Novidades no IBM Rational Rhapsody 8.0 e no Rhapsody Design Manager 4.0

Apresentando um novo fluxo de trabalho de requisitos otimizado para engenheiros de sistema, guias para novos usuários, kits para desenvolvimento essencial para segurança com ISO 26262 e IEC 61508

O IBM Rational Rhapsody 8.0 e o Rational Rhapsody Design Manager 4.0 fornecem uma colaboração de design simplificada com um novo fluxo de trabalho de engenharia de sistemas, incluindo um repositório de banco de dados baseado na tecnologia Jazz, que unifica os requisitos e o design. Além disso, há outras adições ou aprimoramentos a serem destacados: uma única fonte de informações baseada na integração de OSLC; um fluxo de trabalho de referência com certificado de TÜV SÜD para desenvolvimento com base nas normas ISO 26262 Road Vehicles Functional Safety e IEC 61508 Functional Safety; experiência do usuário e produtividade aprimoradas com orientação em solução para auxiliar novos usuários; atualizações para UPDM 2.0, SysML 1.3 e AUTOSAR 4.0 e 3.2; aprimoramentos para uso e desempenho ao melhorar os fluxos de trabalho de engenharia de sistemas e desenvolvimento de software agile em tempo real e integrado. As novas versões também possuem diversos aprimoramentos de uso para engenharia de sistemas e desenvolvimento essencial para a segurança.

Observação:
O Rational Rhapsody 8.0 e o Rational Rhapsody Design Manager estão agendados para serem disponibilizados eletronicamente no dia 21 de setembro de 2012.

Destaques de novos recursos

O ambiente de desenvolvimento do IBM ® Rational® Rhapsody® fornece suporte a uma ampla variedade de tecnologias que podem ser usadas para diversas finalidades, por exemplo:

  • Análise de requisitos
  • Engenharia de sistemas com base em modelo
  • Análise de estudos de comércio
  • Desenvolvimento de software em tempo real e integrado
  • Desenvolvimento de software essencial para a segurança
  • Testes baseados em modelo
  • Desenvolvimento com AUTomotive Open System ARchitecture (AUTOSAR)
  • Captura de estruturas de arquitetura DoDAF ou MODAF

Os releases do Rational Rhapsody 8.0 e do Rational Rhapsody Design Manager 4.0 incluem novos recursos e aprimoramentos que facilitam a aplicação do Rational Rhapsody a essas e muitas outras soluções.

Nova orientação para novos usuários

O Rational Rhapsody Version 8.0 oferece um novo recurso Guide Me, que ajuda os usuários a configurar e usar o Rhapsody para uma finalidade específica. Isso é útil para novos usuários que desejam usar o Rhapsody para suas necessidades específicas. A orientação é fornecida em forma de tutoriais, vídeos e documentações que ajudam os usuários a executar as tarefas necessárias.

Colaboração ampliada, flexibilidade e controle para engenheiros de sistemas

Os engenheiros de sistemas se esforçam para aprimorar seus processos de raciocínio, comunicação e descrição do design de sistemas gerais, em geral, realizando intercâmbios entre aspectos diferentes dos sistemas ao mesmo tempo que garantem a consistência entre domínios e disciplinas. O Rational Rhapsody Design Manager auxilia as equipes entre disciplinas com o compartilhamento, a colaboração e a revisão de informações de engenharia de maneira eficiente e intuitiva. O Rhapsody Design Manager Version 4.0 realiza uma etapa adicional na integração com a tecnologia Jazz™ permitindo que os engenheiros de sistema trabalhem com o gerenciamento de versão, variante, configuração e mudança de um modelo do Rhapsody armazenado em um repositório baseado em Jazz, simplificando o processo. Isso possibilita um controle de acesso e mudança mais rígido, proporcionando aos engenheiros de sistema um fluxo de trabalho mais flexível para desenvolvimento paralelo, completamente acoplado a artefatos de ciclo de vida, para uma resposta mais adequada às mudanças.

Local de armazenamento comum para artefatos

Um local comum em um repositório do Jazz para armazenamento dos artefatos de design do Rational Rhapsody com outros artefatos de ciclo de vida, como requisitos e itens de trabalho, permite um fluxo de trabalho completamente integrado aos sistemas mais amplos e ao ciclo de vida de engenharia de software. Como eles são armazenados em um local comum, os requisitos podem ser rastreados e referenciados com as informações de design sem duplicações, pois são armazenados em um repositório compartilhado, do lado do servidor. Uma única fonte de informações para os requisitos é ativada entre os bancos de dados de gerenciamento de requisitos, por exemplo, com o IBM ® Rational® DOORS® ou com o IBM ® Rational® Requirements Composer e as informações de design do modelo do Rhapsody. Ao usar os links do Open Services for Lifecycle Collaboration (OSLC), é possível estabelecer relacionamentos de rastreabilidade e análise entre os requisitos, design e testes para ajudar a garantir a entrega de designs de alta qualidade que atendam aos objetivos do projeto.

Nova função Contributor com diversos recursos de ciclo de vida

A nova função Contributor do Rational Rhapsody fornece acesso aos recursos de gerenciamento de mudança, personalização de relatório, planejamento, gerenciamento de design, gerenciamento de configuração de software, automação (sistema de compilação), gerenciamento de requisitos e gerenciamento de teste.

Auxílio para atender às normas para sistemas complexos essenciais para a segurança

Os sistemas complexos essenciais para a segurança, como aviônica, automóveis, trens e dispositivos médicos, estão se tornando cada vez mais dependentes de software. As empresas que desenvolvem esses sistemas precisam trabalhar com base nas diretrizes das normas do segmento de mercado para comercializar seus produtos e se certificar de que seus aplicativos estejam em conformidade com as normas. O Rational Rhapsody versão 8.0 inclui um IBM Rational Rhapsody Kit para ISO 26262 e IEC 61508 que fornece um fluxo de trabalho de referência documentado, casos de teste e outros artefatos, incluindo um certificado TÜV SÜD para ISO 26262 e IEC 61508 para habilitar o uso do Rational Rhapsody e do Rational Rhapsody TestConductor Add On, a fim de auxiliar os usuários a cumprir com as normas de segurança funcionais automotivas ou gerais. O conteúdo também pode ser usado para outros segmentos de mercado, como DO-178B ou DO-178C para aviônica, IEC 62304 para dispositivos médicos ou outras normas de segurança.

A automação pode ser adaptada para normas de diversos segmentos de mercado

O Rhapsody é um software altamente flexível que pode ser personalizado para ajudar a automatizar a entrega de designs compatíveis com as diversas normas do segmento de mercado. Ele inclui atualizações para SysML 1.3, OMG Unified Profile para DoDAF e MODAF (UPDM) 2.0 e AUTOSAR 3.2 e 4.0 para engenharia de sistemas e engenheiros automotivos, para desenvolver soluções usando as normas mais recentes.

Melhorias de uso e desempenho

O Rational Rhapsody e o Rational Rhapsody Design Manager incluem diversas melhorias de uso e desempenho:

  • Verificação ortográfica
  • Consulta de modelo estatístico para métricas de modelo
  • Geração de códigos usando diversos núcleos de processador
  • Fluxo de trabalho de revisão de design aprimorado com gerenciamento de mudanças
  • Pesquisa entre projetos
  • Rascunho usando um cliente da web

Experiência do usuário e produtividade aprimoradas, com orientação em solução

As duas principais áreas de atenção para cada release do Rational Rhapsody são uso e desempenho. Para os novos usuários, o Rational Rhapsody 8.0 apresenta um recurso chamado Guide Me, que facilita a conclusão de uma tarefa. Usuários mais experientes podem aproveitar a geração de código aprimorada, métricas de modelo, verificação ortográfica, melhores opções de personalização e integração aprimorada com o Rational Team Concert.

Recurso Guide Me

É possível usar o Rational Rhapsody em muitos aplicativos de engenharia de sistemas e desenvolvimento de software para diversos segmentos de mercado e domínios.

A nova opção Guide Me ajuda os novos usuários a começara usar, oferecendo orientações para a execução de uma série de tarefas associadas a uma solução. As orientações instruem os usuários pela configuração e aplicação do software com texto, tutoriais e vídeos, para ajudar a reduzir a curva de aprendizado e a tornar os novos usuários produtivos mais rapidamente. Atualmente, as instruções do Guide Me são fornecidas para estes tópicos:

  • Engenharia de sistemas: design e especificação de sistemas
  • Design de sistemas de controle com o Rational Rhapsody e o MathWorks Simulink
  • Teste de unidade e integração
  • Desenvolvimento de software AUTOSAR

A janela Guide Me para uma solução específica é aberta ao selecionar uma solução do Rhapsody na tela Welcome (veja a Figura 1), para obter instruções passo a passo. A janela Guide Me também pode ser aberta a partir do menu suspenso Help. Quando possível, a instrução do Guide Me solicita operações no Rational Rhapsody para executar etapas.

O conteúdo de Guide Me é criado com XML, e é possível criar seu próprio conteúdo de Guide Me para os aplicativos do Rational Rhapsody de sua organização.

Figura 1. O recurso Guide Me fornece orientação passo a passo
O recurso Guide Me fornece orientação passo a passo

Consultas de estatística para métricas

Para reduzir o risco do projeto, é importante compreender a arquitetura e o design de seu projeto, com base em seu progresso, qualidade ou complexidade. É possível visualizar métricas de modelo, como contagens de elementos de modelo, com base em consultas e no contexto para compreender o status de seu projeto atual e seu progresso. É possível criar um layout personalizado e especificar os elementos e parâmetros do modelo que você deseja reportar. O uso de uma consulta fornece dados específicos para as métricas.

Figura 2. Métricas do modelo de visualização para uma compreensão melhor do status do projeto
Métricas do modelo de visualização para uma compreensão melhor do status do projeto

Verificação ortográfica

Os modelos não são formados apenas por diagramas gráficos, mas também por textos, para descrever melhor o design. No menu Tools, há uma opção para executar a operação Spell Check, para verificar se há erros de ortografia nas descrições de elementos do modelo.

Geração de códigos mais rápida usando diversos núcleos

O Rational Rhapsody é usado com frequência para o desenvolvimento de aplicativos grandes e complexos. Agora, é possível usar diversos núcleos do computador ao gerar aplicativos compostos por diversos componentes. Isso ajuda no desempenho da geração de código. A propriedade CG::ParallelCodeGeneration é usada para ativar o processamento paralelo e controlar o número de processos paralelos que serão iniciados em conjunto com a propriedade CG::UserDefinedParallelProcesses . O comando de geração de código iniciado é especificado na propriedade CG::ParallelCodeGenerationCommand .

Por padrão, uma linha de comando do Rhapsody (RhapsodyCL.exe) é iniciada, mas não é possível personalizar o comando solicitado para, por exemplo, executar a geração de código em outro computador ou em um farm do servidor. Além disso, foram realizadas melhorias para gerenciar a memória usada pelo processo de geração de códigos, com o objetivo de fazer um melhor uso dos recursos do sistema.

Padrões de modelagem por estereótipos

Ao definir domain-specific languages (DSLs), pode ser necessário usar termos específicos ao domínio (por exemplo, veículo, sistema militar, radar, empresa) com os elementos de modelo correspondentes que devem fazer parte desse termo. O Rational Rhapsody 8.0 fornece uma maneira automatizada de criar um padrão de modelo relacionado aos termos do domínio. Por exemplo, ao criar um termo de radar, é possível criar automaticamente um IBD relevante, um diagrama paramétrico e um link para um documento padrão.

Integração independente do Rhapsody e do Rational Team Concert por meio de SCCI

O Rational Rhapsody 8.0 fornece integração com o Rational Team Concert por meio de uma interface SCCI padrão. Agora, o cliente Microsoft Windows fornece suporte ao gerenciamento de configuração de designs com o Rational Team Concert usando essa integração.


Engenharia de sistemas colaborativos por meio do Rational Rhapsody Design Manager

Por meio de seu recurso de gerenciamento de design, o Rational Rhapsody facilita para as equipes o gerenciamento de seus designs, a colaboração com colegas e partes interessadas e a integração da engenharia de sistemas e do design de software em seus ciclos de vida de engenharia. O Rational Rhapsody Design Manager V4.0 pode ajudar a melhorar sistemas e a engenharia de software em tempo real e integrada por meio da integração do ciclo de vida, análise, rascunho com base na web, extensibilidade, relatório e geração de documentação.

Configuração de design e gerenciamento de mudança

O servidor do Rational Rhapsody Design Management permite a modificação de designs diretamente no servidor. Ele inclui o gerenciamento de configuração com base em modelo, a fim de gerenciar as mudanças nos designs. É possível editar modelos do Rational Rhapsody diretamente no servidor a partir do cliente de desktop do Rhapsody. Isso proporciona uma solução simplificada de gerenciamento de configuração e inclui diversos benefícios, principalmente para engenheiros de sistema:

  • Melhora a qualidade por meio da colaboração nos designs com colegas e outras partes interessadas usando um cliente da web
  • Trabalha em paralelo diretamente em um design armazenado em um servidor com suporte integrado para gerenciamento de configuração, incluindo um controle de mudança simplificado
  • Estabelece a rastreabilidade entre designs, requisitos, solicitações de mudança, casos de teste e planos de teste, facilitando a localização rápida de designs relacionados e a execução de análise de cobertura e impacto pelas partes interessadas
  • Permite que os usuários pesquisem rapidamente designs, para aprender a partir de designs anteriores e encontrar componentes de design reutilizáveis
  • Reduz o tempo necessário para atender requisitos regulatórios e contratuais, automatizando a geração de documentos de design com base em modelos
  • Fornece suporte ao gerenciamento de configuração serial e em paralelo
  • Inclui operações de controle de mudança, como bloqueio e desbloqueio, que possuem consciência da estrutura do design, em oposição a operações baseadas em arquivo
  • Fornece suporte a conjuntos de mudanças que permitem o agrupamento e gerenciamento de diversas mudanças de design como uma unidade lógica.
  • Permite a visualização do histórico de mudanças para um recurso de design
  • Fornece suporte a uma ação gráfica de comparação e mesclagem
  • Oferece uma opção de modo com base em arquivo para os usuários que estão trabalhando com sistemas de gerenciamento de configuração

Fluxo de trabalho simplificado de rastreabilidade de requisitos

Com o fluxo trabalho novo e simplificado, baseado na vinculação de OSLC, os engenheiros de sistema e desenvolvedores de software podem analisar e rastrear os requisitos, usando um repositório compartilhado no lado do servidor que evita a duplicação de dados. Esse novo fluxo de trabalho com o Rational DOORS ou o Rational Requirements Composer é habilitado por meio do gerenciamento dos dados de design no servidor Jazz, usando o Rational Rhapsody Design Manager.

O Rhapsody Design Manager inclui rastreabilidade bidirecional entre requisitos e designs com vinculação do Open Services for Lifecycle Collaboration (OSLC). Os links podem ser criados de um requisito para um recurso de design ou de um recurso de design para um requisito e podem ficar visíveis em ambos os lados.

  • Experiência do usuário simplificada: a vinculação do OSLC bidirecional permite cenários de rastreabilidade para engenheiros de requisitos e engenheiros que realizam a modelagem com o Rational DOORS 9.4 e o Rational Requirements Composer 4.0.
  • Fonte de informações únicas: os dados vinculados do ciclo de vida estão sempre atualizados, nenhuma atualização de dados é necessária. Os links do OSLC ficam visíveis nas novas visualizações do Rhapsody Design Manager Impact Analysis para auxiliar as equipes na análise de cobertura e de impacto.

Integração do ciclo de vida de engenharia de sistemas e de software

Este release integra ainda mais o Rational Rhapsody à plataforma do Jazz por meio do Rational Rhapsody Design Manager, facilitando o gerenciamento e a administração da solução combinada.

  • O Rational Rhapsody Contributor V4.0 proporciona acesso total de leitura e gravação ao gerenciamento de mudança, personalização de relatório e planejamento. A licença do Contributor também inclui o acesso de leitura ao gerenciamento de design, gerenciamento de configuração de software, automação (sistema de compilação), gerenciamento de requisitos e gerenciamento de teste, a menos que seja restrito de outra forma por permissões de processo baseadas em função.
  • Compartilhe um servidor de equipe do Jazz para reduzir o tempo e os custos de administração com a administração e gerenciamento de usuário comum nos servidores do Rational Rhapsody Design Manager, do Rational Team Concert, do Rational Requirements Composer e do Rational Quality Manager.
  • O licenciamento entre funções permite que os usuários com uma licença do Jazz (Developer, Analyst, Quality Professional e Contributor) colaborem em designs por meio dos recursos de visualização, pesquisa, comentários, marcação e geração de documento. A licença com base em função do Design Manager inclui recursos de Contributor além de acesso total de leitura e gravação ao servidor de Design Management.
  • A inclusão de áreas do projeto de design em projetos de ciclo de vida facilita o trabalho das equipes.
  • A habilidade de alterar a URL pública de um servidor (renomeação de um servidor) facilita as mudanças na infraestrutura do servidor.

Análise de impacto

O Rational Rhapsody Design Manager inclui esses novos recursos de análise para ajudar as equipes a compreender os impactos de uma mudança de design e encontrar componentes de design existentes:

  • Visualize um diagrama de análise de impacto criado a partir de um elemento de modelo selecionado que exibe todos os elementos de design relacionados e todos os recursos de OSLC vinculados.
  • Edite a análise gerada para adicionar ou remover elementos.
  • Crie e armazene consultas para realizar pesquisas em diversas áreas do projeto.

Rascunho com base na web

O rascunho proporciona uma maneira rápida de capturar e colaborar em ideias de design. Agora, é possível criar diagramas de rascunho como parte de uma área de projeto de gerenciamento de design e editar o rascunho a partir de um cliente da web autônomo ou dentro do Rational Rhapsody usando o cliente da web integrado. Esses rascunhos são beneficiados por todos os outros recursos de gerenciamento de design, como o gerenciamento de configuração, vinculação de OSLC e geração de documento.

Geração de relatório e documentos

O Rational Rhapsody Design Manager oferece diversas opções para a criação e o gerenciamento de documentos de design:

  • Mantenha ativos os documentos de design que podem ser adicionados a uma área de projeto de gerenciamento de design e editados por meio do cliente da web usando rich text. Os documentos de design podem conter links integrados para outros recursos de design, renderizados visualmente como parte do documento.
  • Gere documentos no servidor de gerenciamento de design usando o novo Rational Reporting para fornecer suporte à Geração de documentos. É possível gerar documentos de modelos incluídos com o Design Manager ou de modelos personalizados criados usando o Rational Publishing Engine Document Studio (licença separada).
  • Gere documentos com o Rational ® Publishing Engine e acesse designs, comentários e dados vinculados do OSLC a partir do servidor do Design Management.

Extensibilidade do gerenciamento de design

Um novo kit de ferramentas de domínio permite criar domínios de design personalizados no servidor do Rational Rhapsody Design Manager.

  • Defina novos domínios por meio de um editor de ontologia.
  • Execute a validação de modelo, especificando restrições de modelo de produção e em lote e regras de validação de dados, usando o Protocolo SPARQL e a Linguagem de consulta RDF.
  • Crie e edite instâncias de modelo usando formulários gerados pela ontologia de domínio.

Modelagem de engenharia de sistemas e aprimoramento de simulação

Os engenheiros de sistema que aplicam o Rational Rhapsody para model-based systems engineering (MBSE) podem aproveitar as atualizações em SysML 1.3 e UPDM 2. A integração com Simulink foi completamente aprimorada para permitir a especificação e validação de designs de sistemas virtuais e físicos.

Atualização ao suporte para SysML 1.3

O Rational Rhapsody inclui atualizações para facilitar aos engenheiros de sistema a análise, validação e especificação de sistemas, usando as normas mais recentes. Agora, ele fornece suporte para SysML 1.3, incluindo eventos de modelagem de interface (por exemplo, portas proxy, interface blocks, recursos direcionados, portas aninhadas) e de alteração de valor de propriedade para opções de modelagem adicionais.

Agora, o Rational Rhapsody fornece suporte ao mapeamento de tipos complexos entre designs do SysML e MathWorks Simulink, a hierarquia de blocos estruturados do Simulink especificada no Internal Block Diagrams (IBD) do SysML, e oferece suporte aprimorado para solução por etapa variável, algoritmos para evitar loops algébricos, cossimulação com o Simulink, visualizações animadas no Rhapsody e muito mais.

A Figura 3 exibe um menu de contexto com operação para a criação de um modelo esqueleto do Simulink a partir de um bloco no Rational Rhapsody.

A Figura 4 exibe os resultados da operação, com a janela flutuante do Simulink, chamada CruiseCtrlSimDomain, exibindo o modelo do Simulink gerado automaticamente, baseado no IBD. Os dois plots MATLAB na Figura 4 exibem os plots resultantes da simulação. Um plot no lado inferior direito exibe a velocidade desejada do veículo (linha azul), como é definida por um gráfico de estado do motorista conectado ao veículo (o gráfico de estado não é exibido). Na linha verde, é possível visualizar a velocidade real do veículo, que é afetada pelo comportamento de dois modelos do Simulink que descrevem um algoritmo de controle e um diagrama simulando o arrasto exercido no veículo. O outro plot no lado superior esquerdo da Figura 4 exibe a aceleração produzida pelo motor do veículo sobre o tempo de simulação. É possível perceber que, à medida que a velocidade desejada é elevada, o motor emite pulsos de aceleração, e quando a velocidade desejada aumenta de 80 a 120, outro pulso é produzido pelo motor. Quando a velocidade desejada cai de forma abrupta de 120 para 10 e volta para 60, é possível visualizar um pulso negativo da aceleração, enquanto a velocidade real diminui para cerca de 70.

A integração do Rhapsody com o Simulink pode melhorar a colaboração entre engenheiros de sistemas que estão especificando o contexto geral do sistema com o SysML e desenvolvedores que estão projetando algoritmos e lógica contínua no Simulink. Além disso, as melhorias de uso na integração permitem diversas execuções de simulações sem ser necessário exportar novamente, definir sinais a serem plotados automaticamente após a simulação, executar diversas simulações parametrizadas a partir de planilhas, e mais.

Figura 3. Exporte informações de design do SysML e inicie rapidamente a simulação do Simulink usando parâmetros definidos no Rhapsody
Exporte informações de design do SysML e inicie rapidamente a simulação do Simulink usando parâmetros definidos no Rhapsody

A Figura 4 exibe o modelo do Simulink gerado automaticamente, com base no IBD do Rhapsody cossimulado com o MathWorks Simulink. Isso permite a validação de algoritmos e de lógica contínua com a arquitetura especificada no SysML.

Figura 4. Modelo do MathWorks Simulink gerado automaticamente
Modelo do MathWorks Simulink gerado automaticamente

Configuração mais rápida da simulação

Durante a análise e o design, em especial, nas fases iniciais do desenvolvimento, apenas algumas partes do design estão completas. Realizar simulações iniciais frequentes pode ajudar a identificar erros enquanto não são tão caros para serem corrigidos. Com o Rational Rhapsody, é necessário apenas um simples clique no mouse para configurar uma simulação de diagramas de atividade, gráficos de estado ou classes com partes internas, para facilitar a validação quando outras partes do design não estiverem prontas. A operação Simulate (consulte a Figura 5) define o escopo para a simulação e permite a validação rápida do comportamento em uma única operação.

A Figura 5 exibe como é possível usar o comando Simulate para iniciar rapidamente uma simulação de uma parte de seu design, para validar seu comportamento.

Figura 5. Exemplo do comando Simulate
Exemplo do comando Simulate

Suporte atualizado à arquitetura DoDAF 2.0 e MODAF 1.2 com UPDM 2

O Departamento de Defesa (DoD) dos Estados Unidos obrigou o uso de UPDM 2 em todos os projetos DoDAF usando ferramentas UML ou SysML. O suporte ao Rational Rhapsody foi atualizado para UPDM 2 para permitir a captura de DoDAF 2.0.2, além do Ministry of Defence Architecture Framework britânico, MODAF 1.2.004, e do NATO Architecture Framework, NAF 3.1. A exportação dos dados de arquitetura via XMI também é suportada, permitindo a troca com outras ferramentas de modelagem. O suporte para os perfis herdados de DoDAF 1.x e MODAF 1.x não é mais fornecido.


Suporte para desenvolvimento de norma de segurança: ISO 26262, IEC 61508, DO-178B e DO-178C

As empresas que desenvolvem produtos que podem causar ferimentos ou morte em caso de falha, como aeronaves, automóveis ou dispositivos médicos, precisam seguir processos de desenvolvimento rígidos: ISO 26262 para automóveis, DO-178B ou DO-178C para aviônica comercial ou IEC 61508, a norma de segurança funcional geral. É responsabilidade de cada empresa apresentar evidências de que estão seguindo os processos válidos de fabricação, como rastreabilidade desde os requisitos até a implementação, de que estão realizando testes suficientes e, além disso, de que as ferramentas usadas não insiram erros no produto.

Essas etapas adicionais ajudam a garantir a segurança, mas também acrescentam mais tempo e custo ao ciclo de vida de desenvolvimento. Relatórios de analistas do segmento de mercado mostraram os benefícios significativos de uma abordagem de desenvolvimento conduzida por modelo, e as provisões para modelagem adicionadas ao release do DO-178C enfatizam ainda mais a importância da modelagem no desenvolvimento. O Rational Rhapsody fornece suporte para uma abordagem model-driven development (MDD):

  • Uso de UML ou SysML para capturar visualmente o design
  • Simulação para validação inicial
  • Geração de aplicativos C++, C e Ada, incluindo o comportamento
  • Teste baseado em modelo para teste automatizado
  • Rastreabilidade para artefatos de ciclo de vida, como requisitos e testes

Kit para ISO 26262 e IEC 61508

O Rational Rhapsody Kit para ISO 26262 e IEC 61508 faz parte do conjunto de documentações padrão do Rational Rhapsody. Ele inclui amostras de fluxos de trabalho para o uso do Rational Rhapsody e teste de comparação de resultado com o Rational Rhapsody TestConductor Add On. Um certificado TÜV SÜD e um relatório de certificado são incluídos, indicando que o Rational Rhapsody TestConductor Add On pode ser aplicado no desenvolvimento relacionado à segurança para todos os níveis de SIL, de acordo com o IEC 61508 e com todos os níveis de ASIL, de acordo com o ISO 26262. Também são fornecidos no kit:

  • Visão geral do Rational Rhapsody Kit para ISO 26262 e IEC 61508, que resume o conteúdo no kit.
  • Rational Rhapsody Reference Workflow , que fornece um fluxo de trabalho exemplar para modelagem, geração de código e verificação em um contexto de segurança.
  • Rational Rhapsody TestConductor Add On Workflow , que descreve as atividades e os objetivos do teste.
  • Rational Rhapsody TestConductor Add On Safety Manual , que fornece informações adicionais para o uso do Rational TestConductor em uma norma de segurança.
  • Rational Rhapsody TestConductor Add On Validation Suite, disponível separadamente, que inclui casos de teste para ajudá-lo a qualificar o Rational Rhapsody TestConductor Add On em seu próprio ambiente de desenvolvimento.

Conjuntos de requisitos e de validação para estruturas de execução

O Rational Rhapsody Developer para C e o Rational Rhapsody Developer para C++ oferecem estruturas de execução que possibilitam funções e serviços de execução comum, como planejamento, mensagens e processamento de eventos. Eles permitem que os desenvolvedores se concentrem em seus aplicativos de domínios.

O Rational Rhapsody inclui a documentação e os requisitos para o código-fonte na Simplified Micro-C eXecution Framework (SMXF) para C e na Simplified eXecution Framework (SXF) para C++. A documentação e os requisitos podem ajudá-lo a usar a estrutura em aplicativos que exigem a certificação. Os conjuntos de teste de validação, usando o Rational Rhapsody TestConductor Add On para SMXF e SXF, incluem cobertura de requisitos e de instrução para ajudar a validar a estrutura em seu ambiente de desenvolvimento.

Requisitos gerados no código

Ao desenvolver um software que precisa estar em conformidade com as normas essenciais à segurança, como DO-178B, DO-178C, ISO 26262, IEC 62304 ou IEC 61508, é fundamental garantir que todo código no aplicativo tenha origem em um requisito. O Rational Rhapsody 8.0 aprimora a geração de requisitos no código gerado, fornecendo rastreabilidade para o código gerado automaticamente para gráficos de estado e funções geradas automaticamente, a fim de ajudar a justificar a necessidade da operação no aplicativo gerado. Selecionar a configuração do projeto SafetyCriticalforC++Developers ou SafetyCriticalforCDevelopers para código C++ e C inclui os pacotes de referência de requisitos de nível inferior para o código gerado automaticamente para comportamento e funções. A configuração "Include Requirements as Comments in Code" para a configuração da geração de código possibilita gerar informações de requisitos no código gerado (consulte a Figura 6).

Figura 6. As informações de requisito podem ser geradas no código para ajudar a rastrear o código até os requisitos
As informações de requisito podem ser geradas no código para ajudar a rastrear o código até os requisitos

Os requisitos podem ser rastreados até ações de entrada ou saída e até transições internas de estados, para fornecer uma justificativa para a necessidade dessas seções de código (consulte a Figura 7). Ao gerar requisitos no código, as transições em gráficos de estado são numeradas para permitir o rastreamento até o modelo a partir do código. Você tem a opção de gerar o requisito para uma função na especificação (.h), implementação (.c ou cpp) ou em ambos os arquivos para ajudar a cumprir com suas diretrizes de codificação. Foram adicionados novos estereótipos para Low Level Requirements (LLR) e High Level Requirements (HLR) para permitir a digitação de requisitos com base no nível no ciclo de vida.

Figura 7. As transições do gráfico de estado são numeradas e as informações vinculadas sobre requisitos são geradas no código como comentários
As transições do gráfico de estado são numeradas e as informações vinculadas sobre requisitos são geradas no código como comentários

Suporte para desenvolvimento e integração automotivo rápidos com o AUTOSAR 3.2 e 4.0

Os engenheiros automotivos que desenvolvem soluções para AUTOSAR podem usar as versões 3.2 e 4.0 com o Rational Rhapsody para modelagem de comportamento e geração de código, para especificar seus sistemas. Além disso, foi incluído o suporte para teste de unidade dos componentes de software individuais do AUTOSAR com o Rational Rhapsody TestConductor Add On. Isso permite a automação de tarefas de teste manual, a visualização de casos de teste usando o UML Testing Profile e a execução dos casos de teste com resultados de validação, para ajudar a entregar componentes de software e designs do AUTOSAR de qualidade superior em menos tempo.

Pontos de variação do AUTOSAR

O perfil do AUTOSAR 4.0 do Rhapsody fornece a capacidade de editar pontos de variação e definir seus valores calculados após a materialização. O AUTOSAR XML (ARXML) gerado pelo Rational Rhapsody reflete o valor calculado do ponto de variação.

Blueprints do AUTOSAR

Foi incluído suporte para a criação de Blueprints do AUTOSAR, para criar um catálogo de referência reutilizável de modelos que podem atribuir automaticamente as propriedades a um elemento. Os Blueprints são definidos usando uma tabela e aplicados usando uma nova guia nos recursos de um elemento aplicável.

Novo navegador de hierarquia

O perfil AUTOSAR do Rational Rhapsody apresenta uma nova visualização de navegador integrada ao navegador principal, para que seja possível visualizar o modelo a partir de um ponto de vista de dados específico. São fornecidas três visualizações predefinidas para os ARPackages:

  • Browse Composition Sw Component Type exibe todos os tipos de Composition SWC, todas as portas e seu conteúdo, além de artefatos de comportamento internos
  • Browse Atomic Sw Component Type exibe todos os tipos de Atomic SWC, todas as portas e seu conteúdo, além de artefatos de comportamento internos
  • Browse Systems exibe todos os sistemas e o conteúdo de seus tipos de composição.
Figura 8. Três opções de visualização para foco em aspectos específicos do design
Três opções de visualização para foco em aspectos específicos do design

Aprimore o uso do produto com base no tipo de usuário (função)

Uma nova maneira de definir o conjunto de termos disponíveis ou excluídos com base em uma função foi fornecida, permitindo a definição de filtros baseados em função que mostram o conjunto relevante de termos para uma função. As propriedades são usadas para controlar os termos.


Aprimoramentos no desenvolvimento com Ada

O Rhapsody Developer para Ada 8.0 inclui aprimoramentos para sincronizar de maneira mais adequada o modelo e o código de Ada

Execute simulações de Ada com diagramas de painel

O Rational Rhapsody Developer para Ada fornece a capacidade de estimular entradas em diagramas de painel, o que pode ajudar a impulsionar simulações e a validar o comportamento no início do ciclo de vida de desenvolvimento. Os diagramas de painel estão disponíveis como parte do Rational Rhapsody Tools and Utilities Add On.

Visualização de código de Ada

Há diversos projetos de longo prazo que usam Ada e que ainda são mantidos e atualizados. O Rhapsody Developer para Ada fornece recursos de engenharia reversa que podem importar e documentar esses designs para ajudar a entender a arquitetura e o design do aplicativo. A Versão 8.0 inclui novos recursos de sincronização que podem atualizar o modelo do Rational Rhapsody com mudanças ocorridas no código do Ada, para manter o design e a documentação sincronizados. Agora, a engenharia reversa e sincronização circular de Ada também são suportados na plataforma Linux.

Conjuntos de contêiner de Ada

Um conjunto de propriedades foi fornecido para controlar os conjuntos de contêiner usados para implementar os relacionamentos no Rhapsody Developer para Ada. A propriedade Ada_CG ::Configuration::ContainerSet é usada para especificar o conjunto de contêineres usado. As opções possíveis são Booch (padrão), Ada 2005 ou User Defined, na qual é possível definir seu próprio conjunto de contêineres.


Atualizações para Linux e suporte para sistema operacional de destino

O Rhapsody Developer 8.0 e o Rhapsody Developer para C++, C e Java 8.0 agora fornecem suporte ao Red Hat Linux 6 e posterior e ao SUSE 11 no modo de 32 bits. O Red Hat 4 não é mais suportado. Além disso, Wind River VxWorks 6.9 e o Workbench 3.3 são suportados em plataformas Windows e Linux, mas sem suporte para a sincronização de ponto de interrupção. O Wind River VxWorks 6.6 e o Workbench 3.0 não são mais suportados.

Recursos

Aprender

Obter produtos e tecnologias

  • Faça o download do Rational Rhapsody e teste-o gratuitamente por 30 dias.
  • Saiba mais sobre o projeto Design Management em Jazz.net.
  • Avalie o software IBM da forma que melhor lhe convier: faça o download da versão de avaliação, experimente-a on-line, use-a em um ambiente de nuvem ou passe algumas horas no no Ambiente de Simulação da SOA aprendendo a implementar Arquitetura Orientada a Serviços de forma eficiente.

Discutir

Comentários

developerWorks: Conecte-se

Los campos obligatorios están marcados con un asterisco (*).


Precisa de um ID IBM?
Esqueceu seu ID IBM?


Esqueceu sua senha?
Alterar sua senha

Ao clicar em Enviar, você concorda com os termos e condições do developerWorks.

 


A primeira vez que você entrar no developerWorks, um perfil é criado para você. Informações no seu perfil (seu nome, país / região, e nome da empresa) é apresentado ao público e vai acompanhar qualquer conteúdo que você postar, a menos que você opte por esconder o nome da empresa. Você pode atualizar sua conta IBM a qualquer momento.

Todas as informações enviadas são seguras.

Elija su nombre para mostrar



Ao se conectar ao developerWorks pela primeira vez, é criado um perfil para você e é necessário selecionar um nome de exibição. O nome de exibição acompanhará o conteúdo que você postar no developerWorks.

Escolha um nome de exibição de 3 - 31 caracteres. Seu nome de exibição deve ser exclusivo na comunidade do developerWorks e não deve ser o seu endereço de email por motivo de privacidade.

Los campos obligatorios están marcados con un asterisco (*).

(Escolha um nome de exibição de 3 - 31 caracteres.)

Ao clicar em Enviar, você concorda com os termos e condições do developerWorks.

 


Todas as informações enviadas são seguras.


static.content.url=http://www.ibm.com/developerworks/js/artrating/
SITE_ID=80
Zone=Rational
ArticleID=837048
ArticleTitle=Novidades no IBM Rational Rhapsody 8.0 e no Rhapsody Design Manager 4.0
publish-date=09252012