Cidadania Corporativa

IBM Brasil

Cidadania Corporativa na IBM Brasil: ampliando os impactos positivos de uma empresa global.

A IBM desenvolveu um conceito de Cidadania Corporativa que alia os valores da empresa à estratégia global de construir um Planeta Mais Inteligente por meio do uso da tecnologia e de consultoria em negócios.

De forma transversal, em todas as áreas da companhia, as ações de cidadania corporativa são o caminho para que a IBM amplie o impacto positivo que pode exercer sobre sociedade e fortaleça os ecossistemas locais, compostos por governo, empresas e organizações sociais.

Por meio de seus programas globais e projetos locais, Cidadania Corporativa estabelece alianças estratégicas; compartilha o conhecimento e a expertise de sua força de trabalho com pessoas e instituições; e incentiva iniciativas que tragam valor para a sociedade. Veja aqui nossas políticas de investimento social.

Como resultado, contribui para a formação de líderes com visão global, sistêmica e integrada, dentro e fora da empresa, e para a melhoria da gestão de questões críticas da sociedade: desenvolvimento econômico, educação, cultura e saúde.

Pilares estratégicos

  • Liderança

    Como formar líderes capazes de contribuir para um Planeta mais inteligente.

  • Voluntariado

    Profissionais da IBM levam valor à sociedade por meio de suas ações.

  • Conhecimento

    Tecnologia e conhecimento da IBM compartilhado com organizações sociais.

  • Educação

    Incentivo a projetos que impulsionam a educação por meio do uso da tecnologia.

Sustentabilidade integrada

Governança

A IBM é uma empresa baseada em valores que são expressos em todas as suas políticas e processos de trabalho e nas relações com clientes, fornecedores e sociedade.

RH

Desde 1900, a diversidade importa para a IBM, assim como o bem-estar dos funcionários. A empresa oferece opções de flexibilidade do trabalho e uma área de Global Well-being Services.

Cadeia de Valor

A IBM utiliza critérios sociais para qualificação, seleção e monitoramento de seus fornecedores, além de manter programas de desenvolvimento de fornecedores com perfil de diversidade.

Meio Ambiente

A IBM está comprometida com a liderança ambiental em todas as suas atividades, com políticas específicas para ambientes de trabalho, meio ambiente e conservação de recursos.

Liderança sustentável

O presidente da IBM Brasil, Rodrigo Kede, ressalta a preocupação da empresa em preparar profissionais que tenham valores como sustentabilidade, senso de coletividade, responsabilidade e confiança. Em evento da Plataforma Liderança Sustentável, da qual faz parte, falou dos valores da IBM e da formação de líderes com visão global, sistêmica e integrada.

Cultura de serviço

A IBM sempre trabalhou para que o mundo funcionasse melhor. Seja desenvolvendo tecnologias revolucionárias, novas abordagens de negócios ou pensamento sistêmico - realizações possíveis graças ao talento e dedicação de seus colaboradores. Em 2011, para celebrar o centenário da IBM, 300 mil funcionários, em 120 países, participaram de 5000 projetos totalizando 3 milhões de horas de serviço. Este vídeo (em inglês) eterniza o espírito de serviço que sempre foi parte da cultura da IBM, e sempre será.

Estratégia, liderança e inovação para um mundo globalmente integrado

Como impulsionar a formação de pessoas que estejam preparadas para construir um planeta mais inteligente, no cenário em que vivemos hoje, de um mundo globalmente integrado? A IBM tem como desafio estimular o desenvolvimento desses líderes e, para isso, coloca em ação dois programas globais: o Corporate Service Corps (CSC) e o Smarter Cities Challenge (SCC). No CSC, profissionais da IBM são selecionados, formam equipes multiculturais e recebem a missão de atuar in loco em projetos de organizações sociais localizadas em cidades em desenvolvimento. Unindo seus históricos de vida, experiências e conhecimentos, passam por uma experiência única de mergulhar em diferentes culturas e problemáticas e propor soluções que integrem crescimento econômico, melhorias em processos, modelos de gestão e melhor utilização da tecnologia.

Estimulados a desenvolver novas habilidades para criar propostas de valor e trabalhar em colaboração, os profissionais participantes do programa se veem mais preparados como líderes globais, além de se sentirem realizados por contribuírem com questões socioeconômicas reais.

No caso de SCC, a proposta é a mesma, mas focando no desenvolvimento de cidades e na resolução de desafios governamentais, em parceria com governos locais de mercados emergentes que se inscrevem no desafio Smarter Cities Challenge .

Por esta contribuição com a formação de líderes com visão global, sistêmica e integrada, dentro e fora da empresa, e pela contribuição na gestão de questões críticas da sociedade, como desenvolvimento econômico, cidadania, educação e cultura, saúde e sustentabilidade, a IBM recebeu recentemente o Prêmio ECO, na categoria ELIS (Estratégia, Liderança, Inovação e Sustentabilidade).

"IBMistas" fazem a sua parte por meio de programas de voluntariado e desenvolvimento em pesquisa

A IBM reconhece a importância de ter seus colaboradores ativos e aposentados engajados em ações voluntárias voltadas ao desenvolvimento social. Para valorizar esta prática, incentiva a adesão aos programas On Demand Community (ODC) e World Communiy Grid.

Pelo ODC, os voluntários da IBM cadastram organizações sem fins lucrativos, registram as horas de trabalho e as atividades que fazem voluntariamente e a IBM, em contrapartida, disponibiliza doações em dinheiro ou equipamentos para as instituições depois de completadas 40 horas de atividades em um período de cinco meses. Já no World Community Grid, é possível se cadastrar para doar a capacidade ociosa de computadores para acelerar o desenvolvimento de pesquisas humanitárias. Qualquer pessoa pode participar. No site www.worldcommunitygrid.org é possível obter mais informações.

Entre os principais temas estudados pelo World Community Grid estão Aids, Câncer e Dengue. A primeira pesquisa brasileira beneficiada pelo programa foi o estudo de mapeamento de genoma, resultado de uma parceria com a instituição brasileira Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro (RJ), e já foi concluída.

Outro estudo, conduzido por cientistas da Faculdade Infórium de Tecnologia de Belo Horizonte (MG), em colaboração com a Fiocruz-Minas, tem como objetivo desenvolver uma pesquisa sobre a esquistossomose, doença crônica transmitida pela água. Já em andamento, a pesquisa irá decodificar o genoma do schistosoma e identificar alvos de proteína humana para compor possíveis novas drogas.

Consultoria da IBM é levada à sociedade para fortalecer ecossistemas

Visando um impacto positivo na sociedade, a IBM compartilha seus conhecimentos e modelos de gestão com organizações do terceiro setor em workshops de Gerenciamento de Projetos, Mídias Sociais, Liderança e Colaboração e Planejamento Estratégico por meio do programa Services Grants.

Os workshops e/ou consultorias são facilitados por consultores da IBM e contribuem para que as instituições beneficiadas possam melhorar a efetividade de suas ações, a interação com seus públicos de interesse e possam também ampliar suas parcerias.

As instituições que recebem apoio possuem projetos alinhados aos valores da IBM, estão preocupadas em melhorar a gestão das cidades, mobilizam influenciadores e formadores de opinião, ao mesmo tempo em que causam alto impacto social e estão localizadas em cidades-chave que fazem parte da estratégia de expansão geográfica da empresa.

Tecnologia aliada a projetos educacionais e culturais por todo o Brasil

Consciente da importância do investimento privado no desenvolvimento dos ecossistemas e na geração de valor para a sociedade, a IBM apoia e projetos educacionais e culturais por todo o Brasil.

Um deles é o KidSmart que, por meio de parcerias com as secretarias de Educação, é levado para as salas de aula com o objetivo de despertar o interesse das crianças pela tecnologia e incluí-las no mundo digital desde cedo.

A solução KidSmart é composta de um computador (hardware) integrado a um móvel com aparência de brinquedo, que traz softwares educacionais interativos nas áreas de matemática, ciências, geografia e iniciação musical. Faz parte da solução KidSmart a capacitação dos coordenadores e professores de Educação Infantil para uso e integração do KidSmart na sala de aula. A IBM também utiliza os benefícios das Leis de Incentivo brasileiras, como os fundos do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, Lei Rouanet e Lei do Esporte, para investir em projetos sociais, culturais e esportivos.

Os projetos são selecionados por um comitê interno, uma vez por ano, a partir do mês de junho. São selecionados projetos que demonstrem impacto social, com benefício educacional e para o desenvolvimento de cidades.

A IBM não investe em eventos pontuais (shows, teatros, cinemas) e nem em projetos aprovados por pessoas físicas. Pela Lei do Esporte, a IBM não investe em projetos de rendimento, e sim em projetos educacionais e/ou no paradesporto.

Em caso de dúvidas ou para apresentar propostas, escreva para ccca@br.ibm.com.

Governança e responsabilidade financeira

A IBM é uma empresa baseada em valores que são expressos em todas as suas políticas e processos de trabalho, e nas relações com clientes, fornecedores, investidores e sociedade.

Para garantir a execução de processos de forma transparente, a IBM usa ferramentas e tecnologia que vão desde a forte atuação do Conselho de Administração, a Auditoria Independente e o Conselho Fiscal, até o controle em níveis gerenciais e operacionais.

O resultado dessas práticas de boa governança é, além do crescimento constante da lucratividade, o aumento da credibilidade e da visibilidade da empresa. A IBM disponibiliza no site da corporação, para livre consulta, políticas e documentos que expressam o compromisso formal da empresa com a ética, transparência e com a sustentabilidade.

Na IBM, a sustentabilidade está incluída na gestão da empresa, integrada a todas as áreas. Anualmente, a IBM publica seus relatórios globais de sustentabilidade, que seguem o modelo GRI, e o relatório de Meio Ambiente. Também publica anualmente o relatório financeiro global que está disponivel no site da IBM com metas e prestações de contas. Além disso, reportes por quartil também estão disponíveis no site destinado a investidores.

Bem-estar e diversidade na gestão e relacionamento com os colaboradores internos

A IBM tem uma preocupação constante com o bem-estar de seus funcionários e com a valorização da diversidade na empresa.

Os benefícios que a IBM oferece englobam opções de flexibilidade do trabalho e uma área chamada Global Well-being Services (GWBS), com profissionais dedicados à saúde, segurança e ao bem-estar dos "IBMistas", como são chamadas internamente as pessoas que trabalham na empresa.

A IBM também possui o portal WorkLife Essentials, uma rica fonte de informação para os funcionários e seus familiares.

A valorização da diversidade é um exemplo de programa global que envolve tanto o público interno quanto o externo. Para refletir a heterogeneidade do mercado em que atua e garantir igualdade de raça, gênero e pessoas com deficiência, foram criados os comitês de Diversidade (Mulheres, Afro-descendentes, GLBT e PWD). Eles desenvolvem iniciativas para criar oportunidades para todos e trabalham para acabar com qualquer tipo de diferença ou preconceito dentro da empresa.

Desde 1900, a diversidade importa para a IBM. A empresa foi pioneira na identificação da importância da diversidade para alavancar os negócios, criando uma tendência de mercado. E, como resultado, a IBM vem, ao longo dos anos, acumulando muitas vitórias, nas comunidades onde seus funcionários vivem e trabalham.

A IBM foi a primeira empresa de TI do Brasil a reconhecer a união estável entre casais do mesmo sexo; foi a primeira empresa do mundo a contratar um deficiente, em 1914; e, em 1943, nomeou sua primeira vice-presidente, representando a abertura para a participação mais atuante das mulheres na empresa;

Fornecedores, universidades e pequenas empresas em um ecossistema de valor

A IBM utiliza critérios sociais para qualificação, seleção e monitoramento de seus fornecedores. Esses critérios contemplam a não utilização de trabalho infantil; não utilização de trabalho forçado ou compulsório; valorização da diversidade; combate a todas as formas de discriminação; incentivo à contratação de fornecedores locais; incentivo à contratação de pequenos e médios fornecedores; pagamento de seus fornecedores na data acordada em contrato; combate a todas as formas de corrupção e atendimento à legislação vigente.

A empresa também possui um programa de compras de fornecedores com perfil de diversidade implementado de forma pioneira pela IBM nos Estados Unidos há mais de 35 anos. Para ser um fornecedor "Diversity", a empresa deve ter 51% das cotas pertencentes a um desses grupos - GBLT, PDW, Mulheres, indígenas ou afrodescendentes. A IBM Brasil conta com 170 fornecedores com este perfil cadastrados.

O programa não se resume a comprar destes fornecedores. Por meio de uma consultoria, a IBM dá suporte em apresentações, formulações de propostas, venda e pós-venda, preparando-os para melhor suportar não somente aos negócios da IBM, mas sim ao mercado, objetivando sua sustentabilidade.

E para promover o desenvolvimento da carreira dos profissionais de Tecnologia da Informação (TI), a IBM conta com os progamas de Parcerias Educacionais, Academic Initiative, TISmart e English4Smart. Os programas Parcerias Educacionais e Academic Initiative, idealizados para dar suporte a pesquisadores, corpo docente e alunos da área de TI, tem por objetivo guiar os futuros profissionais do setor por entre as mais novas tendências em hardware e software, construindo e disseminando conhecimento de forma colaborativa, com foco em padrões abertos.

Já o TISmart oferece anúncios de vagas de empregos na empresa e em parceiros de negócios, entre outros conteúdos como por exemplo notícias do mercado de TI. O website também oferece curso de inglês gratuito para negócios, o English4Smart.

Outra inciativa da IBM na promoção do desenvolvimetno econômico local é o SME Toolkit, que oferece ferramentas online para melhorar as habilidades administrativas dos empreendedores. É uma Parceria entre IBM e Banco Mundial para apoiar o desenvolvimento sustentável do setor privado, disponibilizando conteúdo informativo para Micro, Pequenas e Médias Empresas.

Liderança ambiental e soluções de negócio para um Planeta
mais inteligente

A IBM está comprometida com a liderança ambiental em todas as suas atividades de negócio. A empresa tem, há muito tempo, políticas corporativas sobre ambientes de trabalho seguros e saudáveis, sobre proteção ao meio ambiente e sobre conservação
de energia e recursos naturais.

A empresa desenvolve seus produtos pensando na gestão e sustentabilidade do seu negócio e de seus clientes, por um Planeta mais inteligente. Um exemplo foi o desenvolvimento de servidores IBM que se ajustam automaticamente à capacidade de processamento para oferecerem o máximo rendimento, além de regular o consumo de energia segundo a carga de trabalho.

Internamente, a empresa desenvolve projetos relacionados à redução de resíduos, reciclagem e promove o consumo consciente
e a otimização de materiais, envolvendo os seus funcionários no cumprimento de sua Política Ambiental em todos os lugares do mundo onde a IBM faz negócios, há mais de um quarto de século.

O monitoramento da Política Ambiental é feito através de um Sistema de Gestão Ambiental (SGA) estruturado e consistente, que compreende, principalmente, o controle e gerenciamento dos seguintes aspectos:

Desde 1987, a IBM reduziu a geração de resíduos perigosos em 75%. Nos últimos dez anos, a IBM conservou aproximadamente
8,6 bilhões de KWh e deixou de emitir 5,67 milhões de toneladas de CO2. Quando não é possível reduzir os resíduos em suas fontes de geração, a IBM adota uma hierarquia rigorosa no processo de destinação final dos resíduos, que compreende:
redução, reutilização, reciclagem, tratamento físico ou químico e, por último, disposição em aterros industriais.

Para saber mais, acesse o Relatório Ambiental Global da IBM (em inglês) e a retrospectiva das ações da empresa nos últimos 40 anos, que mostra a Liderança Ambiental da IBM.

Políticas de investimento social

Instituições, municípios e universidades podem ser beneficiadas pela IBM Brasil quando estabelecem parcerias com Cidadania Corporativa para participar das ações da área, em programas específicos como, por exemplo, o Corporate Service Corps e Consultorias IBM, e através da Lei Federal de Incentivo a Cultura (Lei Rouanet), da Lei Federal de Incentivo ao Esporte e do Fundo Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Funcad).

As instituições que recebem o apoio de Cidadania Corporativa da IBM Brasil têm de ser públicas ou de interesse público - ONGs, Fundações, Institutos, Associações sem fins lucrativos, Organizações sem fins lucrativos, Organizações da Sociedade Civil e de Interesse Público.

Seja para parcerias ou para a aprovação em leis de incentivo, as organizações e seus projetos são avaliados de acordo com os aspectos listados abaixo:

Em seu programa de incentivo ao voluntariado, que envolve funcionários e aposentados da IBM (On Demand Community), as instituições são de livre escolha dos participantes do programa, desde que atendam aos critérios de elegibilidade da IBM (ser uma instituição sem fins lucrativos, possuir Estatuto, CNPJ, Declaração de Isenção do Imposto de Renda (anual) e assinar uma declaração de conformidade).

Os projetos a serem apoiados são selecionados por um comitê interno uma vez por ano. São escolhidos os que demonstrem impacto social, com benefício educacional e para o desenvolvimento de cidades, alinhados com a estratégia da empresa.

A IBM não investe em eventos pontuais (shows, teatros, cinemas) e nem em projetos aprovados por pessoas físicas. Pela Lei do Esporte, a IBM só investe em projetos educacionais e/ou no paradesporto.

Em caso de dúvidas ou mais informações, escreva para o email de Cidadania Corporativa - ccca@br.ibm.com.