Fornecer Backup e Recuperação Eficientes Usando um Método Sem Agente

Usando o Asigra Cloud Backup no IBM SmartCloud Enterprise

A paisagem atual da nuvem parece um pouco diferente do que parecia há alguns anos. Uma das principais diferenças é que as nuvens não apenas suportam aplicativos da web e do consumidor — agora elas hospedam aplicativos corporativos e do nível de produção. E como o centro de dados de nuvem virtualizada depende do backup efetivo para o armazenamento e acesso rápido e eficiente aos dados, e no caso de problema potencial, para recuperação de dados de aplicativos corporativos, talvez ele também mereça uma melhor opção para manipular tais dados. Neste artigo, os autores propõem o backup sem agente como uma técnica para fornecer opções de recuperação dos dados orientados à nuvem melhores que o backup tradicional, com base em agente. Eles mostram as opções de backup e fornecem uma análise do sistema prático de recuperação de nível sem agente desenvolvido por eles, e que é executável no IBM ® SmartCloud Enterprise.

Douglas Ko, Director of Strategic Alliances, Asigra

Como diretor de alianças estratégicas, Ko é responsável por desenvolver e trazer ao mercado soluções de junção com os parceiros fornecedores do Asigra&, como a IBM, para melhor atender às necessidades e novas oportunidades do mercado. Anteriormente, na Varicent Software, Doug era responsável por alianças globais de ISV com as principais empresas do segmento de mercado como Microsoft, Salesforce.com e Research in Motion. Antes disso, Doug esteve na Bycast onde participou dos departamentos da empresa de alianças, vendas, engenharia de vendas e marketing. Antes da Bycast, Doug trabalhou no segmento de mercado de semicondutores com os líderes de mercado PMC-Sierra e ATI Technologies, onde desempenhou respectivamente funções de marketing e técnicas. Doug graduou-se como bacharel em engenharia elétrica (com honra) pela Universidade de Toronto.



Sergey Perchak, Systems Engineer, Asigra

Sergey Perchak é engenheiro de sistemas na Asigra, líder global em soluções de backup e recuperação de nuvem. Sergey tem mais de 15 anos de experiência em vários campos de TI, como armazenamento, rede, gerenciamento de dados e proteção.



30/Out/2012

À medida que a adoção da nuvem se acelera e aplicativos do nível corporativo e de produção são hospedados na nuvem, os administradores enfrentam desafios uma vez que as soluções de backup tradicionais, baseadas em agente, são inadequadas para um ambiente de nuvem. As tecnologias de backup e recuperação sem agente podem fornecer vantagens em relação às abordagens tradicionais que podem ajudar simplificar e acelerar a recuperação de dados.

Este artigo descreve o backup e a recuperação sem agente, e como eles funcionam com a nuvem.

Por Que se Importar com Backup e Recuperação Sem Agente

O mundo de TI está mudando: o backup e a recuperação da computação em nuvem não são imunes a essa mudança. As abordagens de backup tradicionais usadas com aplicativos e datacenters monoblocos, e os esquemas de proteção de dados que foram projetados primeiramente para aplicativos da web e de consumidor que guiaram o crescimento precoce da nuvem, não foram projetados de modo ideal para aplicativos corporativos e de produção que executam na nuvem.

A tecnologia de backup e recuperação sem agente é geralmente projetada de cima a baixo para ambientes de nuvem que fornecem uma solução de pouco contatos, que consomem menos recursos, permitem recuperação flexível de dados e são simples de gerenciar. Para os usuários da nuvem, isso significa menos esforço e custos associados (muito desses por meio de automação) e significa recuperação mais rápida.

Agora, vamos examinar a evolução do backup, diretamente até a nuvem dos dias de hoje.


A Evolução do Backup e o Caminho para a Nuvem

Vamos examinar dois tipos mais tradicionais de backup baseados na web:

  • Backup baseado em agente
  • Backup de imagem de virtualização

Backup Baseado em Agente Tradicional

Os agentes foram usados historicamente para varrer e coletar dados de sistemas operacionais, sistemas de arquivos e aplicativos. Os agentes podem fazer backup do conjunto de dados inteiro, mudanças de arquivo incrementais ou mudanças de bloco incrementais.

A funcionalidade de agente tem crescido mais recentemente para incluir deduplicação, compactação e criptografia. Todas essas funções exigem uma certa quantidade de recursos do sistema. A Figura 1 ilustra um sistema de backup baseado em agente típico.

Figura 1. Implementação típica de software de backup baseado em agente
Implementação típica de software de backup baseado em agente

Os agentes de aplicativo para backup de banco de dados estruturado (RDBMS, email, ERP etc.) são normalmente um agente exclusivo ou uma peça de código que é adicional ao agente do sistema. Cada agente é exclusivo e não pode ser compartilhado por outros sistemas ou aplicativos.

Os agentes devem ser instalados em todos os dispositivos, sem exceção. O software mais tradicional de proteção de backup e dados não realiza o push dos agentes; cada dispositivo requer que o administrador instale manualmente o agente em cada dispositivo. Isso é verdadeiro para correções e upgrades.

Muitos agentes de backup requerem o transtorno de uma reinicialização do sistema de aplicativos. Isso exige que todas as implementações, atualizações, correções sejam programadas e interrompidas bruscamente. Se você tem um grande número de agentes, isso torna esse processo um pouco incômodo e frequentemente leva os administradores de backup a colocar upgrades ou correções até um período de manutenção planejada.

Quando a virtualização do servidor tornou-se popular pela primeira vez, os backups foram feitos nas máquinas virtuais (VMs) do mesmo modo como eram feitos nas máquinas físicas. Isso reduziu as concentrações e consolidações de VM porque cada agente consumia recursos; mais VMs significavam mais recursos do agente.

Os backups também criaram contenção na E/S, visto que cada agente tentou fazer backups concorrentes, frequentemente porque não sabiam que estavam competindo pelos mesmos recursos. O desempenho do backup desacelerou e as janelas de backup frequentemente eram perdidas.

A Emergência do Backup de Imagem de Virtualização

Os fornecedores do hypervisor descobriram gastos adicionais de agentes e desenvolveram uma abordagem diferente para fazer backup de máquinas virtuais. A maioria dos hypervisors hoje tem alguma forma de API permitindo que os backups utilizem capturas instantâneas nativas do hypervisor, assim, eles transferem o processo de backup sem o uso de agentes.

Por meio da API do hypervisor, o servidor de mídia do software de backup inicia uma captura instantânea de uma VM ou série de VMs específica (mais especificamente, o disco virtual associado com as VMs). As capturas instantâneas de virtualização permitem frequentemente uma recuperação de retrocesso de VM chamadas erroneamente de recuperação bare-metal (BMR). A BMR pode ser um processo especialmente longo por causa da quantidade de dados envolvida. As pesquisas consistentes do usuário mostraram que mais de 90% de todas as recuperações e restaurações são de um único arquivo, não de uma máquina inteira. Mas quando um retrocesso de VM é necessário, a BMR é um modo rápido e fácil de fazer isso.

Há vários produtos de backup no local que tratam da recuperação no nível do arquivo dentro do backup de imagem de virtualização, mas eles tendem a ser específicos do hypervisor e da plataforma de virtualização. Há situações em que uma captura instantânea de hypervisor ou captura de imagem exige que os servidores de nuvem fiquem offline (tempo de inatividade programado), recursos de VM adicionais para recuperar dados, ou grandes aumentos na capacidade de armazenamento para capturar vários pontos no tempo ou clonar capturas instantâneas de imagem. A Figura 2 mostra um backup de imagem de virtualização e configuração de capturas instantâneas.

Figura 2. Backup e capturas instantâneas de imagem de virtualização
Backup e capturas instantâneas de imagem de virtualização

Agora, vamos passar para o backup e recuperação sem agente.


Backup de Nuvem Mais Inteligente: Sem Agente

Em vez de instalar o software de agente em todos os servidores, aplicativos e dispositivos, ao usar um design de backup sem agente, você consolida o acesso dos dados em um ou mais coletores de dados físicos ou virtuais. Cada coletor de dados realiza o pull de dados no servidor, aplicativo e dispositivo de origem para backup. Os coletores de dados são fornecidos com as credenciais adequadas de cada destino de backup e tira proveito das APIs nativas para realizar o pull dos dados. A coleta de dados opera na velocidade da LAN para assegurar backups rápidos. A Figura 3 demonstra isso.

Figura 3. Implementação de software de backup sem agente
Implementação de software de backup sem agente

Vamos examinar várias versões de backup sem agente:

  • Backup baseado em arquivo
  • Backup de captura instantânea de VM
  • Backup para aplicativo

Backup Baseado em Arquivo sem Agente

O backup baseado em arquivo sem agente é obtido usando as APIs baseadas no OS para acesso de arquivo:

  • Para servidores Windows,® são fornecidas credenciais apropriadas para o coletor de dados e ele usa APIs de serviços de arquivo do Windows para executar backup baseado em arquivo.
  • Para servidores baseados em Linux® e Unix®, as credenciais apropriadas são fornecidas para o coletor de dados e usam protocolos SSH ou NFS para executar backup baseado em arquivo.

A Figura 4 ilustra isso.

Figura 4. Acesso aos dados de backup baseado em arquivo sem agente
Acesso aos dados de backup baseado em arquivo sem agente

Backup de captura instantânea de VM sem agente

O backup sem agente de servidores de nuvem virtuais pode ser obtido pela APIs do hypervisor de virtualização ou pelo backup de arquivo sem agente. É possível fazer backup de capturas instantâneas de VM fazendo uma chamada para a API do hypervisor, dizendo ao hypervisor para fazer a captura de uma ou várias VM e, então, copiar a imagem da captura instantânea. (No caso do VMware, ele copia apenas os blocos de mudança (CBT) depois da primeira captura instantânea.)

Essa operação fornece um backup de imagem de VM completa. Cada imagem de VM pode ser recuperada sob demanda. Nos cenários de falha, a imagem pode ser montada e executada diretamente no outro servidor de nuvem.

Usar as APIs do hypervisor ou o backup de arquivos sem agente permite a recuperação de dados rápida e flexível do hypervisor ou sistema operacional. A Figura 5 demonstra isso.

Figura 5. Acesso aos dados da imagem ou backup de captura instantânea sem agente
Acesso aos dados da imagem ou backup de captura instantânea sem agente

Backup para aplicativo

Para minimizar os agentes de backup usados no backup de aplicativo de banco de dados estruturado, as tecnologias sem agente se integram diretamente com as APIs específicas do aplicativo. Normalmente, um thin client usando as APIs específicas do aplicativo é instalado no sistema de destino de backup executando esse aplicativo. O thin client permite que o coletor de dados informe às APIs do banco de dados para colocar em modo quiesce (ou pausar) o banco de dados, limpar a cache, fazer dump do banco de dados em um arquivo simples e retomar o banco de dados. Isso é conhecido como um hot backup e elimina a necessidade de colocar o banco de dados offline.

Dependendo dos recursos da API, o backup e recuperação podem objetivar potencialmente tabelas ou itens no banco de dados. Alguns exemplos de APIs do banco de dados incluem o RMAN/SBT para Oracle, a API de backup e restauração do DB2, e o SQLVDI do SQL Server.

Os servidores Windows têm um mecanismo de pausa de API integrada denominada VSS ou Volume Shadow Services que elimina a necessidade de um thin client. Isso é muito útil para aplicativos da Microsoft® , além de para outros aplicativos estruturados do banco de dados modificados para trabalhar com VSS. A Figura 6 ilustra isso.

Figura 6. Acesso aos dados de backup para aplicativo
Acesso aos dados de backup para aplicativo

Agora, vamos examinar um exemplo do mundo real de um sistema de backup e recuperação sem agente em que tivemos uma mão no design — o Asigra® Cloud Backup.


Asigra Cloud Backup no IBM SmartCloud

A origem do backup sem agente na Asigra iniciou-se há mais de 25 anos, em 1986. O fundador da Asigra, David Farajun, preparou-se para resolver um problema: como ajudar as empresas a recuperarem os dados perdidos. Farajun começou o desenvolvimento comprometido com cinco princípios de design:

  • O mínimo envolvimento possível de humanos
  • O armazenamento externo das informações de backup
  • A centralização do backup de todas as informações da empresa
  • A proteção do ambiente de computação
  • Recuperação rápida e confiável

Para minimizar o envolvimento humano e centralizar simultaneamente todas as informações da empresa, Farajun se concentrou em criar uma plataforma que podia entregar serviços de backup e recuperação por meio de modems discados. Isso levou ao desenvolvimento da primeira plataforma de backup e recuperação sem agente do segmento de mercado.

O software Asigra Cloud Backup é composto por dois componentes principais no caminho de dados: DS-Client e DS-System.

  • DS-Client é o coletor de dados sem agente instalado nos sistemas operacionais Windows, Linux ou Mac OS X executando em um dispositivo de servidor físico ou virtual. Cada DS-Client faz backup de dezenas a centenas de servidores físicos e virtuais ou áreas de trabalho, e DS-Clients adicionais podem ser incluídos e conectados em uma configuração de grade para escalabilidade, failover e balanceamento de carga. Os DS-Clients podem fazer backup de servidores de nuvem executando no SmartCloud Enterprise e também podem ser colocados nas instalações do cliente para fazer backup de servidores físicos e virtuais, aplicativos de banco de dados estruturados e áreas de trabalho.

    Cada DS-Client é projetado para minimizar os requisitos de backup, janelas de tempo e largura de banda da WAN. Ele inicia com o rastreamento do bloco de mudança delta para assegurar que apenas dados novos e alterados sejam capturados depois do backup inicial. Em seguida, antes dos dados serem enviados para a área segura de backup ou DS-System (que a maioria dos fornecedores de backup chama de um servidor de mídia), os dados são deduplicados, compactados e, em seguida, criptografados com criptografia de dados de 256 bits compatível e certificada com NIST FIPS 140-2 que pode ser configurada separadamente para cada DS-Client.

  • DS-System é a área segura de dados de vários arrendatários que agrega e armazena todos os dados de backup enviados de diversos DS-Clients. O DS-System pode ser instalado nos sistemas operacionais Windows ou Linux, e pode ser localizado no mesmo datacenter ou em datacenter diferente que os DS-Clients. Para obter redundância adicional, os DS-Systems replicados podem ser instalados nos datacenters remotos para recuperação de desastre. Um DS-System único pode agregar os dados de backup de dezenas a centenas de DS-Clients e DS-Systems adicionais podem ser incluídos e conectados em uma configuração N+1 para escalabilidade, failover e balanceamento de carga.

    O backup de dados por si só é inútil sem uma recuperação de dados confiável. Para fornecer integridade de dados aprimorada, o DS-System executa um processo de autocorreção automatizado que verifica a integridade dos dados e corrige automaticamente vários problemas de corrupções de dados. O DS-System também restaura automaticamente os dados em segundo plano para fornecer validação de restauração, assegurando que os dados sejam sempre recuperáveis.

Vamos examinar algumas topologias de carga de trabalho das imagens do Asigra Cloud Backup no SmartCloud Enterprise, e mostrar como ser introduzido no SmartCloud.

Imagens do Asigra Cloud Backup

O software do Asigra Cloud Backup vem pré-carregado no IBM SmartCloud Enterprise como parte do catálogo de imagens públicas. O Asigra DS-Client, o DS-System e outras ferramentas e software de gerenciamento Asigra estão incluídos nas imagens públicas. As imagens de software podem ser dispostas em várias topologias para suportar uma variedade de casos de uso de backup.

Backup dos Servidores de Nuvem SmartCloud
No exemplo ilustrado na Figura 7, um DS-Client é implementado para backup do Windows e outro DS-Client para backup do Linux. Embora não seja necessário, ambos os DS-Clients, além dos servidores Windows e Linux, estão na mesma VLAN.

Figura 7. Implementação para backup dos servidores de nuvem SmartCloud no mesmo datacenter
Implementação para backup dos servidores de nuvem SmartCloud no mesmo datacenter

Os DS-Clients criptografam os dados, além de executar a compactação e deduplicação dos dados antes de enviar os dados de backup para o(s) DS-System(s). O DS-System está, por padrão, na mesma VLAN e no mesmo datacenter SmartCloud, mas pode residir opcionalmente em outro datacenter SmartCloud (veja a Figura 8) para separação geográfica ou como cópia secundária dos dados de backup.

Figura 8. Implementação de backup dos servidores SmartCloud para um datacenter diferente
Implementação de backup dos servidores SmartCloud para um datacenter diferente

Backup dos servidores e dispositivos fora do SmartCloud para o SmartCloud
A principal diferença neste exemplo em relação ao exemplo anterior é que o(s) DS-Client(s) usado(s) para fazer backup dos servidores físicos e virtuais remotos, aplicativos de dados estruturados e áreas de trabalho, reside(m) fora do SmartCloud. Cada DS-System pode suportar vários DS-Clients sem limitação para cada local físico desde que haja conectividade de rede entre eles.

Na Figura 9, os DS-Clients residem na rede local das máquinas de que precisam fazer backup. Para dispositivos móveis como laptops, telefones inteligentes e tablets, um DS-Client básico reside no dispositivo como um aplicativo.

Figura 9. Implementação dos servidores e dispositivos de backup fora do SmartCloud para o SmartCloud
Implementação dos servidores e dispositivos de backup fora do SmartCloud para o SmartCloud

Introdução no SmartCloud

Esta seção fornece uma visão geral das principais etapas necessárias para iniciar o backup das suas instâncias do servidor SmartCloud usando o Asigra Cloud Backup. Para obter instruções detalhadas etapa por etapa, referências a diversos guias de usuário do Asigra são fornecidas.

Basicamente, é assim:

  1. Criar uma instância do Asigra.
  2. Manipular licenciamento.
  3. Registrar uma conta DS-Client.
  4. Criar um conjunto de backup.
  5. Executar backups.
  6. Restaurar dados.

Etapa 1. Criar nova(s) instância(s) do Asigra no catálogo de imagem pública
A Figura 10 mostra as instâncias do Asigra no catálogo de imagem pública do SmartCloud:

Figura 10. Instância do Asigra no catálogo de imagem pública do SmartCloud
Instância do Asigra no catálogo de imagem pública do SmartCloud

Há duas imagens do Red Hat Linux e uma imagem do Windows:

  • Asigra Cloud Backup v11.2 64b (BYOL): Esta imagem é concebida como uma configuração básica do Linux que pode ser configurada como um DS-Client ou DS-System, além de outros componentes e software do Asigra. As instruções de instalação e configuração são fornecidas em <PATH> na imagem.
  • Asigra Cloud Backup v11.2 demo 64b (BYOL): Esta imagem é concebida como backup de cargas de dados pequenas e ambientes demos. Todos os componentes de software principais do Asigra vêm pré-instalados e configurados.
  • Asigra Cloud Backup v11.2 Windows 64b (BYOL): Esta imagem é concebida como uma configuração básica do Windows que pode ser configurada como um DS-Client ou DS-System, além de outros componentes e software do Asigra. As instruções de instalação e configuração são fornecidas em <PATH> na imagem.

Estamos usando o segundo, assim o DS-System e o DS-Client estão pré-instalados.

Etapa 2. Conectar a um servidor de licença
O software Asigra Cloud Backup é licenciado como BYOL (Bring Your Own License) no SmartCloud. Você deve obter sua licença do Asigra ou do seu provedor ou revendedor de serviços do Asigra que permitirá que você conecte o DS-System a um servidor de licença.

Para se conectar a um servidor de licença, é necessário efetuar login remotamente para o seu servidor DS-System e ativar a interface da GUI do DS-Operator. Através do DS-Operator, navegue para menu Setup > License Server e insira o endereço IP ou DNS do Servidor de Licença Primário (e, opcionalmente, o endereço IP ou DNS do Servidor de Licença de Emergência, veja a Figura 11):

Figura 11. Entrada da caixa de diálogo do servidor de licença da GUI do DS-Operator
Entrada da caixa de diálogo do servidor de licença da GUI do DS-Operator

Etapa 3. Criar e registrar a conta DS-Client
Para que um DS-Client se conecte a um DS-System, uma conta DS-Client precisa ser criada e registrada no DS-System via a interface GUI do DS-Operator. (Há mais informações sobre isso na Section 4 sobre DS-Clients no DS-Operator Manual incluído com a imagem.)

Para a imagem demo a qual estamos nos referindo, já há uma conta DS-Client registrada com o DS-System.

Etapa 4. Criar um conjunto de backup
O backup sem agente é iniciado no DS-Client. A GUI do DS-User é usado para configurar e gerenciar DS-Clients. Efetue login no servidor DS-Client e ative a GUI do DS-User. Vários aplicativos são suportados pelas versões Windows e Linux do DS-Client.

O New Backup Set Wizard caminha por um procedimento passo a passo para criar e configurar um conjunto de backup (Figura 12).

Figura 12. Novo Backup Set Wizard para Windows e Linux da GUI do DS-User
Novo Backup Set Wizard para Windows e Linux da GUI do DS-User

Você tem opções para escolher um tipo de configuração de backup, inserir credenciais de servidor e aplicativo, especificar itens para backup, especificar opções e configurar regras de retenção com o assistente. Para obter mais informações, consulte a Section 4 do DS-Client User Guide incluído, Creating and Modifying Backup Sets.

Etapa 5. Executar backups
Backups podem ser planejados para executar em tempos pré-determinados ou podem ser acionados para executar sob demanda na GUI do DS-User. O planejamento de backup e o backup sob demanda são descritos em detalhes na Section 3 e Section 8, respectivamente, do on-cloud DS-User Guide. A janela se parece com a Figura 13; a Figura 14 mostra o assistente de backup on demand.

Figura 13. Janela Backup Schedule da GUI do DS-User
Backup Schedule window from DS-User GUI
Figura 14. Assistente de backup on demand Backup Now
Assistente de backup on demand Backup Now

Etapa 6. Restaurar dados
A GUI do DS-User fornece um assistente de restauração para restaurar os dados. Dependendo do tipo de dados do conjunto de backup e origem original, há uma variedade de opções disponíveis sobre o que (arquivos individuais, diretórios, bancos de dados, tabelas etc.), onde (locais originais e alternativos) e como (opções de desempenho e restauração) restaurar seus dados. Para obter mais informações, consulte on-cloud DS-Client User Guide, Section 9: Restoring Backups. A Figura 15 ilustra isso.

Figura 15. Assistente Restore Now da GUI do DS-User
Assistente Restore Now da GUI do DS-User

O exemplo é apenas um simples exemplo de backup e recuperação no SmartCloud com Asigra Cloud Backup. O software fornece um conjunto de recursos abrangente para backup e recuperação que não são abordados em detalhes neste artigo.


Conclusão

Fazer backup nunca foi uma tarefa divertida para administradores e com as novas oportunidades fornecidas pela computação em nuvem, há também novos desafios que envolvem o backup. Embora haja muitos modos de proteger e fazer backup de dados, abordagens mais tradicionais não são bem adequadas para a nuvem. O Asigra Cloud Backup no IBM SmartCloud Enterprise com sua abordagem automatizada e sem agente de fazer backup fornece vantagens significativas resolvendo melhor os desafios e requisitos para o backup do servidor de nuvem. Ele fornece aos usuários uma variedade de opções para fazer backup e recuperar servidores e aplicativos que executam no SmartCloud, além da capacidade de estender implementações para fazer backup de servidores e dispositivos fora do SmartCloud para o SmartCloud.

Recursos

Aprender

Obter produtos e tecnologias

Discutir

Comentários

developerWorks: Conecte-se

Los campos obligatorios están marcados con un asterisco (*).


Precisa de um ID IBM?
Esqueceu seu ID IBM?


Esqueceu sua senha?
Alterar sua senha

Ao clicar em Enviar, você concorda com os termos e condições do developerWorks.

 


A primeira vez que você entrar no developerWorks, um perfil é criado para você. Informações no seu perfil (seu nome, país / região, e nome da empresa) é apresentado ao público e vai acompanhar qualquer conteúdo que você postar, a menos que você opte por esconder o nome da empresa. Você pode atualizar sua conta IBM a qualquer momento.

Todas as informações enviadas são seguras.

Elija su nombre para mostrar



Ao se conectar ao developerWorks pela primeira vez, é criado um perfil para você e é necessário selecionar um nome de exibição. O nome de exibição acompanhará o conteúdo que você postar no developerWorks.

Escolha um nome de exibição de 3 - 31 caracteres. Seu nome de exibição deve ser exclusivo na comunidade do developerWorks e não deve ser o seu endereço de email por motivo de privacidade.

Los campos obligatorios están marcados con un asterisco (*).

(Escolha um nome de exibição de 3 - 31 caracteres.)

Ao clicar em Enviar, você concorda com os termos e condições do developerWorks.

 


Todas as informações enviadas são seguras.


static.content.url=http://www.ibm.com/developerworks/js/artrating/
SITE_ID=80
Zone=Information Management, Cloud computing
ArticleID=843400
ArticleTitle=Fornecer Backup e Recuperação Eficientes Usando um Método Sem Agente
publish-date=10302012