Preparação para o IBM PureApplication System, Parte 5: Desenvolvendo padrões de aplicativo virtual para o IBM Workload Deployer com o Rational Application Developer

A Parte 5 desta série de artigos mostra como combinar os recursos de desenvolvimento de software do IBM® Rational® Application Developer com os recursos de conjunto de padrões de aplicativos virtuais do IBM Workload Deployer para desenvolver aplicativos na nuvem. Com o Workload Deployer, é possível montar padrões de aplicativos virtuais constituídos de aplicativos corporativos Java™ EE, aplicativos da web, aplicativos OSGi, bem como outros tipos de componentes. No entanto, como um desenvolvedor de aplicativos, é necessário trabalhar mais, predominantemente, com códigos fonte dos componentes do padrão. Os mais recentes recursos integrados do Rational Application Developer e do Workload Deployer ajudarão no desenvolvimento de padrões de aplicativos virtuais do código fonte.

Chris Brealey, Senior Technical Staff Member, IBM China

Photo of Chris BrealeyChris Brealey é um Senior Technical Staff Member em IBM Software, Rational Enterprise Architecture, Design and Construction. Chris trabalha no Laboratório IBM de Toronto, Canadá. Ele é Chief Architect do Rational Application Developer com foco em SOA e SCA, computação em nuvem, computação móvel e gerenciamento do ciclo de vida de aplicativo. É mentor frequente em projetos de parceria nos Centers for Advanced Studies (CAS). No passado, Chris gerenciou a arquitetura e o fornecimento das ferramentas de serviços da web Rational Application Developer. Ele passou a fazer parte da IBM em 1989 após sua graduação na Universidade de Victoria com bacharelado em Ciência da Computação.



23/Abr/2012

Sobre este tutorial

A Parte 5 desta série de vários artigos apresenta as práticas de desenvolvimento e as ferramentas do IBM Rational Application Developer para o desenvolvimento e teste de padrões de aplicativos virtuais no IBM Workload Deployer.

Os artigos anteriores desta série exploraram o IBM PureApplication® System e as técnicas e tecnologias para ajudar na avaliação, preparação e migração de aplicativos corporativos para padrões de sistemas virtuais. Na sua avaliação de um aplicativo corporativo existente ou em seu projeto de um novo aplicativo é necessária a decisão pelo uso de um padrão de aplicativos virtuais ao invés de um padrão de sistemas virtuais.

Observação: Todos os recursos do IBM Rational Application Developer que funcionam com o IBM Workload Deployer também funcionarão com o IBM PureApplication System.

O desenvolvimento de um padrão de aplicativos virtuais não está relacionado apenas à união de componentes como aplicativos corporativos, aplicativos da web, aplicativos OSGi e bancos de dados. Ele também está relacionado à implementação da lógica de negócios desses componentes, usando linguagens e ferramentas conhecidas para desenvolvedores de software comuns. Por exemplo, a lógica de negócios de um componente de aplicativo da web pode ser constituída de classes Java,™ pacotes configuráveis OSGi, páginas HTML, funções JavaScript e folhas de estilo CSS. Esses são os tipos de artefatos que os desenvolvedores de software editam, executam e testam durante um dia normal de trabalho. É fundamental que a transição para padrões de aplicativos virtuais não interrompa o trabalho do desenvolvedor.

Foram adicionadas ao software IBM Rational Application Developer for WebSphere® ferramentas que vinculam a disciplina da elaboração de um código com a disciplina de montagem de padrões de aplicativos virtuais.

Neste tutorial, você aprenderá a:

  • Criar e trabalhar com as configurações de servidor do Workload Deployer.
  • Criar e publicar padrões de aplicativos virtuais para o Workload Deployer.
  • Obter padrões de aplicativos virtuais do Workload Deployer no Rational Application Developer.
  • Manter padrões de aplicativos virtuais sincronizados entre o Workload Deployer e o Rational Application Developer.
  • Implementar padrões de aplicativos virtuais do Rational Application Developer.
  • Separar e remover padrões de aplicativos virtuais do Workload Deployer.
  • Exportar e importar padrões de aplicativos virtuais.
  • Trabalhar com as preferências de ferramentas do Workload Deployer.

Pré-requisitos

Este tutorial foi escrito para o Rational Application Developer V8.0.4 e o IBM Workload Deployer V3.1. É necessário ter acesso ao Workload Deployer V3.1, ou superior, com pelo menos um perfil de ambiente definido. Sua conta de usuário no Workload Deployer necessita das seguintes permissões. Para verificar suas permissões, selecione System > Users no painel do Workload Deployer e, então, localize e selecione sua conta de usuário. O painel mostra as características da sua conta de usuário, incluindo suas permissões quanto às atividades que você está ou não autorizado a executar. Após a seleção da sua conta de usuário, confirme se, pelo menos, as seguintes permissões estão presentes e verificadas.

Permissões:

  • Implementar padrões na nuvem
  • Criar novos padrões
  • Administração da nuvem (somente leitura)
  • Administração do dispositivo (somente leitura)
  • Auditoria (somente leitura)

Requisitos do sistema

É necessário ter o Rational Application Developer V8.0.4, ou superior, instalado com os seguintes recursos, conforme mostrado no Installation Manager (consulte a Figura 1):

  • Ferramentas de desenvolvimento da web
    • Kit de ferramentas Ajax e Dojo e ferramentas de desenvolvimento de HTML
    • Ferramentas de desenvolvimento de servlet e JSP
  • Ferramentas™ de desenvolvimento de serviços da web e Java EE
  • Ferramentas de desenvolvimento OSGi
  • Desenvolvimento de WebSphere Application Server
    • WebSphere Application Server Versão 7.0
      • Ferramentas de desenvolvimento WebSphere Application Server V7.0
      • Ferramentas para o desenvolvimento de aplicativos sem necessidade de instalação em servidor local

Observação: É possível ignorar esse recurso se você possuir uma instalação local do WebSphere Application Server V7.0.

  • Ferramentas de desenvolvimento IBM Workload Deployer
  • Recursos de extensibilidade
    • Plug-in Development Environment (PDE)
Figura 1. Recursos necessários
Recursos necessários

Duração

Este tutorial demora em torno de três horas para ser concluído.


Parte 1. Iniciando

Observação: Todos os recursos para este tutorial estão disponíveis no Centro de Informações do Rational Application Developer.

Para começar, inicie o Rational Application Developer em uma nova área de trabalho, importe as amostras "OSGi Hello World" e "Ajax Hello World" na sua área de trabalho.

Inicie o Rational Application Developer

  1. Inicie o Rational Application Developer. Por exemplo, no Windows®, selecione Start > Programs > IBM Software Delivery Platform >Rational Application Developer 8.0 > Rational Application Developer.
  2. No diálogo Workspace Launcher, no campo Workspace , insira um nome de caminho de uma nova área de trabalho e, então, clique em OK.
  3. Se a visualização Welcome aparecer, feche-a.

Importe a amostra OSGi Hello World

Essa amostra exemplifica um aplicativo OSGi básico. Use-a posteriormente neste tutorial como a implementação de um componente de um padrão de aplicativo.

  1. No menu principal do Rational Application Developer, selecione Help > Help Contents para abrir a janela Help.
  2. Na janela Help, abaixo de Contents, expanda e selecione Samples > OSGi > OSGi Hello World.
  3. Na página de informação resultante da amostra, selecione Import the Sample.
  4. Após alguns minutos um assistente de Importação aparecerá. Aceite todos os padrões e clique em Finish.
  5. Se o diálogo Open Associated Perspective for exibido perguntando se você deseja alternar para a perspectiva de Java EE, clique em No.
  6. No Enterprise Explorer, confirme que os seguintes projetos foram adicionados a sua área de trabalho:
    • HelloWorld
    • HelloWorld.app

Importe a amostra Ajax Hello World

Essa amostra é um aplicativo da web básico com base em tecnologias Dojo e Ajax. Use-a posteriormente neste tutorial como a implementação de um componente de um padrão de aplicativo.

  1. Na janela Help, abaixo de Contents, expanda e selecione Samples > Web > Ajax Hello World.
  2. Na página de informação resultante da amostra, selecione Import Sample.

    Observação: A página de informações para a amostra pode afirmar: "para usar essa amostra, é necessário instalar o Feature Pack para Web 2.0". Ignore isso.

  3. Após alguns minutos um assistente de Importação aparecerá. Aceite todos os padrões e clique em Finish.
  4. Se o diálogo Open Associated Perspective for exibido perguntando se você deseja alternar para a perspectiva da web, clique em Yes. Se o diálogo não aparecer, confirme se a perspectiva da web está aberta. Se a perspectiva da web não estiver aberta, selecione Open Perspective > Other conforme mostrado na Figura 2, selecione Web, então clique em OK.
    Figura 2. Abrir a perspectiva da web
    Abrir a perspectiva da web
  5. No Enterprise Explorer, confirme que os seguintes projetos foram adicionados a sua área de trabalho:
    • AjaxHello
    • AjaxHello_WEB
  6. Feche a janela Help.

Crie um projeto de aplicativo da web

É necessário mais de um projeto na sua área de trabalho para uso posterior neste tutorial. Para os propósitos deste tutorial, este projeto não precisa conter códigos fonte. Ao invés de importar outra amostra, simplesmente crie um novo projeto da web vazio.

  1. No menu principal do Rational Application Developer, selecione File > New> Project para abrir o assistente New Project.
  2. Expanda e selecione Web > Dynamic Web Project.
  3. Clique em Next para prosseguir para a página Dynamic Web Project.
  4. No campo Project name , insira Webby.
  5. Abaixo de EAR membership, apague o campo Add project to an EAR.
  6. Aceite todos os outros padrões e selecione Finish.
  7. Se a visualização Technology Quickstarts abrir, feche-a.
  8. Em Enterprise Explorer, confirme que o projeto Webby foi adicionado a sua área de trabalho.

Parte 2. Explorando os servidores Workload Deployer

Em Rational Application Developer, um servidor , também conhecido como configuração de servidor ou adaptador de servidor, é um objeto lógico que representa um ambiente de teste de host de aplicativos como um servidor HTTP Preview, um IBM Mashup Server, um perfil WebSphere Application Server ou um Workload Deployer. Não é necessário um servidor Workload Deployer para desenvolver aplicativos Java Enterprise, da web ou OSGi. No entanto, é necessário ter um servidor Workload Deployer definido antes de iniciar o trabalho com padrões de aplicativos. Além disso, é necessário ter um servidor Workload Deployer definido para publicar e implementar seus padrões de aplicativos do Rational Application Developer para o Workload Deployer. Como regra geral, é necessário criar seu servidor Workload Deployer o mais breve possível.

Nesta parte do tutorial, você criará um servidor Workload Deployer e aprenderá como trabalhar com ele através da visualização do Rational Application Developer Servers.

Criar o servidor

  1. Em Rational Application Developer, selecione a guia Servers para exibir a visualização Servers. Se, por algum motivo, a guia Servers não estiver visível, no menu principal Rational Application Developer, selecione Window > Show View > Other, selecione Server >Servers, então selecione OK.
  2. Em qualquer parte da visualização Servers, clique duas vezes e selecione New > Server para abrir o assistente New Server.
  3. Selecione o tipo de servidor Workload Deployer conforme mostrado na Figura 3.
    Figura 3. Criando o novo servidor Workload Deployer
    Criando o novo servidor Workload Deployer
  4. No campo Server's host name , insira o nome do host ou endereço IP do Workload Deployer. O campo Server name recebe um nome padrão. Não é necessário mudar esse nome.

    Observação: O Rational Application Developer permite a criação de vários servidores Workload Deployer com o mesmo endereço ou nome de host. Normalmente, uma configuração de servidor por Workload Deployer é suficiente, mas em alguns casos mais de um servidor pode ser útil. Por exemplo, se estiver planejando implementar aplicativos no mesmo Workload Deployer, mas em diferentes perfis de ambiente ou grupos de nuvem, é possível criar diferentes configurações de servidor com diferentes perfis de ambiente e seleções de grupo de nuvem.

  5. Clique em Next.
  6. No campo Username , insira seu ID de usuário do Workload Deployer (consulte a Figura 4).
    Figura 4. Configurando o servidor Workload Deployer
    Configurando o servidor Workload Deployer
  7. No campo Password , insira sua senha do Workload Deployer.
  8. Deixe o campo Connect automatically after the workbench starts up selecionado.
  9. Clique em Load Descriptor.

    O Rational Application Developer leva alguns minutos para contatar e recuperar as informações sobre o Workload Deployer que você especificou na página anterior do assistente, incluindo sua versão e nomes de quaisquer perfis de ambiente definidos, bem como grupos de nuvem.

    Se houver falha na conexão do Rational Application Developer com o Workload Deployer, certifique-se de que inseriu o endereço IP ou nome do host correto na página anterior e assegure-se de possuir conectividade de rede entre o Rational Application Developer e o Workload Deployer. Consulte seu administrador da rede para obter ajuda, se necessário.

    Após o Rational Application Developer carregar com êxito as informações necessárias do Workload Deployer, novos controles serão exibidos na página do assistente para que você selecione um perfil de ambiente e um grupo de nuvem.

  10. Se o campo Environment profile estiver presente, clique no botão Select , conforme mostrado na Figura 5, para abrir o diálogo Select Environment Profile. Escolha um perfil de ambiente adequado e, então, clique em OK.
    Figura 5. Configurações específicas do descritor
    Configurações específicas do descritor

    Observação: O suporte para a implementação de padrões de aplicativos virtuais sob os perfis de ambiente foi adicionado ao Workload Deployer V3.1. Ao usar uma versão anterior do Workload Deployer, o Rational Application Developer não exibirá um controle para seleção de um perfil de ambiente.

  11. Se o campo Cloud group estiver presente, clique no botão Select para abrir o diálogo Select Cloud Group. Escolha um grupo de nuvem adequado e, então, clique em OK.

    Observação: Os grupos de nuvem são desaprovados na implementação de padrões de aplicativos de nuvem no PureApplication System. Ao usar o Workload Deployer no PureApplication System, o Rational Application Developer não exibe um controle para seleção de um grupo de nuvem.

  12. Clique em Finish para fechar o assistente. Sua nova configuração do servidor Workload Deployer será exibida na visualização Servers, conforme mostrado na Figura 6.
Figura 6. A visualização Servers
A visualização Servers

Após alguns minutos, o estado do servidor é alterado para Connected, e uma breve tarefa de plano de fundo (Building server descriptor) é enviada, o que recupera mais informações do Workload Deployer.

Explore o servidor Workload Deployer na visualização Servers

Várias ações estão disponíveis em um servidor Workload Deployer. Se você conhecer o uso do Rational Application Developer para desenvolvimento pelo WebSphere Application Server, várias das ações serão conhecidas. Outras são exclusivas dos servidores Workload Deployer.

  1. Na visualização Servers, clique com o botão direito do mouse no servidor Workload Deployer criado acima para abrir o menu de contexto e revisar várias de suas ações. Não selecione nenhuma ação neste momento.

Observe que as ações Start, Stop e Restart , normalmente disponíveis para outros tipos de servidores, estão destacadas em cinza. Servidores tradicionais como o WebSphere Application Server são processos de software que são iniciados e interrompidos a partir do Rational Application Developer. Em contrapartida, o Workload Deployer e o PureApplication System são dispositivos físicos, vinculados a uma fonte de energia, equipados com um interruptor de energia e, normalmente, implementados para uso por várias pessoas. O Workload Deployer não pode ser desligado ou iniciado remotamente a partir do Rational Application Developer.

A tabela 1 mostra as ações no menu de contexto e explica quais as funções delas.

Tabela 1. Ações do menu de contexto do servidor Workload Deployer
AçãoExplicação
Open Abre o editor do servidor.
Publish Publica alterações pendentes em padrões de aplicativos virtuais na área de trabalho do Workload Deployer. O padrão de aplicativo e seus artefatos são atualizados conforme necessário. Se o padrão tiver sido implementado a partir do Rational Application Developer, o aplicativo virtual implementado também será atualizado ou substituído, de acordo com as condições das alterações.
Add and Remove... Abre o diálogo Add and Remove usado para adicionar (publicar) e remover padrões de aplicativos virtuais do Workload Deployer.
Connect Conecta o Rational Application Developer ao Workload Deployer. O Rational Application Developer mantém uma conexão passiva com o Workload Deployer ao contatá-lo em intervalos regulares para determinar se ele é acessível pela rede.
Disconnect Desconecta o Rational Application Developer do Workload Deployer. O Rational Application Developer para de contatar o Workload Deployer e o considera-o inacessível mesmo se ele ainda estiver ativo e disponível pela rede.
Update Server Descriptor... Determina se a informação descritiva sobre o Workload Deployer mantida pelo Rational Application Developer é atual. Se a informação estiver desatualizada, o Rational Application Developer propõe atualizá-la.
Check Application Synchronization Determina se um padrão de aplicativo publicado a partir do Rational Application Developer ou obtido no Rational Application Developer foi alterado no Workload Deployer.
Acquire Cloud Applications Obtém um padrão de aplicativo no Workload Deployer na área de trabalho do Rational Application Developer.
Launch Dashboard Abre o painel Workload Deployer no navegador.

Explorar o editor do servidor

  1. Na visualização Servers, clique duas vezes com o botão direito do mouse no Workload Deployer e selecione Open ou clique duas vezes no servidor para abrir o editor do servidor. Não faça quaisquer alterações. Ao invés disso, espere alguns momentos para entender os recursos do editor, que são agrupados em quatro seções: Informações Gerais, Servidor, Publicação e Tempos Limite.
  2. Explore a seção de Informações Gerais, conforme mostrado na Figura 7.
    Figura 7. A seção de Informações Gerais do editor do servidor
    A seção de Informações Gerais do editor do servidor

    Nesta seção, é possível rever ou alterar o endereço IP ou nome do host, ou o nome do servidor.

  3. Explore a seção de Servidor, conforme mostrado na Figura 8.
    Figura 8. A seção de Servidor do editor do servidor
    A seção de Servidor do editor do servidor

    Esta seção contém a maioria dos controles exclusivos do tipo de servidor Workload Deployer, alguns dos quais funcionam conforme seus homônimos no assistente New Server.

    O botão Test Connection verifica se suas credenciais e nome do host estão funcionando.

    O botão Update Descriptor determina se as informações do Application Developer importantes para o Rational Application Developer, assim como sua versão, lista de plug-ins e tipos de componentes suportados, foram alterados desde a última atualização. Caso tenham sido, é possível escolher para carregar as informações atualizadas.

    O Rational Application Developer mantém suas conexões com o Workload Deployer ao contatá-lo em intervalos regulares. O intervalo de contato do Servidor e os valores do tempo limite controlam com que frequência o Rational Application Developer contata o Workload Deployer, bem como quanto tempo o Rational Application Developer espera por uma resposta para cada contato antes de declarar que o servidor está desconectado.

    Dica: Deixe a opção Automatically start the application na primeira adição ao servidor desmarcada. No Workload Deployer, há uma diferença entre a criação (publicação) de um padrão de aplicativo e a implementação dele. A diferença é exibida no Rational Application Developer. Por padrão, quando um padrão de aplicativo virtual é adicionado ao servidor Workload Deployer, o Rational Application Developer publica (cria) o padrão no Workload Deployer, mas não o implementa. É possível implementar o padrão a qualquer momento usando a ação Run As > Run on Server a partir do Enterprise Explorer ou a ação Start a partir da visualização Servers.

    Se a opção Automatically startfor selecionada, o Rational Application Developer implementará o padrão imediatamente após publicá-lo. É normal desejar o uso do Virtual Application Builder no Workload Deployer para editar seu padrão antes de implementá-lo. Por isso, e devido ao fato de que a implementação demora alguns minutos, tenha o controle total de quando implementar um padrão de aplicativo.

  4. Explore a seção Publicação, conforme mostrado na Figura 9.
    Figura 9. A seção de publicação do editor do servidor
    A seção de publicação do editor do servidor

    As configurações de publicação para um servidor Workload Deployer possuem os mesmos objetivos e efeitos que o WebSphere Application Server. Por padrão, a publicação automática é desativada. É possível ativar a publicação automática e controlar o intervalo em que o Rational Application Developer verifica alterações para publicação.

    Dica: Deixe a opção Never publish automatically selecionada. Dependendo das condições das alterações feitas em seu aplicativo, a publicação de alterações no Workload Deployer poderá demorar de alguns segundos a vários minutos. A opção never publish automatically fornece o controle de quando publicar as alterações no Workload Deployer.

    Os controles Select publishing actions não são relevantes para os servidores Workload Deployer.

  5. Explore a seção Tempos de Espera, conforme mostrado na Figura 10.
    Figura 10. A seção de tempos de espera do editor do servidor
    A seção de tempos de espera do editor do servidor

Para um servidor Workload Deployer, esses valores controlam quando tempo o Rational Application Developer espera a operação iniciar ou interromper a conclusão da implementação de um padrão de aplicativo. Se um valor de tempo de espera for excedido, o Rational Application Developer exibe um erro afirmando que a implementação ou interrupção do padrão de aplicativo virtual não foi concluída no tempo designado.

Observe que esses valores de tempo de espera possuem um significado um pouco diferente do WebSphere Application Server, no qual é aplicado para a inicialização e interrupção do servidor e não dos aplicativos.


Parte 3. Criando padrões de aplicativo no Rational Application Developer

Há dois modos de criar um padrão de aplicativo entre o Rational Application Developer e o Workload Deployer. É possível criar um novo esquema de padrão de aplicativo no Rational Application Developer com base em uma seleção de projetos de aplicativo Java enterprise, Web ou OSGi na sua área de trabalho e publicá-lo no Workload Deployer. Ou, é possível criar um padrão de aplicativo no Workload Deployer e obtê-lo na sua área de trabalho do Rational Application Developer. A abordagem mais recente é a mais comum das duas e é mostrada na Parte 5. Criando padrões de aplicativo no Workload Deployer. Ambas as abordagens resultam na criação de um padrão de aplicativo que reside efetivamente no local de armazenamento do Workload Deployer e na sua área de trabalho do Rational Application Developer.

Nesta parte do tutorial, use o Rational Application Developer para criar um novo esquema de padrão de aplicativo virtual na preparação para publicá-lo no Workload Deployer.

Crie um projeto para conter padrões de aplicativos virtuais

Os padrões de aplicativos virtuais são representados por arquivos normais na sua área de trabalho. Eles podem ser mantidos em qualquer tipo de projeto. No entanto, é melhor colocá-los em um projeto simples com o objetivo de reter padrões de aplicativos virtuais.

Observação: O assistente New Cloud Application File adverte você sobre o armazenamento de arquivos de padrões de aplicativos virtuais em projetos específicos, incluindo projetos de aplicativos Java EE, Web e OSGi. O motivo mais simples para esse aviso é que os arquivos do padrão de aplicativo virtual não possuem significado nesses tipos de projetos. Se um arquivo de padrão de aplicativo virtual é criado ou modificado em um desses tipos de projetos, o projeto pode ser desnecessariamente sinalizado para republicação. Lembre-se que os arquivos de padrão de aplicativo virtual compõem os projetos de aplicativos Java EE, Web e OSGi, e não o contrário.

  1. No menu principal do Rational Application Developer, selecione File > New> Project para abrir o assistente New Project.
  2. Selecione General > Project.
  3. Clique em Next.
  4. No campo de nome Project, digite Cloud apps. Na prática, qualquer nome funcionará.
  5. Aceita todos os outros padrões e clique em Finish.

Criar um padrão de aplicativo virtual

  1. No Enterprise Explorer, clique duas vezes com o botão direito do mouse no projeto Cloud apps e selecione New > Other para abrir o assistente New.
  2. Selecione Cloud Application > Cloud Application.
  3. Clique em Next para prosseguir para a página Cloud Application.
  4. Selecione o projeto Cloud apps se ele ainda não estiver selecionado.
  5. No campo de nome File, digite Webby.json.
  6. Clique em Next para prosseguir para a página "Select a Workload Deployer descriptor".
  7. Selecione a caixa combinada Descriptor para rever as escolhas (consulte a Figura 11), mas não altere suas configurações-padrão, que devem possuir o nome do servidor Workload Deployer criado na Parte 2. Explorando os servidores Workload Deployer.
    Figura 11. Selecionando um tipo de padrão
    Selecionando um tipo de padrão

    Neste contexto, um descritor é, na realidade, a descrição dos recursos principais de um Workload Deployer típico ou real. O descritor escolhido possui uma relação no funcionamento de outros aspectos das ferramentas.

    Por exemplo, se você selecionar o descritor para um Workload Deployer típico ou real de Versão 3.0, o Web Application Pattern Type 2.0 será excluído da caixa combinada Pattern type, pois esse tipo de padrão está disponível somente no Workload Deployer V3.1 ou superior.

    Descritores reais correspondem aos endereços IP ou nomes de host das configurações dos servidores Workload Deployer definidas no Rational Application Developer. A informação armazenada em um descritor real é transferida por download a partir do Workload Deployer.

    Descritores reais são pré-carregados no Rational Application Developer. Eles representam os recursos de uma instalação padrão do Workload Deployer. Os descritores reais são úteis se houver a necessidade de iniciar o desenvolvimento de padrões de aplicativos virtuais no Rational Application Developer, mas não possuem um Workload Deployer real para usar.

  8. A caixa combinada Pattern type é definida por padrão para "Web Application Pattern Type 2.0". Mantenha esse padrão, mas primeiro selecione a caixa combinada Pattern type para rever as outras escolhas.

    O Rational Application Developer V8.0.4 suporta dois tipos de padrão:

    • Web Application Pattern Type 2.0: Esse tipo é compatível com aplicativos OSGi e Java EE 6 ou aplicativos inferiores. O Workload Deployer depende do WebSphere Application Server V8.0 para armazenar componentes de aplicativo Java EE, Web e OSGi.
    • WebApp Pattern Type 1.0: Esse tipo é compatível com aplicativos OSGi e Java EE 5 ou aplicativos inferiores. O Workload Deployer depende do WebSphere Application Server V7.0 para armazenar componentes de aplicativo Java EE, Web e OSGi.
  9. Reveja a lista de componentes suportados. Somente essa informação, notificando sobre quais tipos de componentes são suportados pelo Rational Application Developer e pelo Workload Deployer, está identificada no campo Descriptor abaixo. A seleção de itens na lista não possui efeitos.
  10. Clique em Next para prosseguir para a página Associate Application Model.
  11. Clique em Add para abrir o diálogo New Component and Project Association, conforme mostrado na Figura 12.
    Figura 12. Selecionando um projeto para associação
    Selecionando um projeto para associação
  12. Aceite o Component name padrão.

    Observação: Na prática, um nome mais descritivo é, normalmente, escolhido para seu componente, mas para os propósitos deste tutorial, o padrão é aceitável.

  13. Selecione Webby na lista de projetos de aplicativos.

    Essa lista mostra todos os projetos em sua área de trabalho que podem ser usados para implementar os tipos de componentes suportados pelo Rational Application Developer e pelo Workload Deployer, chamados de projetos Web application (WAR), Java EE enterprise application (EAR) e OSGi application (EBA).

    As caixas de seleção Filter controlam quais tipos de projetos são mostrados na lista. Por exemplo, se as caixas de seleção EAR e OSGi forem desmarcadas, a lista de projetos de aplicativos é reduzida para mostrar somente AjaxHello_WEB, HelloWorlde Webby.

  14. Clique em OK para retornar para a página Associate Application Model, conforme mostrado na Figura 13.
    Figura 13. O projeto web associado
    O projeto web associado
  15. Confirme que há uma única entrada na tabela Associations para o componente Component, tipo WAR e projeto Webby.

    Observe que os botões Edit e Remove estão disponíveis para alterar suas associações. Não os use agora.

  16. Clique em Finish.

    O Rational Application Developer gera um novo arquivo JSON de padrão de aplicativo virtual, Webby.json, em uma pasta pré-determinada chamada applicationModels no projeto Cloud apps. No Enterprise Explorer, expanda o projeto Cloud apps e depois expanda a pasta applicationModels para exibir o arquivo Webby.json.

  17. O Rational Application Developer abre o arquivo JSON de padrão de aplicativo virtual no editor JSON. Feche o editor.

    Importante: O editor é aberto principalmente para propósitos de informação. A menos que você seja um usuário avançado, execute todas as edições de padrões de aplicativos virtuais no Deployer Virtual Application Builder, e não o editor JSON no Rational Application Developer.

Explore as ações disponíveis em um padrão de aplicativo virtual

O arquivo JSON de padrão de aplicativo virtual é um recurso de arquivo de área de trabalho convencional. Por isso, várias ações-padrão estão disponíveis no menu de contexto para isso. Apenas duas dessas ações são, de algum modo, específicas para a constituição do Workload Deployer do arquivo.

  1. No Enterprise Explorer, expanda e clique duas vezes com o botão direito do mouse em Cloud apps > applicationModels > Webby.json para abrir o menu de contexto.
  2. Selecione Associate Application Model para abrir o diálogo Associate Application Model.

    Esse diálogo possibilita o gerenciamento das associações entre projetos na área de trabalho e os componentes do padrão de aplicativo virtual.

  3. Não faça quaisquer alterações. Clique em Cancel para fechar o diálogo.
  4. Clique novamente duas vezes com o botão direito do mouse em Webby.json, então selecione Properties para abrir o diálogo Properties para Webby.json.
  5. Selecione Workload Deployer Descriptor.

    A página de propriedades do Workload Deployer Descriptor possibilita a alteração do descritor usado para guiar seu desenvolvimento do padrão de aplicativo virtual. A seção Details da página possui apenas informações. Quaisquer alterações ou seleções feitas a partir do uso dos controles dos componentes Pattern type ou Support serão ignoradas.

  6. Não faça quaisquer alterações. Clique em Cancel para fechar o diálogo.

Explorar as propriedades do projeto de aplicativo na nuvem

A primeira vez em que um arquivo JSON de padrão de aplicativo virtual é adicionado a um dado projeto, o Rational Application Developer fornece ao projeto aspecto do IBM Workload Deployer Application.

  1. No Enterprise Explorer, clique duas vezes com o botão direito do mouse no projeto Cloud apps e selecione Properties para abrir o diálogo Properties para o projeto Cloud apps, conforme mostrado na Figura 14.
    Figura 14. Propriedades do projeto de aplicativo na nuvem
    Propriedades do projeto de aplicativo na nuvem
  2. Selecione Validation para exibir a página de propriedades Validation.
  3. Selecione Add Validation Builder to project. Se o controle não estiver disponível, pule esta etapa.

    Por padrão, projetos gerais como o criado no início desta parte do tutorial não possuem o construtor de validação. Um projeto sem o construtor de validação é ignorado pelos validadores no Rational Application Developer, conforme mostrado sob Preferences > Validation, incluindo o Cloud Application Validator.

  4. Selecione Project Facets para exibir a página Project Facets.
  5. Observe que o aspecto IBM Workload Deployer Application está selecionado. Não faça quaisquer alterações.

    A primeira vez em que um arquivo JSON de padrão de aplicativo virtual é adicionado a um dado projeto, o Rational Application Developer fornece ao projeto esse aspecto. O aspecto ajuda as ferramentas do Rational Application Developer Workload Deployer a identificar rapidamente projetos que contenham padrões de aplicativos virtuais.

  6. Clique em OK para fechar o diálogo Properties.

Parte 4. Publicando padrões de aplicativo para o Workload Deployer.

Durante o desenvolvimento de padrões de aplicativos, será possível editar dois tipos de artefatos, os padrões de aplicativos virtuais e o código de origem dos componentes nos padrões. O Rational Application Developer fornece o ambiente de desenvolvimento integrado para a edição do código de origem. O Workload Deployer fornece o Virtual Application Builder para a edição de padrões de aplicativos virtuais. Para editar um padrão de aplicativo que foi criado no Rational Application Developer, é necessário publicar o padrão de aplicativo no Workload Deployer. Isso realiza dois pontos principais:

  1. O padrão de aplicativo e os projetos de componente associados são exportados e fornecidos ao Workload Deployer de um modo em que ele possa usar e gerenciar.
  2. O Rational Application Developer vincula o padrão de aplicativo na área de trabalho aos seus equivalentes no Workload Deployer, de modo que as ações realizadas no padrão no Rational Application Developer possam ser refletidas no Workload Deployer, ou vice-versa.

Observe que a publicação não é semelhante à implementação. Ao publicar um padrão de aplicativo no Rational Application Developer para o Workload Deployer, o padrão é adicionado para o conjunto de padrões de aplicativos virtuais no local de armazenamento do Workload Deployer. Por padrão, o Rational Application Developer não implementa uma instância do padrão de aplicativo (embora uma opção para esse efeito esteja disponível).

Nesta parte do tutorial, seu padrão de aplicativo é publicado no Workload Deployer e os efeitos são observados na visualização dos servidores Rational Application Developer e no painel Workload Deployer.

Publicar um padrão de aplicativo

  1. Na visualização Servers, clique duas vezes com o botão direito do mouse no servidor Workload Deployer e selecione Add and Remove para abrir o diálogo Add and Remove, conforme mostrado na Figura 15.
    Figura 15. O diálogo Add and Remove
    O diálogo Add and Remove
  2. Sob a lista de recursos Available , selecione Webby [Cloud apps].
  3. Clique em Add > para mover o padrão de aplicativo virtual para a lista de recursos Configured .
  4. Clique em Finish.

    O Rational Application Developer envia um trabalho de plano de fundo para exportar e publicar o padrão de aplicativo virtual no Workload Deployer.

  5. Na visualização Servers, o padrão de aplicativo virtual recém-adicionado aparece imediatamente na árvore como um filho do servidor Workload Deployer, mas sem estado ou status.

    Após alguns segundos, o estado e o status do servidor Workload Deployer é alterado para [Connected, Publishing...] e permanece assim enquanto o Rational Application Developer publica o aplicativo.

    Após mais alguns segundos, a publicação fornecida é realizada com êxito e o estado e o status do servidor Workload Deployer é alterado para [Connected, Synchronized]e o estado e o status do aplicativo Webby são exibidos como [Stopped, Synchronized], conforme mostrado na Figura 16.

    Figura 16. A visualização Servers após a adição do padrão de aplicativo
    A visualização Servers após a adição do padrão de aplicativo

    O status "Synchronized" indica que o padrão de aplicativo virtual na área de trabalho no Rational Application Developer e no Workload Deployer está em sincronia. O estado "Stopped" do aplicativo indica que o Rational Application Developer publicou, mas não implementou o padrão de aplicativo virtual.

Observação: É possível expandir o padrão de aplicativo virtual para exibir os projetos de aplicativo associados e seus módulos constituintes. No entanto, isso serve apenas para propósitos de informação.

Explorar as ações disponíveis nos aplicativos na visualização dos servidores

Várias ações estão disponíveis em um aplicativo sob um servidor Workload Deployer na visualização Servers. Se você conhecer o uso do Rational Application Developer para desenvolvimento pelo WebSphere Application Server, algumas das ações serão conhecidas. Outras são exclusivas dos aplicativos do Workload Deployer.

Na visualização Servers, clique com o botão direito do mouse no padrão de aplicativo virtual publicado para abrir o menu de contexto e revisar várias de suas ações. Não selecione nenhuma ação neste momento. A Tabela 2 mostra as ações no menu de contexto de um aplicativo sob um servidor Workload Deployer e explica a função delas.

Tabela 2. Ações do menu de contexto do aplicativo do Workload Deployer
AçãoExplicação
Start Implementa o padrão de aplicativo no Workload Deployer.
Stop Encerra a instância de aplicativo que foi anteriormente implementada a partir do Rational Application Developer.
Restart Reinicia um padrão de aplicativo implementado do Rational Application Developer.
Remove Remove um padrão de aplicativo do Workload Deployer. É equivalente ao uso do diálogo Add and Remove. Se houver uma instância de aplicativo virtual anteriormente implementada a partir do Rational Application Developer, ela será encerrada.
Reacquire Obtém novamente um padrão de aplicativo a partir do Workload Deployer na área de trabalho do Rational Application Developer.
Detach Separa o vínculo entre o padrão de aplicativo no Rational Application Developer e no Workload Deployer.
Get information Abre um diálogo com informações sobre o padrão de aplicativo publicado ou implementado no Workload Deployer.

Explorar o painel Workload Deployer

  1. Na visualização Servers, clique duas vezes com o botão direito do mouse no servidor Workload Deployer e selecione Launch Dashboard. Dependendo de seu navegador preferido sob Window > Web Browser, o Rational Application Developer poderá abrir o painel Workload Deployer no navegador integrado Rational Application Developer, ou em um navegador independente.
  2. No painel Workload Deployer, selecione Patterns > Virtual Applications.
  3. Sob Virtual Application Patterns, selecione Web Application Pattern Type 2.0, se ainda não estiver selecionado, conforme mostrado na Figura 17.
    Figura 17. Padrões de aplicativos virtuais
    Padrões de aplicativos virtuais
  4. Abaixo do Web Application Pattern Type 2.0 há uma lista de padrões de aplicativos. Confirme se "Webby" é exibido nessa lista.

    Observação: Os outros aplicativos na lista podem ser diferentes do que é mostrado aqui.

  5. Selecione Webby para rever os detalhes do padrão de aplicativo virtual.
  6. Na lista de ações do padrão de aplicativo Webby, conforme mostrado na Figura 18, clique em Open para abrir o Virtual Application Builder.
    Figura 18. Ações dos padrões de aplicativos virtuais
    Ações dos padrões de aplicativos virtuais

    Dependendo de seu navegador preferido, o Virtual Application Builder será aberto em uma nova guia de navegador ou em uma nova janela de navegador.

  7. Selecione o componente Web Application localizado na extremidade esquerda superior da tela Virtual Application Builder. O nome do componente, "Web Application", pode ser ocultado por um controle Add policy for application . De modo opcional, arraste o componente para longe da extremidade da tela a fim de exibir o nome.
  8. No painel de propriedades do componente, observe que o campo WAR File é definido com o nome de um artefato de arquivo WAR, conforme mostrado na Figura 19.
    Figura 19. O componente Web Application
    O componente Web Application
  9. Feche o Virtual Application Builder. Se o navegador solicitar a confirmação para fechar a guia ou janela, confirme. Deixe o painel do Workload Deployer aberto.

Parte 5. Criando padrões de aplicativo no Workload Deployer

Nas duas partes anteriores do tutorial, foi criado um esboço do padrão de aplicativo no Rational Application Developer e publicado no Workload Deployer. Embora este seja um modo conveniente de criar rapidamente um novo padrão de aplicativo em projetos existentes na sua área de trabalho, é mais comum criar padrões de aplicativos no Workload Deployer com a eficiência completa do Virtual Application Builder.

Nesta parte do tutorial, será criado um novo padrão de aplicativo web no Workload Deployer.

Criar um padrão de aplicativo com o Virtual Application Builder

  1. No painel Workload Deployer sob o Virtual Application Patterns, clique no botão New para abrir o diálogo Create Application e iniciar a criação de um novo padrão de aplicativo.
  2. No diálogo Create Application, selecione Web Application Pattern Type 2.0.
  3. Selecione Blank Application.
  4. Clique em Start Building. Após alguns minutos, o Virtual Application Builder abrirá.
  5. No Virtual Application Builder, sob o painel Assets , expanda Application Components se ele ainda não estiver expandido.
  6. Arraste e solte o componente Web Application do painel Assets para a tela, conforme mostrado na Figura 20.
    Figura 20. Criando um novo Web Application Component
    Criando um novo Web Application Component
  7. No painel de propriedades do novo componente, observe que o campo WAR File está em branco. Deixe-o, bem como os outros controles, do modo como estão.
  8. Clique em Save para abrir o diálogo Save Application.
  9. No campo Name , substitua todo o texto padrão por AjaxHelloWeb.
  10. Clique em OK.
  11. Feche o Virtual Application Builder. Deixe o painel do Workload Deployer aberto.

Parte 6. Obtendo padrões de aplicativo no Rational Application Developer

Do mesmo modo que a publicação de um padrão de aplicativo criado no Rational Application Developer para o Workload Deployer estabelece um vínculo entre o padrão e sua área de trabalho e o padrão no Workload Deployer, a obtenção de um padrão de aplicativo criado no Workload Deployer para o Rational Application Developer também o faz. A publicação e a obtenção também possuem efeitos de sincronização do padrão de aplicativo entre o Rational Application Developer e o Workload Deployer. A principal diferença está na direção da sincronização.

  1. Ao publicar ou republicar um padrão de aplicativo do Rational Application Developer para o Workload Deployer, o modelo de padrão de aplicativo e seus artefatos são atualizados com o conteúdo da área de trabalho do Rational Application Developer.
  2. Ao obter ou obter novamente um padrão de aplicativo no Rational Application Developer a partir do Workload Deployer, o modelo de padrão do aplicativo no Rational Application Developer é atualizado com o conteúdo do Workload Deployer.

    Observação: Diferentemente da publicação, o Rational Application Developer não suporta a obtenção dos artefatos do componente. Ele somente suporta a obtenção do modelo de padrão do aplicativo.

    Nesta parte do tutorial, será obtido o aplicativo criado na Parte 5. Criando padrões de aplicativo no Workload Deployer para Rational Application Developer.

Obtenção do padrão de aplicativo no Rational Application Developer

  1. No Rational Application Developer, na visualização Servers, clique duas vezes com o botão direito do mouse no servidor Workload Deployer e selecione Acquire Cloud Application para abrir o assistente Acquire Cloud Application.
  2. Clique em Perform query.

    Um diálogo de progresso aparecerá por alguns minutos enquanto o Rational Application Developer recupera do Workload Deployer a lista de padrões de aplicativos virtuais permitidos para leitura. O aplicativo criado na parte anterior deste tutorial, AjaxHelloWeb, é exibido próximo ao topo da lista de Cloud Applications.

  3. Selecione AjaxHelloWeb: application na lista, conforme mostrado na Figura 21.
    Figura 21. Consultando padrões de aplicativos
    Consultando padrões de aplicativos
  4. Clique em Next.
  5. Sob "Select a project", selecione o projeto Cloud apps .
  6. No campo File name , substitua appmodel.json por AjaxHelloWeb.json.
  7. Clique em Next.
  8. Observe que um componente Web Application do tipo WAR é exibido na tabela de associações, mas sem uma localização de projeto associada, conforme mostrado na Figura 22. Normalmente, esta á uma boa oportunidade para associar projetos de área de trabalho a componentes. No entanto, para propósitos deste tutorial, deixe, no momento, o componente sem um projeto associado.
    Figura 22. Um componente associado
    Um componente associado
  9. Clique em Finish.
  10. Na visualização Servers, observe que o aplicativo AjaxHelloWeb foi exibido como um novo filho do servidor Workload Deployer.

Identificar e corrigir o aviso de validação

As ferramentas Rational Application Developer para Workload Deployer incluem um validador que detecta uma quantidade pequena de avisos significativos e condições de erro. Próximo ao final do conjunto anterior de etapas, um projeto não foi associado ao componente Web Application. Como exemplo, uma das condições que o validador detecta é a presença de componentes de tipos reconhecidos pelo Rational Application Developer que não possuem projetos associados.

  1. Em Rational Application Developer, selecione a visualização Problems .
  2. Expanda Warnings conforme mostrado na Figura 23.
    Figura 23. A visualização Problems
    A visualização Problems
  3. Próximo ao topo da lista de avisos, é possível visualizar um aviso para o recurso AjaxHelloWeb.json que lê: Component Web Application does not have an association.

    Explicação: O Rational Application Developer está mostrando que você possui um componente sem um projeto associado. Na prática, isso pode indicar um problema, ou não. Por exemplo, se um de seus colegas for o responsável por fornecer o projeto associado, então é provável que você nunca teve ou precisou de um projeto em sua área de trabalho, e o aviso pode ser ignorado.

  4. No Enterprise Explorer, sob Cloud apps > applicationModels, clique duas vezes com o botão direito do mouse em AjaxHelloWeb.json e selecione Associate Application Model para abrir o diálogo Associate Application Model.
  5. Na tabela de associações, selecione o componente Web Application. Observe que o campo de localização do projeto associado ainda está em branco.
  6. Clique em Edit para abrir o diálogo Edit Association.
  7. O diálogo deve exibir três projetos web em sua área de trabalho, conforme mostrado na Figura 24. Selecione o projeto AjaxHello_WEB.
    Figura 24. Associando um projeto
    Associando um projeto
  8. Clique em OK para retornar ao diálogo Associate Application Model. Observe que o campo da localização do projeto associado agora exibe a localização do projeto associado, AjaxHello_WEB.
  9. Clique em OK para aplicar a associação e feche o diálogo.
  10. Na visualização Problems , confirme se o aviso de validação não aparece mais.
  11. Ao associar um projeto com um componente, foi possível alterar efetivamente o padrão de aplicativo e a alteração deve ser publicada no Workload Deployer para que o Rational Application Developer e o Workload Deployer fiquem sincronizados. Na visualização Servers, clique duas vezes com o botão direito do mouse no servidor Workload Deployer e selecione Publish.

O Rational Application Developer envia um trabalho de plano de fundo para exportar e publicar o padrão de aplicativo virtual atualizado no Workload Deployer. Após alguns minutos, o trabalho de publicação é concluído normalmente e o estado e o status do padrão de aplicativo virtual AjaxHelloWeb são alterados para [Stopped, Synchronized].


Parte 7. Alterando os padrões de aplicativos

Após a publicação de um padrão de aplicativo será disponibilizado no local de armazenamento do Workload Deployer para você, e possivelmente outros, o acesso ou atualização. Por exemplo, será possível usar o Virtual Application Builder para vincular componentes ou configurar políticas. Um colega de equipe pode obter seu padrão de aplicativo na área de trabalho do Rational Application Developer e, então, publicar atualizações para o padrão no local de armazenamento. Devido ao fato de o desenvolvimento de padrões de aplicativos e seus componentes serem compartilhados entre o Rational Application Developer e o Workload Deployer, o Rational Application Developer possui alguns recursos para ajudar a manter os padrões de aplicativos sincronizados entre a área de trabalho do Rational Application Developer e o local de armazenamento do Workload Deployer.

Nesta parte do tutorial, será editado o padrão de aplicativo criado na Parte 5. Criando padrões de aplicativos no Workload Deployer. Além disso, será feita a detecção da alteração a partir do Rational Application Developer e, então, obtido novamente o padrão de aplicativo na área de trabalho do Rational Application Developer a fim de levá-lo até a sincronização com o padrão no Workload Deployer.

Editar o padrão de aplicativo com o Virtual Application Builder

  1. No painel Workload Deployer, sob o Virtual Application Patterns, clique no botão Refresh para atualizar a lista de padrões. AjaxHelloWeb será exibido na lista.
  2. Selecione AjaxHelloWeb.
  3. Clique em Open para abrir o aplicativo no Virtual Application Builder.
  4. No Virtual Application Builder, sob o painel Assets, expanda OSGi Components se ele ainda não estiver expandido.
  5. Arraste e solte o componente OSGi Application do painel Assets para a tela, conforme mostrado na Figura 25.
    Figura 25. Criando um novo componente OSGi Application
    Criando um novo componente OSGi Application
  6. No painel de propriedades do novo componente, observe que o campo EBA File está em branco. Deixe-o, bem como os outros controles, do modo como estão.
  7. Clique em Save.

Detectar e obter novamente a alteração a partir do Rational Application Developer

Por padrão, o Rational Application Developer verifica, a cada 60 segundos, alterações para publicação ou padrões de aplicativos virtuais obtidos, porém esse intervalo pode ser alterado ou desativado ou, então, uma verificação pode ser realizada manualmente.

Observação: O Rational Application Developer V8.0.4 não detecta alterações nos artefatos do componente de um padrão de aplicativo.

  1. No Rational Application Developer, na visualização Servers, clique duas vezes com o botão direito do mouse no servidor Workload Deployer e selecione Check Application Synchronization para que o Rational Application Developer verifique alterações no padrão de aplicativo correspondente no Workload Deployer.
  2. Após a conclusão da operação, o estado e o status do servidor Workload Deployer e o padrão de aplicativo AjaxHelloWeb são alterados para [Stopped, Reacquire].

    O status Reacquire (Figura 26) indica que o padrão de aplicativo virtual foi alterado de algum modo no Workload Deployer desde a última vez em que foi sincronizado com o (por exemplo, publicado ou obtido) Rational Application Developer. Recomenda-se a nova obtenção do padrão de aplicativo no Rational Application Developer para levá-lo de volta à sincronização.

    Figura 26. O status Reacquire
    O status Reacquire
  3. Na visualização Servers, clique duas vezes com o botão direito do mouse em AjaxHelloWeb e selecione Reacquire para abrir o assistente Reacquire Application and Association, conforme mostrado na Figura 27.
    Figura 27. Obtendo novamente um padrão de aplicativo
    Obtendo novamente um padrão de aplicativo

    O assistente detecta dois componentes no padrão de aplicativo virtual:

    • O componente Web Application que existia anteriormente no Rational Application Developer e permanece associado ao projeto AjaxHello_WEB.
    • O componente OSGi Application é novo para o Rational Application Developer e ainda não possui um projeto associado.
  4. Selecione OSGi Application.
  5. Clique em Edit para abrir o diálogo Edit Association. O diálogo mostra todos os projetos de aplicativo OSGi disponíveis na sua área de trabalho. Deve haver apenas um: HelloWorld.app.
  6. Selecione HelloWorld.app.
  7. Clique em OK para retornar ao assistente Reacquire Cloud Application.
  8. Clique em Finish.

Republicação do padrão de aplicativo

Como no final da Parte 6. Obtendo padrões de aplicativo no Rational Application Developer, você associou um projeto de área de trabalho a um componente, alterando de modo efetivo o padrão de aplicativo. Por isso, publique o padrão de aplicativo com o recém-associado projeto de aplicativo OSGi de volta no Workload Deployer.

  1. Na visualização Servers, clique duas vezes com o botão direito do mouse no servidor Workload Deployer e selecione Publish.

    O Rational Application Developer envia um trabalho de plano de fundo para exportar e publicar o padrão de aplicativo virtual atualizado no Workload Deployer. Após alguns minutos, o trabalho de publicação é concluído normalmente e o estado e o status do padrão de aplicativo virtual AjaxHelloWeb são alterados para [Stopped, Synchronized].

  2. No painel Workload Deployer, sob o Virtual Application Patterns, selecione AjaxHelloWeb.
  3. Clique no botão Open para abrir o aplicativo no Virtual Application Builder.
  4. Devido ao processo de publicação a partir do Rational Application Developer, ambos os componentes do padrão de aplicativo (Web Application e OSGi Application) devem ter sido localizados novamente na extremidade superior esquerda da tela. Arraste-os da extremidade e afaste-os para exibir melhor os detalhes.
  5. Selecione o componente OSGi Application se ele ainda não tiver sido selecionado.
  6. No painel de propriedades, observe que agora o campo EBA File possui um valor.
  7. Feche o Virtual Application Builder sem salvar.

Parte 8. Implementando instâncias de padrão de aplicativo

No Workload Deployer, se um padrão de aplicativos virtuais for como o projeto para uma carga de trabalho de aplicativo, então uma instância de aplicativo virtual é o local de armazenamento concluído. Até esta parte do tutorial, foram usados o Rational Application Developer e o Workload Deployer para trabalhar com padrões de aplicativos virtuais. A distinção entre o padrão e a instância do padrão é expressa no Rational Application Developer em termos das ações que podem ser realizadas.

Nesta parte do tutorial, o padrão de aplicativo virtual AjaxHelloWeb será implementado (ou iniciado, ou executado), resultando na criação no Workload Deployer de uma instância de aplicativo virtual.

Implementação de um aplicativo

No Rational Application Developer, na visualização Servers, clique duas vezes com o botão direito do mouse em AjaxHelloWeb e selecione Start.

O Rational Application Developer envia uma operação ao Workload Deployer para implementar uma nova instância de aplicativo virtual a partir do padrão de aplicativo virtual. Essa operação demora alguns minutos para ser concluída enquanto o Workload Deployer fornece e configura a instância de aplicativo virtual e o middleware de apoio (consulte a Figura 28). Após a conclusão normal da implementação, o estado e o status do padrão de aplicativo virtual do AjaxHelloWeb devem ser alterados para [Started, Synchronized].

Figura 28. Progresso da implementação
Progresso da implementação

Testar o aplicativo

  1. Na visualização Servers, clique duas vezes com o botão direito do mouse em AjaxHelloWeb e selecione Get Information para abrir o diálogo Cloud Application Information, conforme mostrado na Figura 29.
    Figura 29. O diálogo Information
    O diálogo Information

    Pode demorar um pouco para o diálogo abrir enquanto o Rational Application Developer recupera informações sobre o aplicativo implementado e publicado a partir do Workload Deployer.

    O diálogo é dividido em duas seções. A seção Application possui informações sobre o padrão de aplicativo virtual publicado. A seção Deployment possui informações sobre a instância de aplicativo virtual implementado, se houver.

    A seção Application mostra o nome, o identificador exclusivo, o tipo de padrão, a descrição do padrão de aplicativo virtual e as informações sobre a criação e atualização mais recente do padrão.

    A seção Deployment mostra o nome, o identificador exclusivo, o status e os detalhes de criação da instância de aplicativo virtual. Dependendo da constituição dos componentes implementados com o padrão, vários URLs do terminal do aplicativo podem ser listados. Como o AjaxHelloWeb possui um componente WAR, um dos terminais é a base do aplicativo web resultante.

    Observação: Também é possível abrir o diálogo para os padrões de aplicativos virtuais que não foram implementados (como no estado interrompido), no caso em que a seção Deployment do diálogo foi intencionalmente deixada em branco.

  2. No diálogo Cloud Application Information, clique no URL de terminal na forma http://.../AjaxHello_WEB/. O Rational Application Developer abre seu navegador preferido no terminal, mostrando a página index.html do aplicativo AjaxHello_WEB, conforme mostrado na Figura 30.
    Figura 30. A amostra do aplicativo web
    A amostra do aplicativo web
  3. Em Rational Application Developer, clique em OK para fechar o diálogo Cloud Application Information. Deixe o navegador aberto.

Parte 9. Atualizando o código de origem

Nesta parte do tutorial, uma alteração normal é feita em um arquivo de origem normal e, então, publicada para alterar o Workload Deployer.

Alterar o aplicativo

  1. No Rational Application Developer, no Enterprise Explorer, expanda e clique duas vezes com o botão direito do mouse em AjaxHello_WEB > WebContent > index.html e selecione Open para abrir o Page Designer, conforme mostrado na Figura 31.
    Figura 31. Editando o aplicativo web
    Editando o aplicativo web
  2. No Page Designer, faça uma alteração em qualquer aspecto visível da página HTML.

    Por exemplo, exclua as primeiras duas palavras do título (Ajax: Hello!) e, então, selecione o texto do título restante e pressione Ctrl-i para aplicar o itálico.

  3. Selecione File > Save ou pressione Ctrl-s para salvar suas alterações.
  4. Na visualização dos servidores Rational Application Developer, confirme se o estado e status do AjaxHelloWeb são alterados para [Started, Republish].
  5. Clique duas vezes com o botão direito do mouse no servidor Workload Deployer e selecione Publish.

    O Rational Application Developer envia operações para o Workload Deployer a fim de atualizar o componente Web Application do padrão de aplicativo virtual e da instância de aplicativo virtual implementada. A conclusão demora alguns segundos, embora a capacidade de seu conjunto de hardware na nuvem esteja relacionada a quão rapidamente as operações de atualização são concluídas. Ao concluir, o estado e o status do AjaxHelloWeb são alterados para [Started, Synchronized].

  6. No navegador, atualize a página web para o aplicativo AjaxHelloWeb e confirme se suas alterações no texto do título são exibidas.

Parte 10. Separando e removendo aplicativos

Nesta parte do tutorial, você separará um dos aplicativos publicados, removerá o outro aplicativo e observará os efeitos no Rational Application Developer e no Workload Deployer.

Separar um aplicativo

  1. No Rational Application Developer, na visualização Servers, clique duas vezes com o botão direito do mouse em AjaxHelloWeb e selecione Detach.
  2. Confirme se o AjaxHelloWeb não aparece mais na visualização Servers. Somente o padrão de aplicativo virtual Webby deve permanecer.

Remover um aplicativo

  1. Na visualização de servidores, clique duas vezes com o botão direito do mouse em Webby e selecione Remove.
  2. Confirme se o Webby não aparece mais na visualização Servers.

Revisar o painel Workload Deployer

  1. No menu principal do painel Workload Deployer, selecione Patterns > Virtual Applications.
  2. Confirme se o AjaxHelloWeb está na lista de padrões de aplicativos virtuais.
  3. Confirme se o Webby não está na lista de padrões de aplicativos virtuais.

Remover o AjaxHelloWeb do Workload Deployer

  1. No menu principal do painel Workload Deployer, selecione Instances > Virtual Applications.
  2. Selecione AjaxHelloWeb.
  3. Clique no botão Stop para interromper a instância de aplicativo virtual. Se for solicitada a confirmação, clique em Yes.

O status da instância é alterado de "Running" para "Terminating" e permanece deste modo por alguns minutos enquanto o Workload Deployer separa a instância de aplicativo virtual.

  1. Após o status ser alterado de "Terminating" para "Terminated", clique no botão Delete para excluir a instância de aplicativo virtual. Se for solicitada a confirmação, clique em Yes.
  2. No menu principal do painel Workload Deployer, selecione Patterns > Virtual Applications.
  3. Sob Virtual Application Instances, selecione AjaxHelloWeb.
  4. Clique no botão Delete para excluir o padrão de aplicativo virtual. Se for solicitada a confirmação, clique em Yes.

Parte 11. Exportando e importando padrões de aplicativos

Na execução normal do desenvolvimento e teste da unidade de seu padrão de aplicativo, seu padrão de aplicativo é publicado e implementado no Workload Deployer usando as ferramentas de servidor Rational Application Developer. Ocasionalmente, poderá ser necessário fazer uma cópia de seu padrão do aplicativo em um local fora da área de trabalho e em seu sistema de arquivo local para algum outro propósito. Por exemplo, pode ser necessário enviar por e-mail o arquivo do padrão de aplicativo para um colega ou, então, pode ser necessário armazenar um arquivo de padrão de aplicativo em uma biblioteca de software definitiva, como o Rational Asset Manager, ou pode ser preciso importar o padrão de aplicativo no Workload Deployer através de seu painel ou command line interface (CLI).

Se você for o destinatário de um arquivo de padrão de aplicativo, será possível usar o assistente de importação correspondente para disponibilizar uma cópia do padrão em sua área de trabalho.

Nesta parte do tutorial, os padrões de aplicativos de exportação e importação serão utilizados.

Exportar um padrão de aplicativo

  1. No Rational Application Developer, no Enterprise Explorer, expanda e clique duas vezes com o botão direito do mouse em Cloud apps > applicationModels > AjaxHelloWeb.json e selecione Export para abrir o assistente Export.
  2. Selecione Cloud Application > Cloud Application.
  3. Clique em Next para prosseguir para o aplicativo de nuvem Export para a página filesystem.
  4. Confirme se o campo Application Model está configurado no nome do caminho da área de trabalho de AjaxHelloWeb.json, conforme mostrado na Figura 32.
    Figura 32. O assistente Export
    O assistente Export
  5. Na lista de artefatos do modelo de aplicativos, confirme se os quatro recursos são exibidos e se estão todos selecionados.
  6. Selecione o botão de opções Archive file .
  7. No campo Archive file, insira um nome de caminho absoluto do arquivo que será criado pelo assistente Exporte, como C:\AjaxHelloWeb.zip.
  8. Clique em Finish.
  9. Conforme adequado a seu sistema operacional, use um prompt de comandos, shell, explorador de sistema de arquivos ou utilitário equivalente para conformar se o arquivo AjaxHelloWeb.zip foi criado com êxito, bem como se possui os seguintes recursos:
    • appmodel.json
    • .appmodel.json
    • artifacts/HelloWorld.app.eba
    • artifacts/AjaxHello_WEB.war

Importar um padrão de aplicativo

Não é comum importar um padrão de aplicativo virtual na mesma área de trabalho da qual ele foi exportado. O assistente Import lista vários erros, como arquivos e projetos no arquivo que serão importados e que se deparam com arquivos existentes e projetos na área de trabalho. Nesta seção do tutorial, uma nova área de trabalho do Rational Application Developer será aberta e importada no arquivo do padrão de aplicativo virtual que foi exportado acima.

  1. No menu principal do Rational Application Developer, selecione File > Switch Workspace > Other para abrir o diálogo Workspace Launcher.
  2. No campo Workspace do diálogo, insira um nome de caminho de uma nova área de trabalho.
  3. Clique em OK. A janela atual do Rational Application Developer fechará. Após alguns instantes, uma nova janela do Rational Application Developer abrirá.
  4. Se a visualização Welcome aparecer, feche-a.
  5. Inicie uma segunda instância do Rational Application Developer. Por exemplo, no Windows, selecione Start > Programs > IBM Software Delivery Platform >Rational Application Developer 8.0 > Rational Application Developer.
  6. No diálogo Workspace Launcher , no campo Workspace , insira um nome de caminho diferente de uma nova área de trabalho inserida na Parte 1. Iniciando, então clique em OK.
  7. Feche a visualização Welcome .
  8. No menu principal do Rational Application Developer, selecione File > New> Project para abrir o assistente New Project.
  9. Selecione General > Project.
  10. Clique em Next.
  11. No campo Project name , insira Cloud apps.
  12. Clique em Finish.
  13. No Enterprise Explorer, clique duas vezes com o botão direito do mouse no projeto Cloud apps e selecione Properties para abrir as propriedades do diálogo Cloud apps.
  14. Selecione Project Facets.
  15. Selecione Convert to faceted form.
  16. Na lista de aspectos do projeto, selecione o aspecto IBM Workload Deployer Application .
  17. Clique em OK para fechar as propriedades do diálogo Cloud apps.
  18. Clique novamente duas vezes com o botão direito do mouse no projeto Cloud apps e selecione New > Folder.
  19. No campo Folder name , insira applicationModels. Clique em OK.
  20. Clique novamente duas vezes com o botão direito do mouse no projeto Cloud apps e selecione Import.
  21. No menu principal do Rational Application Developer, selecione File > Import para abrir o assistente Import, conforme mostrado na Figura 33.
    Figura 33. O assistente Import
    O assistente Import
  22. Selecione Cloud Application > Cloud Application.
  23. Clique em Next para prosseguir para a próxima página do assistente.
  24. Selecione o botão de opções Select archive file . No campo associado, insira o nome do caminho absoluto do arquivo exportado anteriormente nesta parte do tutorial, por exemplo, C:\AjaxHelloWeb.zip.
  25. No campo Project name , selecione o projeto Cloud apps.
  26. No campo Application file name , insira AjaxHelloWeb.json.
  27. No campo Target runtime , selecione WebSphere Application Server v7.0.
  28. Os componentes Web Application e OSGi Application são exibidos na tabela de componentes e selecionados por padrão.
  29. Clique em Finish. O assistente Import passa alguns instantes importando o padrão de aplicativo virtual, incluindo os projetos corporativos que seus componentes estão associados.

Parte 12. Explorando as preferências

Nesta parte do tutorial, as preferências serão revisadas no Rational Application Developer para customização do funcionamento das ferramentas do Workload Deployer.

Explorar o Workload Deployer Preferences

  1. No menu principal do Rational Application Developer, selecione Window > Preferences para abrir o diálogo Preferences.
  2. Selecione Workload Deployer.
  3. Explore as preferências disponíveis, conforme mostrado na Figura 34.
    Figura 34. A página Preferences
    A página Preferences

    Na seção General settings , é possível alterar a pasta relativa ao projeto padrão na qual os arquivos JSON do modelo de aplicativo virtual estão armazenados. Também é possível alterar o filtro de busca padrão usado pelo assistente Acquire Cloud Application.

    Nas seções Server settings e Time-outs , é possível alterar vários valores-padrão usados na criação de novas configurações do servidor Workload Deployer com o assistente New Server.

    Na seção Import and Export settings , é possível alterar os valores-padrão usados pelos assistentes Import Cloud Application e Export Cloud Application.


Conclusão

Neste tutorial, você aprendeu como usar o Rational Application Developer em conjunto com o IBM Workload Deployer para desenvolver padrões de aplicativos virtuais. Também aprendeu como criar e gerenciar servidores Workload Deployer e, então, usar uma combinação do Virtual Application Builder no Workload Deployer e os assistentes e editores do Rational Application Developer para trabalhar com padrões de aplicativos virtuais, seus componentes e os projetos e código de origem que os implementam. Todos as ferramentas no IBM Rational Application Developer que funcionam com o Workload Deployer também funcionam com o IBM PureApplication System.

Recursos

Comentários

developerWorks: Conecte-se

Los campos obligatorios están marcados con un asterisco (*).


Precisa de um ID IBM?
Esqueceu seu ID IBM?


Esqueceu sua senha?
Alterar sua senha

Ao clicar em Enviar, você concorda com os termos e condições do developerWorks.

 


A primeira vez que você entrar no developerWorks, um perfil é criado para você. Informações no seu perfil (seu nome, país / região, e nome da empresa) é apresentado ao público e vai acompanhar qualquer conteúdo que você postar, a menos que você opte por esconder o nome da empresa. Você pode atualizar sua conta IBM a qualquer momento.

Todas as informações enviadas são seguras.

Elija su nombre para mostrar



Ao se conectar ao developerWorks pela primeira vez, é criado um perfil para você e é necessário selecionar um nome de exibição. O nome de exibição acompanhará o conteúdo que você postar no developerWorks.

Escolha um nome de exibição de 3 - 31 caracteres. Seu nome de exibição deve ser exclusivo na comunidade do developerWorks e não deve ser o seu endereço de email por motivo de privacidade.

Los campos obligatorios están marcados con un asterisco (*).

(Escolha um nome de exibição de 3 - 31 caracteres.)

Ao clicar em Enviar, você concorda com os termos e condições do developerWorks.

 


Todas as informações enviadas são seguras.


static.content.url=http://www.ibm.com/developerworks/js/artrating/
SITE_ID=80
Zone=WebSphere, Rational, Cloud computing
ArticleID=811232
ArticleTitle=Preparação para o IBM PureApplication System, Parte 5: Desenvolvendo padrões de aplicativo virtual para o IBM Workload Deployer com o Rational Application Developer
publish-date=04232012