Pequenas e Médias Empresas. Soluções de Negócios. Permitindo que as Pequenas e Médias Empresas desenvolvam todo o seu potencial

IBM PureFlex System agiliza liberação de mercadorias da Transbrasa

 

Além de apresentar expressiva melhora na performance e velocidade dos servidores, empresa economiza R$ 600 mil com novos sistemas integrados

 

"“Com a nova infraestrutura, a equipe interna de TI sente maior segurança em suas atividades de administração do dia a dia”
Bayard F. Umbuzeiro Neto, vice-presidente da Transbrasa

 

A Transbrasa, empresa de Santos especializada em logística para as áreas de transporte e armazenagem de cargas no Brasil e no Exterior, investiu em uma infraestrutura IBM PureSystems para capacitar seu sistema de TI a atender às novas exigências da Receita Federal para a movimentação e armazenagem de cargas. Implementado pela própria IBM, o projeto já mostra importantes resultados.

Cenário

A demanda por processamento já estava latente no cenário de crescimento da Transbrasa. A previsão era de que os atuais 7,5 TB de memória/mês triplicassem. Por isso, a companhia buscou uma solução que pudesse atender a essas demandas, deixando espaço, ainda, para um crescimento estimado de 20% ao ano nas operações nos próximos três anos.

Segundo Bayard F. Umbuzeiro Neto, vice-presidente da Transbrasa, um dos aspectos de maior relevância durante a implantação foi o planejamento detalhado de todo o processo, de forma a evitar qualquer impacto negativo aos usuários – tanto os internos quanto os externos – com a paralisação dos serviços, que precisam funcionar 24x7.

Solução

A solução implementada na Transbrasa inclui 2 sistemas IBM Pure Flex, sendo um principal e um de contingência, baseados em tecnologia IBM Power Systems para suportar o banco de dados; além de lâminas x240 baseadas em tecnologia Intel para o ambiente Windows, no mesmo chassi. Adicionalmente, fazem também parte do projeto o FSM (Sistema de Gerenciamento), dois sistemas de armazenamento IBM Storwize V7000 e duas unidades de backup com software TSM (Tivoli Storage Manager) para backup de todas as informações.

Hoje, essa solução IBM implementada no parque tecnológico da Transbrasa gerencia automaticamente o alto volume de armazenamento de discos gerado pelos novos sistemas de OCR (para identificação e reconhecimento automático de caracteres de placas de veículos e números de contêineres), pelo monitoramento eletrônico (70 câmeras de segurança) e pelo raio-X dos contêineres.

“Isso fez com que ganhássemos agilidade na liberação das mercadorias. Dessa forma, temos melhor rotatividade nas cargas, aumentando significativamente o número de contêineres movimentados por nossa empresa. Tudo isso resultará em aumento no faturamento e na lucratividade da empresa”, avalia o executivo.

Benefícios

Segundo a Transbrasa, o modelo de aquisição e implantação resultou em uma economia bruta de R$ 600 mil. A expectativa é que a empresa tenha retorno de aproximadamente 30% do investimento já no primeiro ano.

Os resultados já foram percebidos pelos usuários do sistema, que sentiram uma expressiva mudança na performance devido ao aumento da velocidade dos servidores, além de vários efeitos positivos em decorrência do novo ambiente, como por exemplo o downtime – ou indisponibilidade do sistema –, que até o momento é de 0%.

Essa estabilidade faz com que os serviços sejam prestados de forma mais produtiva. O tempo de backup também melhorou muito. O processo que antes levava até 8 horas foi reduzido a um terço, sendo que agora a operação requer somente um recurso da área de TI para validação por uma hora.

Com o novo sistema, a Transbrasa pode ampliar a capacidade de armazenamento de dados em 300% para os servidores virtualizados existentes e os novos que, com o aumento da demanda, tenham que ser criados. “Como parte do projeto atual, haverá redundância de ambientes físicos e do BD (RAC), assim como backup centralizado”, finaliza o vice-presidente.

Futuro

Como evolução do projeto, a companhia planeja a virtualização dos desktops para reduzir custos na compra de novos equipamentos para usuários finais da rede e a disponibilização de tecnologia móvel (tablets) para colaboradores que atuam em campo.

Renúncias de responsabilidade Legal

1 Baseado em testes da IBM e documentado na metodologia de dimensionamento do IBM System x Virtualization Server Consolidation. O IBM Flex System x240 oferece suporte ao 2.7X mais Peak Utilization Virtual Machines (VMs) que as blades de BladeCenter gerados anterior. O PureFlex System fornece um melhor desempenho escalado que as blades devido à capacidade superior de memória total do nó de cálculo do Flex System x240.

2. É necessário 40% menos de energia no nó de cálculo Flex System x240 se comparado com a geração anterior da tecnologia de processadores Intel x86.

3. Baseado em entrevistas com clientes e no desenvolvimento da IBM, estima-se a utilização e o desempenho para o PureFlex System se comparado com gerações anteriores dos sistemas existentes. A instalação já existente do cliente compreende a geração anterior dos servidores Unix e x86 que contém um total de 2010 núcleos do processador. O cenário do PureFlex System para oferecer suporte ao mesmo conjunto de aplicativos requer 448 núcleos, uma redução de 78%. Origem: Documento International Technology Group (ITG) no PureFlex System. No ambiente de TI específico do cliente, os resultados podem variar.

4.A partir de uma entrevista do International Technology Group (ITG, um terceiro) de um grupo de empresas. "Antes" PureFlex System e "depois" PureFlex System. Os resultados do grupo de 6 empresas tiveram um pico de melhoria na eficiência prevista do administrador de 57% e uma média de 42%. A "Proposta de valor para IBM Next Generation Platform System", International Technology Group, foi originada a partir de um White Paper.

5. A Pesquisa e o Desenvolvimento internos da IBM estimam a capacidade de comparação do VMControl para um armazenamento de provisão automático para um VM (com duração de 90 segundos) versus 2 administradores (armazenamento e administradores de servidor) alocando manualmente o armazenamento sem o VMControl (2 horas de duração). Em ambientes de TI específicos do cliente, os resultados podem variar.

6. Com base em Pesquisa interna da IBM e desenvolvimento há estimativas e medidas. A configuração do servidor de gerenciamentopara o IBM Flex System leva 131 minutos. A configuração equivalente para o BladeCenter leva 388 minutos. Isso é baseado naabordagem de "construir para pedir" e, por isso, é muito conservadora, ou seja, se fôssemos considerar as opções preconfiguradas (Express, Standard, Enterprise), as economiasseriam muito maiores. Somente os 66% de economia reivindicaram conservadorismo. Em comparação com a antiga geração de servidores blade. Os ambiente do cliente e os resultados específicos podem variar.

Back tot op

PureFlex - Um sistema integrado simplifica processos e aumenta a eficiência

Pureflex

Conheça mais sobre a Familia PureFlex e Flex System

Por que escolher o IBM PureFlex System e IBM Flex System?Por que escolher o IBM PureFlex System e IBM Flex System?

Por que escolher o IBM PureFlex System e IBM Flex System

infografico-pure-flex-systems


Renúncias de responsabilidade Legal

1 Baseado em testes da IBM e documentado na metodologia de dimensionamento do IBM System x Virtualization Server Consolidation. O IBM Flex System x240 oferece suporte ao 2.7X mais Peak Utilization Virtual Machines (VMs) que as blades de BladeCenter gerados anterior. O PureFlex System fornece um melhor desempenho escalado que as blades devido à capacidade superior de memória total do nó de cálculo do Flex System x240.

2. É necessário 40% menos de energia no nó de cálculo Flex System x240 se comparado com a geração anterior da tecnologia de processadores Intel x86.

3. Baseado em entrevistas com clientes e no desenvolvimento da IBM, estima-se a utilização e o desempenho para o PureFlex System se comparado com gerações anteriores dos sistemas existentes. A instalação já existente do cliente compreende a geração anterior dos servidores Unix e x86 que contém um total de 2010 núcleos do processador. O cenário do PureFlex System para oferecer suporte ao mesmo conjunto de aplicativos requer 448 núcleos, uma redução de 78%. Origem: Documento International Technology Group (ITG) no PureFlex System. No ambiente de TI específico do cliente, os resultados podem variar.

4.A partir de uma entrevista do International Technology Group (ITG, um terceiro) de um grupo de empresas. "Antes" PureFlex System e "depois" PureFlex System. Os resultados do grupo de 6 empresas tiveram um pico de melhoria na eficiência prevista do administrador de 57% e uma média de 42%. A "Proposta de valor para IBM Next Generation Platform System", International Technology Group, foi originada a partir de um White Paper.

5. A Pesquisa e o Desenvolvimento internos da IBM estimam a capacidade de comparação do VMControl para um armazenamento de provisão automático para um VM (com duração de 90 segundos) versus 2 administradores (armazenamento e administradores de servidor) alocando manualmente o armazenamento sem o VMControl (2 horas de duração). Em ambientes de TI específicos do cliente, os resultados podem variar.

6. Com base em Pesquisa interna da IBM e desenvolvimento há estimativas e medidas. A configuração do servidor de gerenciamentopara o IBM Flex System leva 131 minutos. A configuração equivalente para o BladeCenter leva 388 minutos. Isso é baseado naabordagem de "construir para pedir" e, por isso, é muito conservadora, ou seja, se fôssemos considerar as opções preconfiguradas (Express, Standard, Enterprise), as economiasseriam muito maiores. Somente os 66% de economia reivindicaram conservadorismo. Em comparação com a antiga geração de servidores blade. Os ambiente do cliente e os resultados específicos podem variar.

Centro de consulta