuída: vamos examinar estas importantes abordagens de computação em nuvem. Nuvem distribuída e outros modelos Em meu post anterior, eu descrevi as diferenças entre as seguintes abordagens de ambientes cloud: – Nuvem única; – Nuvem híbrida; – Multi nuvem ou multicloud; – Nuvem distribuída. Em geral, observamos estes […]